Cantanhede e Rodrigues:entre os 25 demitidos

===============================================================

DEU NO COMUNIQUE-SE (PORTAL ESPECIALIZADO EM NOTÍCIAS DE BASTIDORES DA IMPRENSA)

Os leitores da Folha de S. Paulo vão perder, a partir desta sexta-feira, 7, os textos publicados pelos jornalistas Eliane Catanhêde e Fernando Rodrigues. Ambos escreviam para a página 2, na coluna ‘Brasília’, de maneira alternada. Eliane às terças, quintas, sextas e aos domingos. Rodrigues às quartas e aos sábados. Além deles, após 20 anos, o fotógrafo Joel Silva também foi demitido. Os profissionais deixaram o jornal nos recentes cortes. O veículo afirma que os “desligamentos são pontuais”.

Nesta semana, ao menos 13 profissionais de redação foram dispensados da Folha. “O jornal realiza no final deste ano desligamentos pontuais, além de um corte nas despesas de custeio, a fim de ajustar o seu orçamento ao mau desempenho das receitas publicitárias, fruto da estagnação prolongada da economia brasileira”, alegou a empresa.

Eliane não escreveu seu texto de despedida na Folha. Para falar sobre o assunto, a jornalista publicou no Twitter uma mensagem. “Amigos, aviso geral: amanhã eu não escrevo mais a coluna na Folha. Foi bom enquanto durou”, escreveu. Desde 1997 no jornal da família Frias, ela assinava a coluna ‘Brasília’. Em sua trajetória, ela cobriu eventos como o fim da ditadura militar, as Diretas Já, a constituinte e os governos de José Sarney, Fernando Collor, Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso e Luíz Inácio Lula da Silva. Além disso, ela passou por redações como Jornal do Brasil, Veja, O Globo, Gazeta Mercantil, Estadão e SBT. Ela segue como comentarista da Globonews e da Rádio Metrópole da Bahia.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos