out
01

DEU NO BLOG POR ESCRITO (DO JORNALISTA LUIS AUGUSTO GOMES)

OPINIÃO

Único recurso de Aécio é bater em Marina

Corre no meio político a lenda de que Aécio Neves comete um erro ao atacar, como vem fazendo há um mês, a candidatura de Marina Silva, com base no princípio de que, se são ambos de oposição, o alvo único deveria ser a presidente Dilma Rousseff, além do fato de que ele teria de preservar as relações para um possível acordo no segundo turno.

Mas a realidade, neste caso, é de simples interpretação: se, na visão da campanha de Aécio, Dilma está garantida na etapa final da disputa, a adversária direta de Aécio é Marina, e é ela que ele tem de ultrapassar se quiser manter vivo o sonho de vencer a eleição. Ficando em terceiro, pouco importará se ele continuará ou não amigo de Marina.

É uma situação mais ou menos semelhante à experimentada por Dilma quando, logo após a morte de Eduardo Campos, Marina deu um salto expressivo nas pesquisas de intenção de votos. Como Aécio seria, àquela altura, carta fora do baralho, à presidente nada restava senão atacar Marina para barrar seu crescimento e superá-la num eventual segundo turno.

Caso Marina houvesse mantido a grande perspectiva – que se chegou a alimentar – de ser a mais votada no primeiro turno, aí, sim, Aécio teria de concentrar seus ataques exclusivamente em Dilma. Sua postura atual, de “desconstrução” de Marina, é que lhe dá uma chance de avançar. Fazer as pazes com Marina será, então, outra etapa do processo

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos