fev
17
Postado em 17-02-2015
Arquivado em (Artigos) por vitor em 17-02-2015 11:14

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS, DE PORTUGAL

O porta-voz do governo grego, Gavriil Sakelaridis, rejeitou hoje, 17, o ultimato imposto pelo Eurogrupo e assegurou que o país “não vai pedir um prolongamento do memorando nem com uma pistola apontada à cabeça”.

“O Governo não se deixa chantagear com ultimatos”, disse Sakelaridis em declarações à cadeia privada de televisão Mega, aludindo ao prazo dado até sexta-feira pelo chefe do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, para a Grécia assinar um prorrogamento do acordo vigente, se quer continuar a receber ajuda dos seus parceiros.

Sakelaridis insistiu que “o Governo grego comprometeu-se a chegar a um acordo mutuamente benéfico” e demonstrou que está à procura de “um terreno comum para dar uma solução comum”.

Mesmo assim, assegurou que o executivo continuará a fazer contatos e consultas com o objetivo de chegar a uma solução comum.

Na mesma linha, na segunda-feira, em Bruxelas, o ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, mostrou-se otimista de que “nas próximas 48 horas” se poderá chegar a um acordo.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2015
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    232425262728