DEU NO PORTAL DE NOTÍCIAS EUROPEU TSF

O Presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, anunciou em rede de TV que viajará hoje, 5, para a China, para procurar apoio financeiro após a queda do preço do petróleo, num périplo que o levará também a vários países da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

Numa declaração transmitida pela rádio e pela televisão, Nicolás Maduro disse que vai à China «a convite do seu colega chinês, Xi Jinping, para trabalhar em diversos projetos de caráter econômico, financeiro, energético, tecnológico, educativo e relativos ao desenvolvimento».

O chefe de Estado da Venezuela sublinhou que esses novos projetos são particularmente importantes num contexto marcado por uma «extraordinária queda do preço do petróleo».

Maduro vai também participar na cúpula China-CELAC (Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos) que se realiza a 08 e 09 de janeiro.

O preço do barril de petróleo venezuelano caiu mais de 50% desde junho de 2014, estabilizando nos 46,97 dólares em dezembro.

Apesar de a Venezuela ter as maiores reservas de crude do mundo, as suas finanças estão num estado calamitoso devido à queda dos preços, já que o país depende fortemente das suas receitas do petróleo, que lhe garantem 96% das suas divisas.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos