out
29
Postado em 29-10-2014
Arquivado em (Artigos) por vitor em 29-10-2014 12:11

Há trinta anos, num mês de outubro, morria um dos mestres da Nouvelle Vague, François Truffaut (1932-1984).

“Enfant terrible” da revista Cahiers du Cinéma, onde desceu o sarrafo em nomes sagrados do cinema francês e ajudou a modernizar a crítica, Truffaut levou os jovens diretores de sua geração à primeira vitória em Cannes, com “Os incompreendidos” (1959), que é também seu primeiro trabalho com Jean-Pierre Léaud, intérprete do alter-ego Antoine Doinel. Antes do rompimento da amizade, ele e Godard se tornaram rapidamente dois dos mais influentes cineastas internacionais, com impactos em nosso Cinema Novo.

Celebrando a memória do diretor francês, o Bahia em Pauta publica um trecho do filme “Jules et Jim” (1962) em que Jeanne Moreau canta”Le tourbillon”, de Bassiak.

Saudades, Truffaut!

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos