DEU NO PORTAL IG

Por Marcello Ribeiro Silva

SÃO PAULO – Nem mesmo a derrota nas urnas abalou a imagem positiva que a ex-candidata à presidência pelo PSB, Marina Silva, construiu ao longo dos últimos anos no cenário internacional. A ex-senadora aparece na lista das mulheres mais influentes de 2014, elaborada pela revista semanal FT Magazine, do jornal britânico Financial Times.

De acordo com o site oficial da publicação, a lista inclui as mulheres que deixaram a sua marca como líderes, ativistas e lutadoras em um ano difícil para o mundo.

A lista aponta Marina como a mulher mais influente na política em 2014. Dilma Rousseff, que foi reeleita, não foi citada. A FT destaca que Marina – que saiu da pobreza e foi analfabeta até os 16 anos – se tornou uma política visionária e candidata ao comando do Planalto em duas oportunidades.
A lista da FT Magazine aponta Marina como a mulher mais influente na política em 2014 . A lista da FT Magazine aponta Marina como a mulher mais influente na política em 2014 (Facebook/ Marina Silva)

“Uma seringueira analfabeta, que trabalhou na Amazônia até os 16 anos, e se tornou senadora, ministra do meio ambiente e candidata à presidência duas vezes”, descreveu a publicação.

Além de Marina, outros nomes aparecem na lista das mulheres mais influentes do ano, como a ativista pelo clima Naomi Klein; Laura Poitras, jornalista que divulgou as informações da Agência de Segurança Nacional americana; Joanne Liu, líder da ONG Médicos Sem Fronteiras e ativista contra o Ebola; Ana Botín, presidente do Banco Santander; e Arundhati Bhattacharya, a primeira mulher a presidir o State Bank of India.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos