Bradley: o suspeito para a polícia americana

=============================================

DEU NO PÚBLICO, DE LISBOA

Rita Siza

A polícia do estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, está à procura de um homem de 35 anos, suspeito de ter matado a tiro seis pessoas e ferido outras três, em diferentes localidades próximas da cidade de Filadélfia.

Todas as vítimas têm ligação familiar com o suspeito, identificado pela polícia como Bradley William Stone, de 35 anos. Segundo as autoridades, o suspeito encontra-se em fuga, está armado e é considerado perigoso.

Um porta-voz do Exército confirmou que o suspeito esteve alistado nas reservas dos fuzileiros dos EUA entre 2002 e 2011, quando foi desmobilizado no posto de sargento. A mesma fonte indicou que Bradley Stone cumpriu um destacamento na guerra do Iraque, como especialista de artilharia.

Stone teria começado por disparar sobre a ex-mulher, dentro da casa desta, em Harleysville. Os vizinhos disseram ter ouvido os gritos dos dois filhos do casal durante o tiroteio, e mais tarde visto o homem fugindo, levando duas crianças com ele. Segundo a imprensa norte-americana, o motivo para o ataque poderá ter sido uma disputa pela custódia dos menores, que foram encontrados pela polícia a curta distância da residência da mãe.

Depois o suspeito dirigiu-se ainda à casa da antiga sogra em Lansdal, matando-a a ela e à mãe, de 75 anos, e seguiu para a localidade de Souderton, onde mora o ex-cunhado. A polícia encontrou três vítimas nessa casa, mas não divulgou ainda a sua identidade.

Todos os locais situam-se no mesmo condado de Montgomery. As autoridades emitiram um alerta para que a população se refugiasse em casa, e pediram o encerramento de todas as escolas.

A polícia montou um cerco à casa onde se supõe que Bradley Stone possa estar refugiado, mas por enquanto a sua presença no local não foi confirmada.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos