J. Carlos: mudança de rumo

===============================================

DEU NA TRIBUNA DA BAHIA

Por Hieros Vasconcelos Rego

Militante histórico do PT, o ex-deputado estadual J. Carlos, que deixou este ano a cadeira na Assembleia Legislativa da Bahia após três mandatos consecutivos, está se desfiliando da legenda e deve assumir em breve o cargo de assessor especial no gabinete do prefeito ACM Neto, conforme ventila-se nos bastidores. A ida para a oposição seria fruto da insatisfação do petista com o tratamento recebido pela executiva estadual após sua derrota nas eleições do ano passado.

Apesar da forte liderança que exerce entre os rodoviários e de sua atuação na força sindical, especificamente na Central Única dos Trabalhadores (CUT), o político não teria sido contemplado com participação nos primeiro e segundo escalões do governador Rui Costa (PT), tampouco tido espaço para os cerca de 40 funcionários que incorporaram seu mandato no cenário político e de militância. A insatisfação de aliados já havia sido noticiada pela Tribuna da Bahia, na última semana. A adesão de J. Carlos à base do governo municipal, tida como surpreendente inclusive por setores do PT, teria sido articulada pelo vereador Henrique Carballal (PT), que está em processo de expulsão da legenda e estaria flertando a ida para o PV, que faz oposição aqui na Bahia.

A reportagem tentou contato com o ex-deputado, mas não obteve retorno. O vereador petista de Salvador, J. Carlos Filho, confirmou a desfiliação do pai, mas preferiu não informar qual seria o destino partidário. No entanto, acrescentou que de fato existem conversas adiantadas sobre a possibilidade de J. Carlos assumir como assessor especial. Nos corredores do Palácio Thomé de Souza, a informação é de que a nomeação de J. Carlos no Diário Oficial do Município pode, inclusive, sair hoje. No mais tardar, depois do Carnaval. “O pensamento dele é de que já contribuiu bastante para a fundação do PT. Como não teve muito retorno da legenda, ele acha que chegou no limite, no tempo de procurar outros projetos. Ele não teve mais estrutura para poder contribuir com que ainda quer fazer e decidiu que esse é o caminho melhor. Não há nenhum tipo de mágoa”, frisou J. Carlos Filho.

O vereador petista ressalta, entretanto, que vai permanecer no PT, embora rumores deem conta de que ele deve caminhar ao lado do pai e ex-deputado. A informação é desconhecida entre a oposição do Legislativo soteropolitano. “Continuo no PT. E a relação com ele continua de pai e filho. A questão política é outra e eu respeito”, afirmou.

Presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação garantiu que o PT vinha instalando uma contemplação ao militante histórico e pontuou a forte atuação da sigla na tentativa de reelegê-lo a deputado estadual. “Algumas lideranças ligadas a ele, mas óbvio que o quantitativo de todo gabinete não tinha condição de manter. Não vamos manter filiados que não se sintam bem, quer seja pela questão política muito menos por questões fisiológicas”, destacou. Anunciação não desmereceu a importância do ex correligionário, mas reafirma que não teve como manter o que estaria sendo pedido por ele. “A relação do PT com ele é de muito tempo, e viemos estes anos ajudando as eleições dele não só no partido, mas como na disputa sindical. Na CUT ele desempenhou uma grande contribuição”, afirmou.

Embora o presidente estadual do PT considere natural qualquer desfiliação da sigla, a saída dele ainda é vista como uma surpresa. “Se mesmo depois de toda essa contribuição e consideração que a militância petista teve com ele… e ele sente que a necessidade de resolver essas questões pontuais dele é pelo caminho junto ao governo contra o qual ele lutou toda a vida, é uma decisão dele”.

HISTÓRICO – J. Carlos liderou o movimento sindical dos trabalhadores rodoviários por sete anos e chegou a ser referência pelos trabalhadores no enfrentamento ao empresariado. O presidente municipal do DEM, Heraldo Rocha, desconhece a possibilidade de filiação ao Democratas. Caso isto aconteça, não seria de mau grado. “Foi meu colega como deputado, muito tranquilo, uma liderança muito forte, ligada aos rodoviários. É um excelente quadro, mas não ouvi falar disso ainda”, comentou.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2015
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    232425262728