=========================================================

DEU NO UOL/FOLHA

ROGÉRIO PAGNAN
REYNALDO TUROLLO JR.
DE SÃO PAULO

O estudante Victor Hugo Santos, 20, que teve o corpo encontrado na raia olímpica da USP no mês passado, morreu afogado após ter consumido um tipo de droga novo no Brasil: o 25B-NBOMe.

Essa é a conclusão do laudo do Instituto Médico-Legal de São Paulo, ao qual a Folha teve acesso, e que será utilizado pela polícia para tentar responder o que aconteceu com o rapaz.

Santos participava de uma festa no velódromo da USP na madrugada de sábado, 20 de setembro. Segundo seus amigos, ele desapareceu após ir buscar cerveja sozinho.

Relataram ainda que o rapaz havia tomado uma bebida alcoólica conhecida como “Amnésia” (vodca, soda e suco em pó), oferecida pelos organizadores do evento.

O corpo só foi achado três dias depois, na terça. O laudo diz que a morte ocorreu entre o sábado e o domingo.

A substância encontrada é muito similar ao LSD, uma droga sintética que causa alucinações nos usuários.

Havia uma concentração de 1 nanograma por mililitro de sangue, o que provocou intoxicação aguda com reflexos no organismo do jovem.

“A este quadro de intoxicação, o qual já comprometia a vítima, somou-se […] o afogamento, que se constituiu na causa terminal da morte”, afirma o laudo.

Procurado, Ademar Gomes, advogado da família do estudante, disse que seria preciso esperar um pronunciamento oficial do resultado para poder comentá-lo, já que o inquérito corre em segredo.

Os pais do jovem disseram que o filho não tinha costume de usar drogas.

Segundo especialistas, drogas do tipo NBOMe são recentes no Brasil e se confundem com o LSD, mais conhecido.

Em novembro de 2013 a PM fez uma grande apreensão do que achava ser LSD (1.988 micropontos em selos) na zona sul de São Paulo. Mas a perícia apontou que se tratava de 25I-NBOMe (da mesma família do 25B-NBOMe, consumido por Santos).

“Sabemos que é uma droga potente”, disse o promotor Cássio Roberto Conserino, que move uma ação por tráfico envolvendo o NBOMe.

Be Sociable, Share!

Comentários

Rosana Frujuelle on 19 Abril, 2015 at 8:02 #

Dou aula na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro que os gestores das instituiçoes de ensino no pais precisam planejar ums campanha para alertar os jovens do perigo em participar dessas festas onde tudo é permitido. Essas festas regadas a drogas sintéticas nao é um fato isolado e isso tem causado danos visíveis aos nossos jovens. Temos que fazer algo.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos