out
17


Aecio e Marina(sem coque):encontro em Sampa

==================================================================

DEU NO UOL/FOLHA

O primeiro ato público de Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB) foi marcado por trocas de elogios e uma declaração enfática de apoio e voto da ex-senadora para o tucano.

O presidenciável classificou a aliança como um momento histórico para a política e o mais importante de sua “caminhada” até aqui. Aécio disse que Marina teve um gesto de “brasilidade” e “patriotismo” ao apoiar sua candidatura.

Marina, que ficou fora do segundo turno, enalteceu a união em nome da “mudança”. “Algo maior do que nós só pode ser feito por todos nós. Tem que ter a humildade de entender que algo grandioso não se faz por um grupo, um partido ou uma pessoa”, declarou a pessebista.

O tucano ficou visivelmente emocionado ao agradecer o gesto. Disse que o fazia em seu nome e de sua família, momento em que embargou a voz.
Campanha Aécio Neves

A ex-adversária voltou a comparar o tucano com o ex-presidente Lula. Marina disse que a carta emitida por Aécio com compromissos com os programas sociais e a agenda da sustentabilidade representa, neste momento, o mesmo símbolo que a chamada “carta ao povo brasileiro” feita pelo petista em 2002.

Marina também criticou o “vale-tudo” da campanha da presidente Dilma Rousseff (PT). Sem citar a petista, afirmou que Aécio “se Deus quiser e o povo brasileiro, haverá de ganhar ganhando”.

O tucano, por sua vez, usou expressão similar para dizer que “ninguém que disputa uma eleição e destrói alguém vence”.

“Convoquei a presidente Dilma a fazer um debate de propostas. Disputa política não é guerra. Mas estejam certos que reagirei a todas as calúnias, todas as mentiras que transformaram essa eleição na pior dos últimos tempos”, afirmou.

O apoio de Marina a Aécio Neves, no entanto, pode estar mais atrapalhando do que ajudando, sugere pesquisa Datafolha. No primeiro levantamento feito pelo instituto, 13% dos eleitores respondiam que o apoio da ex-ministra do Meio Ambiente os faria “não votar” no candidato indicado. No intervalo de uma semana, essa taxa subiu para 23%.

O encontro de Aécio e Marina foi gravado pela equipe do tucano e será usado no programa de TV.

Segundo aliados, não há outro evento marcado, mas a pessebista tem dito estar à disposição de Aécio.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos