Allan Montarroyos homenageia o bloco Pitombeira de Olinda em clima de super produção de som e imagens.

Viva a fruta nordestina mais amada pelos pernambucanos e viva o Bloco Pitombeira, maravilhosa tradição do carnaval de Olinda e Recife.

Vai para Wellington e Glauvânia Jansen, amigos do peito do BP.

BOA TARDE111

(Vitor Hugo Soares)


======================================

DEU NO UOL/ FOLHA

PATRÍCIA BRITTO
ENVIADA ESPECIAL A OLINDA

Para evitar vaias, a réplica da presidente Dilma Rousseff ficou de fora do desfile dos tradicionais bonecos gigantes que percorreu as ruas de Olinda nesta segunda de Carnaval.

“Eu preferi não colocar [no desfile] para ela não ser vaiada. No ano passado ela já foi muito vaiada, e o pessoal acha que é contra a gente”, disse o produtor cultural Leandro Castro, organizador do desfile.

Mesmo sem a presidente, personalidades como Ariano Suassuna, Chaves, os quatro Beatles, o ET de Varginha, a dupla Muttley e Dick Vigarista, Darth Vader do “Star Wars” e Gandhi com um elefante indiano estrearam no desfile na manhã desta segunda-feira (16).

Ao som de músicas dos Beatles em ritmo de frevo, os novatos se juntaram a veteranos como Lampião, Pelé, Alceu Valença, Bob Marley e Joaquim Barbosa na Apoteose dos Bonecos Gigantes, que reuniu mais de 60 personagens em um desfile pelas ladeiras da cidade.

Quando montados, os bonecos medem mais de 4 metros de altura e pesam mais de 20 kg. São manipulados por moradores de Olinda e acompanhados por uma orquestra local de frevo.

Uma das atrações do desfile neste ano foi o jogador Mauro Shampoo, ex-atacante do Ibis Sport Club, time de Paulista (PE) que se consagrou como o pior time do mundo. O ídolo compareceu pessoalmente e em versão de boneco.

“A história do pior time do mundo também é uma história bonita. Fiz tudo pra ser um jogador de verdade, não fui. Virei cabeleireiro”, disse à Folha o ex-camisa dez.

“Só fiz um gol na vida, e a turma diz que foi gol contra”, lamentou Mauro, que garante ter feito um gol de verdade, mas sem a presença de fotógrafos pra registrar o feito inédito.

TRADIÇÃO

O desfile desta segunda foi organizado pelo empresário Leandro Bezerra de Castro, da Embaixada dos Bonecos Gigantes, que realiza seu sexto Carnaval. Mas a tradição é muito mais antiga.

Considerado pai dos bonecos gigantes de Olinda, o artesão Silvio Botelho também bota na rua, há mais de 40 anos, o Encontro dos Bonecos Gigantes. O desfile sairá do largo do Guadalupe, na terça-feira (17), às 11h. Entre as novidades do ano estão o ex-governador Eduardo Campos e o saxofonista e maestro Spok.

Criador de mais de mil modelos, Botelho já mal tem onde guardar suas criações. “Eu já durmo no meio deles, porque não tem espaço”, diz o bonequeiro que mantém cerca de 150 bonecos em duas casas.

Botelho conta que na Europa, onde surgiu a tradição dos bonecos gigantes, eles eram feitos de papel e queimados depois da festa, mas que em Olinda a tradição é de guardar. O boneco do Homem da Meia-Noite, por exemplo, primeiro de que se tem notícias na cidade, foi criado há 83 anos e ainda é o mesmo.


Camarote Bar Brahma (Foto: Reprodução/TV Bahia)/Correio

=========================================

A chuva que caiu na madrugada desta segunda-feira (16) derrubou parte da cobertura de dois camarotes que ficam no circuito Barra-Ondina, em Salvador. Segundo informações da assessoria do Camarote Bar Brahma, o incidente aconteceu por volta das 5h, mas não havia ninguém no local, pois as atividades já haviam sido encerradas.

