A equipe de reportagem que a estação de televisão norte-americana NBC enviou à Libéria vai ser repatriada para os Estados Unidos depois de o operador de câmara ter sido infectado com o vírus.

Ashoka Mukpo, um operador de câmara freelancer de 33 anos recrutado na terça-feira para viajar para a Libéria a serviço da NBC foi infectado com ébola, anunciou na última madrugada a própria estação de televisão, que decidiu repatriar toda a equipa para os Estados Unidos.

O operador de câmara está de quarentena num centro dos Médicos Sem Fronteiras junto do aeroporto de Monróvia, a capital da Libéria, país onde se registraram mais de metade das 3.338 vítimas mortais dos 7.178 casos registados.

De acordo com o pai deste operador de câmara, os médicos estão otimistas em relação ao seu estado de saúde. Mal chegue aos Estados Unidos será internado num centro especializado, enquanto o restante da equipe , que não apresenta qualquer sintoma, ficará de quarentena durante 21 dias.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos