out
10
Postado em 10-10-2014
Arquivado em (Artigos) por vitor em 10-10-2014 15:37

===============================================================

DEU NA COLUNA ESPLANADA / UOL/FOLHA

Leandro Mazzini

O marketing da campanha da presidente Dilma passou a esconder o PT na divulgação de seu material de campanha , em especial no segundo turno.

O desgaste do partido é tamanho junto à opinião pública que a sigla PT é apenas citada – quando há – nas letras miúdas da coligação no material (em placas, folders, banners, outdoors).

Adesivos para carros e materiais para as redes sociais priorizam a cor do partido e a imagem de Dilma. A campanha ficou personificada na imagem de Dilma, e só. Foco ficou para a luta dela contra a ditadura, no surgimento da campanha ‘Coração Valente’, a fim de sensibilizar o eleitor para sua trajetória.

Predominam no material a foto dela, de Lula, a cor vermelha e frases de efeito. A decisão de dissociar a imagem de Dilma – a gerentona técnica – do PT, o partido problema e manchado no noticiário, não agradou obviamente a todos na executiva. Mas assim foi decidido por quem manda.

Be Sociable, Share!

Comentários

jader on 10 outubro, 2014 at 21:03 #

Gostei do detalhe da Folha /uol. Procurando pelos em ovos. A minha grande expectativa será ver o Aecio colocar um pronunciamento de de apoio do príncipe dos sociólogos ( FHC ) no seu programa. Ninguém na Folha/uol nota ausência do grande guru de Aecio nos programas do PSDB . Espero que Aecio não faça como Alkimin e Serra que tiveram medo de associar a aquele que disse que os aposentados eram vagabundos e mais recentemente , que os nordestinos são ignorantes.
http://tudo-em-cima.blogspot.com.br/2012/09/uma-carta-aberta-fhc-que-merece-ir-para.html


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos