nov
03

===============================================

DEU NO JORNAL ESPANHOL EL PAIS (EDIÇÃO DO BRASIL)


Cinco anos depois da publicação no Brasil do romance Leite Derramado , que em Portugal foi editado pela Dom Quixote, Chico Buarque regressa à literatura com O irmão alemão. É o seu quinto romance.

O livro irá para as livrarias brasileiras no dia 14 de Novembro e segundo a editora brasileira Companhia das Letras, que esta segunda-feira divulgou a notícia, é “um romance em busca da verdade e dos afeitos”. O escritor fez 70 anos em Junho.

A editora disponibilizou também um booktrailer em que o escritor lê um dos capítulos do seu novo livro que começa assim: “Calma, Ciccio, disse minha mãe, quando já crescido lhe perguntei por que meu pai não escrevia um livro, uma vez que gostava tanto deles. Ele vai escrever o melhor libro del mondo, disse arregalando os olhos, ma prima tem que ler todos os outros.

“A biblioteca do meu pai contava então uns quinze mil livros. No fim superou os vinte mil, era a maior biblioteca particular de São Paulo, depois da de um bibliófilo rival que, dizia meu pai, não havia lido nem um terço do seu depósito. Calculando que ele tenha acumulado livros a partir dos dezoito anos, posso tirar que meu pai não leu menos que um por dia. Isso sem contar os jornais, as revistas e a farta correspondência habitual, com os últimos lançamentos que por cortesia as editoras lhe enviavam.

“A grande maioria destes ele descartava já ao olhar a capa, ou após uma rápida folheada. Livros que jogava no chão e mamãe recolhia de manhã para juntar no caixote de doações à igreja. E quando porventura ele se interessava por alguma novidade, sempre encontrava algum pormenor que o remetia a antigas leituras. Então chamava com seu vozeirão: Assunta! Assunta!, e lá ia minha mãe atrás de um Homero, um Virgílio, um Dante, que lhe trazia correndo antes que ele perdesse a pista. E a novidade ficava de lado, enquanto ele não relesse o livro antigo de cabo a rabo.

“Por isso não estranha que tantas vezes meu pai deixasse cair no peito um livro aberto e adormecesse com um cigarro entre os dedos ali mesmo na espreguiçadeira, onde sonharia com papiros, com os manuscritos iluminados, com a Biblioteca de Alexandria, para acordar angustiado com a quantidade de livros que jamais leria porque queimados, ou extraviados, ou escritos em línguas fora do seu alcance. Era tanta leitura para pôr em dia, que me parecia improvável ele vir a escrever o melhor libro del mondo.”

O livro ainda não tem data de publicação em Portugal. Cecília Andrade, a editora Dom Quixote, disse ao PÚBLICO que vai tentar publicá-lo durante o próximo ano.

Na biografia de Chico Buarque existe um irmão alemão. O seu pai, o historiador Sérgio Buarque de Holanda (1902-1982) quando viveu na Alemanha teve um filho de Anne Margerithe Ernst: Sérgio Georg Ernst, que terá nascido em Berlim nos anos 1930. Apesar das tentativas da família Buarque para o encontrar, nunca foi possível.

Leite Derramado recebeu o Prêmio Jabuti de Livro do ano.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos