set
18
Postado em 18-09-2014
Arquivado em (Artigos) por vitor em 18-09-2014 00:43


Bahia festeja triunfo no Maracanã

=================================================================

DEU NO IG

Em partida tumultuada, o Bahia derrotou o Botafogo de virada por 3 a 2, na noite desta quarta-feira, no Maracanã. O Alvinegro atuou com nove jogadores a partir dos 15 minutos do segundo tempo, em função das expulsões de Ramirez e Emerson Sheik. Vencia por 2 a 1, mas com a vantagem numérica, os visitantes criaram condições para reverter o resultado.

Um dos cartões vermelhos, porém, gerou o momento mais polêmico da partida. Ao deixar o gramado pela expulsão, Sheik chamou um cinegrafista, apontou para a câmera de TV e fez críticas à entidade que comanda o futebol nacional: “CBF, você é uma vergonha!”, reclamou o atacante, autor dos dois gols do Botafogo no Maracanã. “Vergonha! Vergonha! Vergonha! Vergonha!”, repetiu.

Antes da expulsão, ao levar cartão amarelo após uma falta cometida, Sheik também apontou para uma câmera e protestou: “CBF, essa é para você.”

Veja como está a classificação do Campeonato Brasileiro

A derrota fez o Botafogo cair para a 17ª posição, entrando na zona de rebaixamento, com 22 pontos, enquanto o Bahia saiu da zona do rebaixamento e agora ocupa a 16ª colocação, com 23. Na próxima rodada, o time carioca enfrentará o Criciúma, enquanto os baianos terão o Vitória pela frente.

O jogo

Armado com três atacantes, o Botafogo partiu para cima do Bahia em busca da marcação do primeiro gol. Só que o primeiro momento de perigo foi criado pelo Bahia, aos dois minutos. Rafinha invadiu pela direita e cruzou para Kieza na pequena área, mas a zaga alvinegra conseguiu bloquear o chute.

O Botafogo tentou reagir, sempre com atacante Rogério, que caía pelas extremas e levava vantagem sobre os laterais baianos. Aos 12 minutos, Zeballos fez ótima jogada individual, se livrando de vários marcadores, mas foi desarmado na hora em tentou o chute.

Aos 16 minutos, após cruzamento na área, Rogério se chocou com o goleiro Marcelo Lomba. O árbitro marcou falta,mas o goleiro se irritou e empurrou o atacante alvinegro. Pela atitude, Lomba recebeu cartão amarelo. No minuto seguinte, Emerson Sheik deu uma caneta em Emanuel Biancucchi e bateu para boa defesa de Marcelo Lomba.

Veja galeria de fotos da 22ª rodada do Campeonato Brasileiro
Jogadores do Flamengo comemoram gol de Alecsandro no jogo contra o Palmeiras. Foto: Gazeta Press

O Alvinegro carioca mostrava mais disposição ofensiva e pressionava em busca do primeiro gol. Aos 30 minutos, o Botafogo abriu o marcador. Ramirez recebeu na esquerda e cruzou para a entrada de Emerson Sheik que mergulhou e, de cabeça, colocou a bola nas redes. A resposta do Bahia só demorou um minuto. Após cruzamento na área, Kieza cabeceou e Dankler, ao tentar desviar para escanteio, colocou a bola nas redes de Jéfferson.

Os dois times passaram a atacar com mais entusiasmo em busca do desempate. O Botafogo voltou a ter grande chance,aos 35 minutos, quando Zeballos cabeceou com muito perigo.

O time de General Severiano desempatou, aos 42 minutos, em cobrança de pênalti executada por Emerson Sheik. O lance começou com boa jogada de Zeballos, que se livrou da marcação e chutou. O goleiro Marcelo Lomba desviou e a bola bateu na mão de Railan. Os protestos dos jogadores baianos de nada adiantaram e Sheik bateu no canto direito para marcar o seu segundo gol na partida.

O Bahia voltou modificado para o segundo tempo e muito mais agressivo. Aos quatro minutos, Maxi Biancucchi fez ótima jogada e chutou com perigo para o gol de Jéfferson. O time visitante seguiu pressionando e no minuto seguinte foi a vez de Rafinha penetrar e chutar cruzado, mas Jéfferson evitou o gol de empate com grande defesa.

Aos 11 minutos, o meia Ramirez disputou a bola com Uelliton, deu uma cotovelada no jogador baiano e recebeu cartão vermelho. Logo depois, o atacante Emerson Sheik também entrou duro sobre o mesmo Uelliton, recebeu o segundo cartão amarelo e deixou o Botafogo com apenas nove jogadores.

Para tentar se aproveitar da vantagem numérica, o técnico Gilson Kleina trocou o volante Rafael Miranda pelo meia Branquinho. Aos 26 minutos, Maxi Bianchucci fez boa jogada pela esquerda e cruzou para a entrada de Railan que cabeceou para fora.

Aos 28 minutos, o Bahia chegou ao empate. Maxi Biancucchi tabelou com Guilherme Santos e bateu sem chances para o goleiro Jéfferson. Aos 31 minutos, o goleiro alvinegro evitou o terceiro gol, ao fazer grande defesa em nova conclusão de Maxi Biancucchi.

O Botafogo tentava compensar a inferioridade numérica com muito empenho. Apenas Wallyson e Mamute atuavam mais à frente, tentando surpreender a defesa baiana em jogadas de velocidade. O Tricolor baiano trocava passes na entrada da área botafoguense, tentando provocar espaços na defesa alvinegra. Os baianos chegaram a colocar a bola nas redes,mas a arbitragem anulou a jogada, alegando impedimento.

Aos 45 minutos, o Bahia marcou o gol da vitória. Depois de boa troca de passes, Branquinho recebeu,dentro da área, e bateu rasteiro para anotar o terceiro gol, sem qualquer chance de defesa para o goleiro Jéfferson. O lateral Júlio César ainda foi expulso, por reclamação, após o fim da partida

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2014
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    2930