Alana:passaporte para o sucesso
===============================================

ARTIGO/EDUCAÇÃO

De Paulo Afonso ao Rio com passaporte do ENEM

Ana Vieira

Quando Alana Soares, há três anos , me disse que estudaria no Rio de Janeiro , custei a acreditar .Determinada , deixou a cidade de Paulo Afonso, no sertão da Bahia, e o dengo dos pais para viver na Cidade Maravilhosa antes dos 15 anos.
Foi uma oportunidade fantástica para a inteligente e estudiosa Alana. Ela vencera concorridíssima seleção nacional para a Escola Modelo do SESC ( na Barra da Tijuca )uma experiência de educação no modelo escola – residência com ensino em tempo integral, que começou em 2008,reunindo adolescentes de todo o Brasil.
Ano passado, no calor das eleições, fiquei impressionada com a visão de Alana sobre política nas nossas conversas no Facebook. Como aquela menininha que carreguei no colo tinha crescido!! Porque não basta a escola passar conhecimento, mas formar o cidadão.
Os pais de Alana – José Santos Filho e Vanda Soares Santos – estão colhendo os frutos pela decisão de garantir à filha educação de qualidade, mesmo enfrentando os medos e a saudade. Com a prova do ENEM, Alana foi selecionada para os cursos de Direito e Relações Internacionais. Optou pelo último. Estudiosa e inteligente ( é prima do editor do Bahia em Pauta, Vitor Hugo Soares), Alana tem tudo para tornar-se diplomata.
Estou muito feliz com o sucesso da minha sobrinha pelo coração. Como Brizolista acredito na educação como fator de transformação da sociedade e caminho legítimo de ascensão social e econômica.
Que o SESC multiplique sua experiência exitosa com mais escolas de Ensino Médio de qualidade neste Brasil continental.

Ana Maria Vieira é jornalista

DEU NO G1

Martha Beck e Cristiane Bonfanti, O Globo

O rituais de beleza de milhões de brasileiras devem sofrer uma indesejada intervenção “estética” nos próximos meses. E tudo por conta da necessidade de fortalecer a arrecadação e “embelezar” o programa de ajuste fiscal de 2015. A partir de 1º de maio, os cosméticos terão um aumento de carga tributária capaz de provocar reajuste de até 12% nos preços ao consumidor.

A lista de produtos inclui perfumes, maquiagem para lábios, olhos, preparações para manicures e pedicures, fórmulas para alisamento ou ondulação de cabelos, laquês, espuma de barbear, sais perfumados e outras preparações para banho e perfumes de ambientes.

A medida foi publicada ontem no Diário Oficial da União. Pelo decreto, empresas de um mesmo grupo fabricante de cosméticos devem passar a pagar o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre suas vendas no atacado. Anteriormente, essa cobrança incidia apenas sobre as vendas na indústria. Assim, embora a alíquota não tenha subido, haverá aumento da carga tributária.

BOM DIA!!!


DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

Mulheres proibidas de cuidar da estética

Total solidariedade à deputada Alice Portugal (PCdoB) na luta para que seja reaberto o salão de beleza da Câmara dos Deputados.

Realmente, não se pode imaginar de que tipo de sensibilidade veio a tão infeliz ideia do fechamento.

jan
30
Posted on 30-01-2015
Filed Under (Artigos) by vitor on 30-01-2015


Genildo, no portal de humor gráfico A Charge Online

jan
30
Posted on 30-01-2015
Filed Under (Artigos) by vitor on 30-01-2015


Corpo do promotor Nisman chega ao cemitério no município de La Matanza. / MARTIN
=================================================

DEU NO JORNAL ESPANHOL EL PAIS

Os restos do promotor Alberto Nisman foram enterrados nesta quinta-feira, 29, em uma cerimônia religiosa fechada ao público no cemitério judeu de La Tablada, no município bonaerense de La Matanza. Embora tanto o enterro quanto o velório do dia anterior no bairro portenho de Belgrano foram realizados na intimidade, o cortejo fúnebre que transportou os restos de Nisman foi aplaudido por centenas de argentinos que gritaram “justiça”, cantaram o hino do país e mostraram cartazes onde se podia ler “Todos somos Nisman”.

Durante a cerimônia de despedida no cemitério, a ex-esposa de Nisman e mãe de seus dois filhos, a juíza Sandra Arroyo Salgado, leu uma mensagem de despedida escrita por suas filhas e depois disse: “Os que que o conheceram sabem que isto não foi sua decisão. Temos a certeza de que isto foi obra de outras pessoas”, segundo informa o jornal Clarín.

Os legistas que realizara a autópsia de Nisman – que em 19 de janeiro foi encontrado morto no banheiro de sua casa com um tiro na têmpora – afirmaram que não houve intervenção de terceiros em sua morte. Mas boa parte da sociedade está convencida de que o promotor, encarregado de investigar o atentado terrorista contra a Associação Mutual Israelense de Buenos Aires e que tinha acusado a presidenta Cristina Fernández de encobrimento do Irã, foi assassinado. Por isso, centenas de argentinos aproveitaram a passagem do cortejo fúnebre para voltar a reclamar justiça, assim como fizeram milhares de pessoas na segunda-feira, dia 19 de janeiro nas principais cidades do país.

As filhas de Nisman, Lara e Kala, menores de idade, publicaram uma mensagem de despedida na seção de anúncios fúnebres do jornal La Nación: “Papai, nós, suas filhas, Lara e Kala, só precisávamos de você, sua presença para dividir os bons momentos. Hoje nos despedimos de você, sabendo de sua dedicação ao trabalho. Esperamos que agora possa estar em paz. Nós guardamos em nosso coração os lindos momentos vividos juntos.” Junto à mensagem das meninas, a ex-esposa de Nisman escreveu: “Transito este momento com desconcerto e profunda dor por nossas filhas. Despeço-me de você com o desejo de que encontre a paz, que sua entrega ao trabalho não permitiu que desfrutasse com plenitude.”

Durante a tarde e noite da quarta-feira, foi realizado o velório de Nisman ao qual assistiram, entre outros, o embaixador dos Estados Unidos, Noah Mamet, e os principais dirigentes da comunidade judaica argentina. À tarde, vários participantes destruíram a coroa de flores enviada pela promotora-geral, Alejandra Gils Carbó, que é classificada pela imprensa mais crítica ao Governo de “ultrakirchnerista”. A promotora foi recebida entre vaias, insultos e assobios por dezenas de pessoas que se encontravam fora do recinto onde era realizado o velório.

  • Arquivos