A lona da cobertura se encheu de água e acabou forçando a estrutura de metal do camarote, que não resistiu e cedeu. Segundo a TV Bahia, a Polícia Militar foi acionada para dar tiros para o alto, com o intuito de furar a lona, para a água escoar. A Defesa Civil já esteve no local e interditou o camarote.

Em nota, a organização do camarote informou que se reunião nesta manhã para avaliar as condições do local continuar em funcionamento. Informações e orientações aos foliões que iriam para o camarote na noite de hoje devem ser divulgadas em nova nota.

Além do Camarote Bar Brahma, o camarote Celebrar também foi interditado. Ainda de acordo com a TV Bahia, técnicos estão no local fazendo uma vistoria e avaliando se há possibilidades de funcionar na noite desta segunda sem a cobertura.

Desmontagem

Em nota, a prefeitura de Salvador informou que o Departamento de Polícia Técnica (DPT) pode determinar a desmontagem do Camarote Bar Brahma, que já está interditado. Ainda de acordo com a prefeitura, a suspensão do funcionamento é uma medida de segurança. O laudo do DPT, sobre a desmontagem do camarote, será divulgado às 15h.

O Camarote Celebrar também aguarda laudo para saber se continuará funcionando. A expectativa, segundo o coordenador do Carnaval e presidente da Saltur, Isaac Edington, é de que os espaços não funcionem. “Equipes municipais foram ao local e confirmaram um comprometimento muito grande na estrutura dos camarotes. Os espaços foram interditados e, a partir dessa determinação do DPT, poderão não voltar a funcionar”, disse.

fev
16
Posted on 16-02-2015
Filed Under (Artigos) by vitor on 16-02-2015


Jourdan e Leslie Caron em Gigi

=========================================

O ator francês Louis Jourdan, que fez carreira em Hollywood e ficou famoso em filmes como o musical Gigi, morreu no sábado, em Los Angeles. Tinha 93 anos.

Jourdan era o último ‘amante francês’ de Hollywood, como tinham sido Maurice Chevalier e Jean-Pierre Aumont”, diz o seu biógrafo oficial, Olivier Minne. Mas, curiosamente, foi casado mais de 60 anos com Berthe Frederique Jourdan, que morreu no ano passado. “Ele personificava a elegância francesa e Hollywood propôs-lhe papéis nesse campo de atuação, acrescentou.

youtube:0z2ZxP6nSbA

O ator, nascido em Marselha e cujo verdadeiro nome era Louis Robert Gendre, afirmava nunca ver os seus filmes e considerava que Hollywood, onde começou a trabalhar após a II Guerra Mundial, lhe tinha “criado uma imagem”. “Eu era o clichê francês”, dizia. Em papéis de galã primeiro, e mais tarde, mais maduro, em papéis de vilão, como Kamal em Octopussy.

Para o seu biógrafo, Louis Jourdan era “um homem dos sete ofícios, ator mas também apresentador de televisão em grandes programas com Judy Garland, Frank Sinatra e Jerry Lewis”. Jourdan também fez teatro e foi manequim, principalmente Pierre Cardin.

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS, DE LISBOA

Testemunha citada pelo jornal britânico Financial Times diz que Rolls-Royce pagou ‘luvas’ para obter um contrato de 100 milhões de dólares.

O grupo britânico Rolls-Royce foi acusado de estar implicado no vasto escândalo de corrupção da Petrobras, de acordo com uma testemunha citada pelo Financial Times de hoje, 16.

A Rolls-Royce, que fabrica turbinas de gás para as plataformas petrolíferas da Petrobras, é acusada de ter pago ‘luvas’ (propinas) para obter um contrato de 100 milhões de dólares, de acordo com um antigo quadro da sociedade brasileira, cujo testemunho é publicado hoje no jornal econmico do Reino Unido.

Pedro Barusco reconheceu, diante da polícia brasileira, ter recebido pessoalmente pelo menos 200.000 dólares da parte da empresa britânica que teria pago igualmente dinheiro a outros responsáveis, entre os quais políticos.

O escândalo Petrobras surgiu no outono passado, em plena campanha para as eleições legislativas e presidenciais nas quais foi reeleita a presidente de esquerda Dilma Rousseff.

As investigações descobriram um sistema generalizado de subornos pagos durante uma dezena de anos pelas principais empresas de construção do país à Petrobras em troca de contratos.

fev
16
Posted on 16-02-2015
Filed Under (Artigos) by vitor on 16-02-2015


Sid, no portal de humor gráfico A Charge Online

====================================

O carnaval no Brasil é amor maior!

Maria Aparecida Torneros

Pela quantidade de sorrisos pode se medir um povo? Pelo descontraído pula pula nas ruas de um país durante o período carnavalesco pode se imaginar a paz possível? Pela irreverência de uma gente que se aventura no corre corre cantado e dançado na trégua da sua vida cansada pode se medir o amor que paira nos ares brasileiros capaz de se sobrepor a qualque guerra em terras próprias ou alheias?
Esse é o carnaval no Brasil

Um momento único

Quando o povo toma o espaço e realmente governa. As comunidades se apresentam em essência. Os corruptos se escondem ou se apagam. Perdem as manchetes. São esquecidos ou ignorados

Os políticos nem conseguem tirar casquinha da mídia. Suas manobras eleitoreiras são nada diante de enredos que as escolas blocos e trios elétricos trazem ao topo da comemoração

ETA Brasil amoroso e festeiro. Viva o Galo da madrugada desde o Recife
Salve o axé baiano

Uma reverencia especial à festa carioca e suas mil facetas. São Paulo e seu carnaval ressuscitado. Minas e seu jeitinho gostoso de brincar nos clubes e praças. O Nordeste todo e o Norte caboclo com samba e lendas indígenas ou históricas.

É possível imaginar um lugar de tanta festa onde ninguém pensa em bomba ou ódio? No Brasil apesar de sabermos da violência que se registra e da corrupção que mostra a cara, existe uma época de trégua chamada carnaval.

Gigantesca folia que dura semanas. Que povo no mundo é capaz de ocupar país tão imenso com alegria por tantos dias?
Ora. Guerras à parte, o negócio é curtir a festa e sair por aí pulando e cantando. Ò abre alas que eu quero passar. Depois do carnaval enfrentamos tudinho. Agora pausa para essa loucura nacional. Carnaval é amor e não guerra.

Cida Torneros, jornalista e escritora, mora no território livre de Vila Isabel, templo do samba e do carnaval carioca. Editora do Blog da Mulher Necessária, onde o texto foi publicado originalmente.


DEU NO BLOG POR ESCRITO ( DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

Opinião

Deixa a vida de Quelé

Definir a chamada “cápsula do amor” de um camarote carnavalesco como “um motel suspenso” que reforça a imagem da Bahia como destino de “turismo sexual” é um evidente exagero da deputada Fabíola Mansur e outros (as) feministas de plantão.

Trata-se de alegoria publicitária que pouco acrescenta à dissolução de costumes que vivemos. Não se cobra pela entrada e o tempo de permanência é limitado a 15 minutos, não sendo, portanto, um “serviço” à disposição de clientes.

Ademais, se for o caso do uso do espaço para a chamada conjunção carnal, sexo é uma função fisiológica do ser humano e as pessoas são livres para praticá-lo como, literalmente, desejarem, desde que em privado.

http://youtu.be/o2jc_YLqyJA

SHOW “DUAS FACES”/
AO VIVO NA MANGUEIRA/
ANO 2011

Sugestão de Gilson Nogueira, que o BP agradece e grita Axé!!!

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos

  • Fevereiro 2015
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    232425262728