Elenco e equipe técnica de “Birdman” festejam
Oscar de Melhor Filme

========================================================

DEU NO PORTAL TERRA BRASIL

A edição de número 87 do Oscar tem dono: Alejandro G. Iñárritu. O diretor mexicano e seu Birdman levaram quatro estatuetas na noite deste domingo (22) em cerimônia realizada no Dolby Theatre, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Outro longa que ganhou destaque foi O Grande Hotel Budapeste, de Wes Anderson, que também ganhou quatro prêmios, mas de categorias “menores”. Whiplash, que conta a história de um jovem baterista atormentado por seu professor de música surpreendeu ao vencer três categorias. O fator inesperado para quem fez previsões do Oscar ficou por conta do badalado Boyhood, que acabou ficando apenas com o prêmio de Melhor Atriz com Patricia Arquette.

Para a categoria mais aguardada, a de Melhor Filme, a tarefa de apresentar o vencedor ficou com outro nome querido pela Academia, Sean Penn. “Só um vai ganhar o Oscar de Melhor Filme, mas todos vão perdurar, pois tocaram alguém”, disse o ator, ao anunciar os indicados. “Quem deu um green card para esse filho da p***”, brincou Sean Penn ao anunciar Birdman, do mexicano Alejandro G. Iñárritu, cujo filme levou quatro estatuetas na noite. “A ideia era realmente algo louco. Podíamos estar em qualquer lugar, mas aconteceu, estamos aqui”, disse o cineasta.

O grande prêmio entre os atores ficou pela interpretação de Stephen Hawking de Eddie Redmayne em A Teoria de Tudo. “Estou ciente de que sou muito sortudo. Esse Oscar pertence a todos que estão tendo que lidar com a esclerose lateral amiotrófica”, disse o empolgado ator, que não segurou a emoção e empolgação no palco.
Sean Penn apresentou a categoria de Melhor Filme do Oscar Foto: Kevin Winter / Getty Images
Sean Penn apresentou a categoria de Melhor Filme do Oscar
Foto: Kevin Winter / Getty Images

Na sequência, o vencedor do Oscar Matthew McConaughey apresentou a categoria de Melhor Atriz. Julianne Moore, em sua quinta indicação, venceu o prêmio pela primeira vez por seu papel em Para Sempre Alice. “Eu li um artigo que dizia que ganhar o Oscar podia fazer a pessoa viver cinco anos a mais. Se isso for verdade, queria agradecer, porque meu marido é mais novo que eu. Me sinto muito honrada de estar com vocês e estar com pessoas que amo”, disse.

Alejandro G. Iñárritu venceu na categoria de Melhor Diretor com Birdman. “Toda sorte funciona. Hoje eu estou usando a roupa do Michael Keaton. Está um pouco apertado, mas funcionou. Honestamente, isso é uma loucura. Vou falar sobre aquele cara chamado ego. O ego adora competir. Para ganhar, alguém tem que perder, mas o paradoxo é que a arte verdadeira, a expressão pessoal de todos os outros diretores não podem ser comparados. Não podem perder. Nosso trabalho só será julgado pelo tempo. Eu simplesmente agradeço pelo reconhecimento”, disse o mexicano.

Sem muita surpresa, JK Simmons levou o prêmio por Melhor Ator Coadjuvante em sua primeira indicação ao prêmio na pele do exigente maestro Fletcher de Whiplash. O ator agradeceu sua esposa por sua “paciência”. Também vencedora do Oscar, a atriz Lupita Nyong’o arrancou risos ao apresentar a categoria e cometer uma gafe ao indicar o vencedor. “E o ator vai para…digo…o Oscar vai para…”. Nesta disputada seleção, Simmons superou competidores de peso: Mark Ruffalo, Ethan Hawke, Edward Norton e o veterano Robert Duvall.
Neil Patrick Harris foi o apresentador da cerimônia Foto: Kevin Winter / Getty Images
Neil Patrick Harris foi o apresentador da cerimônia
Foto: Kevin Winter / Getty Images

Entre as atrizes coadjuvantes, Patricia Arquette, venceu a categoria por seu papel em Boyhood. “Obrigada por todos da família Boyhood. Todos os amigos que me ajudaram a fazer desse mundo melhor”, disse a atriz, que reforçou o discurso feminista, um dos assuntos em alta em Hollywood neste ano, ao pedir mais igualdade para atrizes, produtoras e diretoras de cinema. Esta foi a primeira indicação de Patricia Arquette ao prêmio.

Na hora da homenagem aos atores, executivos, produtores, figurinistas e outros que faleceram no último ano, Meryl Streep fez um emocionado discurso. “Pelo trabalho deles, eles compartilharam um pedaço de sua alma. Sentiremos a falta deles como sentimos a falta de um amigo”, disse. Entre os homenageados estavam James Garner, Virna Lisi, Gordon Willis, Eli Wallach, Lauren Bacall e Robin Williams. O número musical seguinte foi da cantora Jennifer Hudson.

Em outra categoria muito concorrida, a de roteiro original, contrariando algumas previsões, o quarteto responsável por Birdman levou a melhor. “A jornada começou há tres anos, quando pedi que me seguissem nessa loucura. E eles são loucos e me seguiram. Queria agradecer nosso elenco fabuloso, que fizeram esse filme voar. Sem vocês, não estaríamos aqui”, disse o diretor Alejandro G. Iñárritu.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2015
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    232425262728