DEU NO JORNAL MASSA

Rodrigo Meneses
rmeneses@jornalmassa.com.br

A pedido do MASSA!, uma fonte policial consultou o Portal da Secretaria de Segurança Pública (SSP) da Bahia e conseguiu acesso aos antecedentes criminais de dez das 16 vítimas da ação policial da última sexta-feira ,6, na Vila Moisés, na Estrada das Barreiras, no Cabula. Dentre as vítimas pesquisadas, só Evson Pereira dos Santos, 26 anos, morto na ação, possuía registro criminal por briga no Carnaval em 2010 e 2011.Doze pessoas morreram no alegado confronto com três guarnições da Rondesp Central e quatro sobreviveram ao tiroteio.

Segundo a assessoria de comunicação da SSP, o delegado Odair Carneiro, do Departamento de Homicídios (DHPP), informou que pelo menos nove envolvidos no alegado confronto possuíam passagem pela polícia pelos crimes de roubo, tráfico de drogas, resistência à prisão, e uso de armas e explosivos. Mas não é isso que consta nos registros da própria SSP. A assessoria de comunicação da Polícia Civil informou que conseguiu acessar os registros de apenas seis vítimas e apenas Evson possuía registro criminal nos anos de 2006, 2010 e 2011, mas não revelou o motivo.

A assessoria não conseguiu contato com o delegado Odair para explicar a informação passada na última sexta porque ele estava em uma reunião semanal com o secretário de segurança. Na manhã de ontem, o Ministério Público anunciou que quatro promotores de Justiça foram designados para atuar em conjunto no inquérito que apura o caso. O promotor David Gallo Barouh coordenará os trabalhos. Ele informou que já solicitou e ainda aguarda a ficha criminal das vítimas da ação policial. Desde a última sexta-feira, os promotores acompanham os depoimentos do inquérito policial.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2015
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    232425262728