í
Soneto de Aniversário

Vinicius de Moraes

Passam-se dias, horas, meses, anos
Amadureçam as ilusões da vida
Prossiga ela sempre dividida
Entre compensações e desenganos

Faça-se a carne mais envilecida
Diminuam os bens, cresçam os danos
Vença o ideal de andar caminhos planos
Melhor que levar tudo de vencida

Queira-se antes ventura que aventura
A medida que a têmpora embranquece
E fica tenra a fibra que era dura

E eu te direi: amiga minha, esquece
Que grande é este amor meu de criatura
Que vê envelhecer e não envelhece

==========================================
Marcita:

Receba com as palavras dos versos maravilhosos do “poetinha” os parabéns, o afeto e votos de felicidade ( a mais plena possível) deste libriano também nascido em um 19 de outubro, que a admira mais a cada ano.

Nos encontraremos logo mais, neste domingo, na Igreja do Bonfim, para o abraço mútuo que trocamos há décadas.

Desta vez, no dia também do batizado de Beatriz, a primogênita tão amada de Tiago e Dani, sua primeira e aguardada neta.

Ouçamos também uma canção para comemorar a data.

(Vitor Hugo )


==================================================================


Be Sociable, Share!

Comentários

rosane Santana on 19 outubro, 2014 at 8:28 #

Parabéns, Marcia! Parabéns, Vitor! Longa vida, saúde e paz para os dois. Tim, tim, como diz Olívia. E para Beatriz, que que o mundo seja seu parceiro em todas as conquistas e alegrias que virão.


luiz alfredo motta fontana on 19 outubro, 2014 at 9:32 #

Caro Vitor

Aprendi, durante estes anos, a admirar a sensibilidade poética deste baiano vestido da singeleza de “VHS”.

Incrível, já faz anos que te leio com o mesmo prazer de quando o descobri no Blog do Noblat, em épocas de vaidades extremas, de nonsense com o então moderador, o Zé Luís, que terceirava, a preço de banana o ofício de manter na linha os comentários.

Assisti o início deste Bahia em Pauta, tornei-me assíduo leitor, como também, impertinente comentarista. Descobri Janios, Volneis, Reginas, entre tantos, sem contar a pitada de saudade de Ivan de Carvalho.

Sou grato, mais do que tudo grato, por você manter esse cantinho, por poder a cada dia sorrir um pouco, chorar outro tanto, além de resmungar nos comentários, é claro.

Já nem sinto falta do Blogbar do Fontana de antes, em que a política era mesa certa, hoje o reinaugurei apenas com poesia, nada além da poesia, que me redime. No teu Bahia em Pauta, respingo meu humor e inquietude com os horrores a que estamos sujeitos neste país nem tão varonil.

Te abraço e cumprimento, como também a Marcia, ao mais, de maneira bem egoísta, pleiteio a Xangô que mantenha essa pauta por muito tempo, além do que consigo divisar.


Mariana Soares on 19 outubro, 2014 at 10:37 #

Como o Poeta, também, lhe agradeço por este espaço, onde nos encontramos todos os dias, os Soares, e tantos outros com quem compartilhamos idéias, opiniões e momentos da vida, sem nem de longe parecer que nunca nos encontramos uma vez sequer. Quem disse que nas ondas da internet não cabe amor, encantamento e grandes encontros?
Para você desejo tudo de melhor que houver nesta vida…e muita saúde, alegria e disposição para seguir nas lutas diárias…
Parabéns e muitas felicidades!!!
Celebre seu dia com sua querida Margô, bons amigos, boa música, boa comida e um bom vinho, como aprecias.
Daqui te mando meu abraço pleno de carinho, amor, amizade e uma baita admiração.
Muitos beijos e abraços da mana Mariana.
Tim Tim!!!


Mariana Soares on 19 outubro, 2014 at 10:41 #

Para Marcia, outra querida aniversariante do dia, desejo dias sempre coloridos, cheio de muito amor e alegria.
Muita saúde, querida, e todo amor que houver nesta vida para você!
Feliz aniversário!!!
Beijos, Mariana


Graça Azevedo on 19 outubro, 2014 at 10:51 #

Caro Vitor, 19 de outubro foi, desde sempre, uma data marcante para mim: aniversário da minha saudosa mãe e do poeta Vinícius.
Hoje a data me traz a alegria do amigo sempre presente através do blog.
Muitas felicidades junto a Margô, aos Soares todos e aos amigos que o admiram, como eu.
Como diz Olivinha: Tim, Tim!


Graça Azevedo on 19 outubro, 2014 at 10:54 #

Um abraço para Márcia, que não conheço, mas de quem ouço maravilhas!


regina on 19 outubro, 2014 at 12:54 #

Caro mano Hugo, dia de aniversário na casa dos Soares, é dia de festa, ainda que seja comemorado com um simples bolo que Dona Jandira costumava ela mesma bater e reunir a familia em torno dele para celebrar o nascimento de cada um de nós. Conhecendo a familia Cardoso (parabéns Márcia e familia) posso assegurar que a festa só se alarga e esquenta… Portanto vc e Márcia estarão, com certeza, bem comemorados e “bebemorados” nesse dia de Domingo que, se não me engano, marca seus 70 anos de boa vida!!!! (Mariana que me corrija, se estiver errada).
Um grande marco sem duvida, sete décadas bem marcadas, uma história que passa em nossas mentes como no cinema cheia de cores e emoções!!! Vc, o primogênito, o queridinho da mamãe, exerceu e exerce sobre nós uma influência que vem principalmente através da singeleza e suavidade de caráter que disfarça um lutador feroz pelos direitos humanos e pela vitória do amor contra o rancor.
Meus filhos, Gabee e Pablo, lhe adoram e mando o abraço que, em realidade, gostariam de levar pessoalmente. Sua mana, aqui nessa Santa Rosa outonal, linda como sempre e gostosa de viver, como vc constatou na sua visita recente, toma um vinho suavemente, degustando as notas e deixando esse filme rolar… risos, lágrimas, emoções e esperança de que a vida siga para nós como um sopro de vento do mar, com cheiro, cor e sabor….

Quero apenas cinco coisas..
Primeiro é o amor sem fim
A segunda é ver o outono
A terceira é o grave inverno
Em quarto lugar o verão
A quinta coisa são teus olhos
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser… sem que me olhes.
Abro mão da primavera para que continues me olhando.

Pablo Neruda


Olívia Soares on 19 outubro, 2014 at 13:53 #

Parabéns pra você Vitor Hugo, nesta data tão querida de todos nós. Tim! Tim!
Parabéns, Marcia, muitas alegrias em sua vida.


Mariana Soares on 19 outubro, 2014 at 17:15 #

Bingo, Regina! Na mosca!


Gilson Nogueira on 20 outubro, 2014 at 8:46 #

GRANDE VÍTOR, AINDA QUE TARDIO, MEUS PARABÉNS! O ABRAÇO, A CADA SEGUNDO, POR SUA GRANDEZA COMO PESSOA, COMO SER HUMANO ÚNICO, ESPECIAL! POR SUAS QUALIDADES DE PROFISSIONAL DO DIREITO E DO JORNALISMO, ALIADAS AO SEU CARÁTER EXEMPLAR, PEÇO A DEUS QUE O CONSERVE POR MUITOS E MUITOS ANOS! GRANDE ABRAÇO! FELICIDADES!SARAVAMOS NESSA!


Carlos Volney on 20 outubro, 2014 at 13:12 #

Também tardiamente compareço, ao “apagar das luzes”, para cumprimentar esse exemplo de ser humano que é o mestre Vitor Hugo.
Gosto de desejar às pessoas que habitam meu universo afetivo, saúde, paz e sorte e é isso portanto que faço aqui.
De resto, queremos continuar tendo sempre o privilégio de acompanha-lo aqui.
Por fim, permita-me registrar meu envaidecimento por ser citado por uma figura do quilate do poeta Fontanna.
TIM TIM.


Tiago on 20 outubro, 2014 at 15:00 #

Belíssimas homenagens!
Grande abraço!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos