Levy em Davos, Dilma na Bolívia

==============================================

DEU NO EL PAIS

Em sua primeira viagem internacional do segundo mandato, a presidenta Dilma Rousseff participa nesta quinta-feira da posse do mandatário boliviano, Evo Morales, em La Paz. Retribui assim o gesto do esquerdista que veio à inauguração do novo Governo brasileiro, em 1º de janeiro, e contribui para reduzir as asperezas da relação bilateral –Morales chegou a se queixar publicamente em 2014 porque a brasileira jamais visitou seu país em seus primeiros quatro anos na presidência.

Para ir à Bolívia, Dilma cancelou a ida ao Fórum Econômico de Davos, na Suíça, o que foi visto menos como deferência a Morales e mais como parte da estratégia de fazer ecoar, sem ruídos, as novas diretrizes do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, entre os investidores internacionais. Em menos de um mês, Levy anunciou alta de impostos, fim de subsídios e métodos mais transparentes na contabilidade estatal. O ministro não poupou críticas, muitas vezes explícitas, à ordem anterior e a leitura é que seria no mínimo constrangedor para Dilma ter que responder sobre a guinada de rumo no evento europeu.

Desde que as mudanças econômicas começaram, Dilma não comentou nem deu entrevistas.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos