Lídice com Wagner e Rui:volta ao ninho

===============================================================


Eliana com Marina: agora é Aécio

================================================================


DEU NA COLUNA POLÍTICA RAIO LASER, DA TRIBUNA DA BAHIA

Apoio

lO apoio da senadora Lídice da Mata (PSB) à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT), anunciado ontem com pompa e circunstância na presença do governador Jaques Wagner e do governador eleito, Rui Costa, foi amplamente utilizado pela equipe da petista como mais uma demonstração de que faixas do partido com o qual a ex-senadora Marina Silva concorreu à Presidência da República correm na sua direção.

Antes de Lídice, a candidata ao Senado em sua chapa, Eliana Calmon, anunciou apoio ao presidenciável Aécio Neves, do PSDB, embora não tenha montado um evento para informar o fato, mesmo tendo tido mais votos que a senadora durante a última campanha estadual.

Semblante
Amigos da senadora Lídice da Mata (PSB) avaliavam ontem que ela não estava tão animada no evento em que anunciou apoio a Dilma. Alguns atribuíram sua fisionomia pouco satisfeita ao cansaço decorrente da campanha.

Outros, à frustração normal que qualquer campanha derrotada sofre, principalmente quando os credores começam a bater à porta.

Sem caneta
Ao se referir ao governador Jaques Wagner, ontem, quando presidia a reunião em que anunciou apoio a Dilma Rousseff, a senadora Lídice da Mata brincou com a sua nova condição de governador em vias de ser sucedido.

“A vida é assim. Acaba, é duro, quando a caneta deixa de funcionar”, afirmou, arrancando risadas, e ouvindo de Jaques Wagner de volta: – Já não estou nem usando (a caneta)!

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontana on 17 outubro, 2014 at 11:15 #

O chato é que Lídice tem mais 4 anos no senado.

Será tedioso acompanhar os discursos sofríveis que esta senhora costuma fazer da tribuna do senado, ainda mais vazios, pois não caberá louvações diárias a Wagner. Os baianos fizeram bem em lhe negar votos para o governo, nós, os brasileiros, pagaremos a conta nestes intermináveis 4 anos que lhe restam no senado federal.

Vida que segue.


luiz alfredo motta fontana on 17 outubro, 2014 at 15:25 #

A atual fauna política deveria figurar nos circos mambembes fazendo companhia à mulher barbada.

Não passa de um velho e carcomido “circo de horrores”.

Nenhuma estatura para pleitearem cargos eletivos.

Confesso, ando cansado, tamanha a falta de respeito e dignidade.

Não votei nesta eleição por absoluta falta de opção e uma sincera repulsa ao cheiro que emana destas urnas.


luiz alfredo motta fontana on 17 outubro, 2014 at 15:45 #

Precisamos urgentemente parar de fabricar mitos, essa compulsão de ver um democrata, ou estadista, em qualquer ator menor de uma pequena arrogância, aqui ou ali, ou a tolice de transformar simpatia à vítimas de ocasião em ideologia.

Incrível, esquecemos o que é democracia, o que é democrata, esquecemos até o que é dignidade.

Ficamos inertes, quando muito palpitando sobre “fundamentos” da economia, enquanto eles, os eleitos e candidatos tudo fazem para manterem a passividade paquidérmica de “nosotros” em benefício do mesmo sistema que os financia e promove.

Não é mais a velha luta “esquerda e direita’ e sim a total inexistência de representação.

Não se dão ao trabalho de, sequer, apresentar planos de governo, preferem o discurso de marqueteiros, um verdadeiro e acintoso estelionato de esperanças e futuro.


luiz alfredo motta fontana on 17 outubro, 2014 at 15:48 #

E nesta pasmaceira, “Lídices” sobrevivem mesmo sem votos. Governo novo, novos cargos a perseguir. Quem bajulou Wagner não terá dificuldade em afagar Costa. Ou não?


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos