Caetano e Ademar:relações rompidas
=====================================

DEU NO JORNAL DA CIDADE

Uma bomba explodiu nesta terça-feira no campo político na cidade de Camaçari. O ex-prefeito e deputado federal eleito Luiz Caetano (PT), em conversa com O Jornal da Cidade anunciou o rompimento político com seu pupilo, o atual prefeito do município, o também petista, Ademar Delgado.

A aliança entre Caetano e Ademar não durou nem dois anos de governo, e não resistiu às diferenças claras de estilo político e de gestão de ambos.

A ruptura se deu após muitos meses de críticas de Caetano à atual gestão. Sempre que tinha oportunidade de conceder entrevistas, o ex-prefeito não perdia uma oportunidade de alfinetar o alcaide e sua forma de administrar a cidade. Até mesmo a deputada estadual Luiza Maia (PT), esposa de Luiz Caetano, vinha fazendo críticas públicas ao gestor de Camaçari.

Ao Jornal da Cidade, Luiz Caetano justificou o rompimento,”Ademar não ouve ninguém, não atende ninguém, não quer corrigir os erros da gestão, então tomei essa atitude”, disse ele.

Perguntado se vai dar orientação aos secretários e outros cargos de confiança indicados por ele, para que entreguem os cargos, Caetano foi objetivo:”Ainda não, ainda não há essa orientação. Por enquanto essa é uma decisão e uma posição pessoal minha, mas vamos avaliar os desdobramentos.”
Sobre o posicionamento dos vereadores petistas e aliados, nossa reportagem também quis saber se Luiz Caetano passara alguma orientação quanto ao posicionamento político nas votações no legislativo municipal. “Não passei nenhuma orientação, mas vamos discutir isso dentro do partido e tomar posição também na câmara de vereadores no momento certo. Ainda não é o momento”, disse ele.

Perguntado quais seriam os próximos passos, Caetano afirmou que vai começar a reunir pessoas e partidos, visando as eleições de 2016. “Quero conversar com algumas lideranças da oposição, que estejam dispostas a construir um caminho novo na política de Camaçari”, concluiu Caetano.

O prefeito Ademar Delgado foi eleito em 2012, com o apoio de caetano e o grupo político liderado por ele. Foi secretário de Administração, e alçado à candidato à prefeito por uma escolha pessoal do seu líder. Na época, lideranças e militantes petistas questionaram muito essa escolha.Muitos queriam que o deputado Estadual Bira Corôa fosse o candidato. Bira é professor de carreira, e um dos fundadores do PT no município. Mas Caetano bancou sua escolha, e numa eleição disputada, Ademar venceu com pouco mais de 7 mil votos de frente.

Agora é esperar os próximos acontecimentos. De qualquer forma, esse posicionamento do récem eleito deputado federal, “joga lenha na fogueira”, nas articulações durante o ano de 2015 para o pleito de 2016. Com o “racha”, parte dos que hoje seguem Ademar, deixará o prefeito e se unirá á Caetano. Por outro lado, muitos vão optar por permanecer no governo e apoiar Ademar, numa quase certa tentativa de reeleição.

A oposição assiste de camarote, apostando todas as fichas para que o tumulto gerado por essa posição de Luiz Caetano, possa dividir as fileiras petistas e aliadas, e com isso, enfraquecer o grupo político que comanda a prefeitura de uma das cidades mais ricas e importantes da Bahia há 10 anos.

Nossa reportagem entrou em contato com o prefeito Ademar Delgado através da sua assessoria para comentar as declarações de Luiz Caetano, mas não obtivemos resposta.

Be Sociable, Share!

Comentários

Joana Maria de Jesus on 29 dezembro, 2014 at 18:06 #

Espero que a oposição esteja bem atenta a esta jogada do PT sobre o rompimento de Caetano e Ademar,issso é uma grande mentira!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos