set
16

==================================================================

DEU NO UOL/FOLHA

MARINA DIAS

DE SÃO PAULO

A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, reconheceu nesta terça-feira (16) o que chamou de “sucesso” do PT mas disse que o partido da presidente Dilma Rousseff “repete a fórmula”, o que o torna “conservador”.

“Na década de 80, o PT tinha a palavra nova, produziu um processo de atualização. Alguém consegue imaginar a estrutura sindical no mesmo padrão getulista? Consegue imaginar a política sendo exercida pelos mesmos grupos? Não. Houve um atualização. O problema é que quando você tem sucesso a tendência é repetir a fórmula e, ao repetir a fórmula, você se torna um conservador e não consegue perceber a palavra nova, mas ela virá de alguma forma. Ninguém consegue reter”, disse a candidata durante encontro com empreendedores em São Paulo.

Desde que disparou nas pesquisas e se tornou a única via capaz de vencer Dilma no segundo turno, Marina está sob ataques do PT, partido do qual foi filiada por 24 anos. A candidata se diz vítima de “uma indústria de boatos e mentiras”, mas tem respondido publicamente aos petistas.

“Fiquei ouvindo que tudo o que sou hoje devo ao meu partido de origem. É engraçado que essa lógica também é válida para a sociedade. Você estuda, se esforça para comprar uma casinha, e nada disso tem a ver com seu esforço. Foi o Estado que lhe deu e você tem que ser grato para o resto da vida. Nunca mais você pode pensar em votar em outra pessoa ou partido, porque senão isso vai ser tirado de você”, afirmou.

Marina voltou a usar metáforas para falar sobre o momento político que está vivendo, comparando seus adversários à figura do “carrasco”. Desde a morte de Eduardo Campos, em 13 de agosto, a pessebista tem adotado discurso mais objetivo do que costumava fazer durante sua campanha em 2010, quando era candidata pelo PV ao Planalto.

“A palavra nova é vista pelo carrasco como uma heresia. Ele tem a palavra velha, que impede a mudança, que interdita a mudança. Então ele te acusa de heresia e corta seu pescoço, para que a palavra nova não circule. Eu vejo isso acontecendo no Brasil”.
Campanha Marina Silva
1 de 54
Luiz Carlos Murauskas/Folhapress
Anterior Próxima

AnteriorPróxima

REFORMA TRIBUTÁRIA

Marina reafirmou seu compromisso de enviar uma proposta de reforma tributária ao Congresso Nacional já no primeiro mês de seu governo, caso seja eleita em outubro. Entre os pontos, estão “a justiça tributária, a transparência e a simplificação”.

Em julho, quando era o cabeça de chapa, Campos se comprometeu a divulgar ainda em agosto a proposta de emenda constitucional com mudanças nos impostos do país que prometia apresentar no início de seu mandato, como antecipou a Folha.

Ao ser questionada nesta terça sobre o documento, a candidata afirmou desconhecer o compromisso do ex-aliado. Auxiliares da candidata, no entanto, garantem que serão divulgados textos para o segundo turno com a explicação de algumas propostas-chave, entre elas, a reforma tributária.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2014
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    2930