DEU NO G1

Pesquisa IBOPE-TV Globo: Dilma tem 36% e Marina tem 30%. Aécio sobe quatro pontos e agora está com 19%

Foi divulgada nesta terça-feira (16) a nova pesquisa Ibope para a corrida presidencial. Segundo o levantamento, a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) aparece na liderança com 36%, seguida de Marina Silva (PSB), 30%, e Aécio Neves, 19%.

Comparada com a pesquisa Ibope anterior, encomendada pela CNI (Confederação Nacional das Indústrias) e divulgada na última sexta-feira (12), Dilma caiu três pontos percentuais, e Marina, um ponto. Aécio foi o único a crescer no levantamento, subindo quatro pontos.

Neste levantamento anterior do Ibope, Dilma estava com 39%, Marina, 31%, e Aécio, 15%.

Posição dos candidatos:

– Dilma Rousseff (PT): 36%
– Marina Silva (PSB): 30%
– Aécio Neves (PSDB): 19%
– Pastor Everaldo (PSC): 1%
– Zé Maria (PSTU): 0%
– Luciana Genro (PSOL): 0%
– Eduardo Jorge (PV): 0%
– Rui Costa Pimenta (PCO): 0%
– Eymael (PSDC): 0%
– Levy Fidelix (PRTB): 0%
– Mauro Iasi (PCB): 0%
– Branco/nulo: 7%
– Indecisos: 6%

Segundo turno:

O Ibope fez três simulações de segundo turno. No primeiro, Marina e Dilma aparecem em empate técnico, considerando a margem de erro de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. A candidata do PSB tem 43% contra 40% da presidente.

Se o segundo turno fosse disputado por Dilma e Aécio, a petista venceria o tucano por 44% a 37%. O terceiro cenário mostra uma vitória de Marina sobre o candidato do PSDB, por 48% a 30%.

Na pesquisa espontânea, na qual os nomes dos candidatos não são apresentados, Dilma lidera com 31%, seguida de Marina, 24%, e Aécio, 15%.

O Ibope ainda perguntou em qual candidato os eleitores não votariam de jeito nenhum. Dilma é a mais rejeitada, com 32%, seguida por Aécio, 19%, Pastor Everaldo, 17%, Marina, 14%, Levy Fidelix, 12%, Zé Maria, 12%, Eymael, 11%, Luciana Genro, 11%, Mauro Iasi, 10%, Rui Costa Pimenta, 10, e Eduardo Jorge, 9%.

Avaliação de governo:

Na pesquisa de avalição do governo Dilma, o cenário permaneceu estável:

– Ótimo/bom: 37%
– Regular: 33%
– Ruim/péssimo: 28%
– Não sabe/não respondeu: 1%

Encomendada pela TV Globo, a pesquisa ouviu 3.010 eleitores em 204 cidades, entre os dias 13 e 15 de setembro.


Joaquim Barbosa de volta a eventos
públicos depois de aposentadoria

=====================================================

DEU NO UOL/FOLHA

Reeleição funciona como a mãe de todas as corrupções, diz Barbosa

FLÁVIO FERREIRA
DE SÃO PAULO

Na primeira palestra após ter se aposentado, o ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa afirmou nesta terça-feira (16) que a reeleição funciona como a mãe de todas as corrupções.

“Em países em fase de consolidação institucional, a reeleição funciona como a mãe de todas as corrupções”, disse Barbosa durante seu discurso no 13° Congresso Internacional de Shopping Centers, evento organizado pela Abrasce, entidade representativa dos shoppings do Brasil, na zona sul de São Paulo.

Barbosa atacou ainda o instituto da reeleição ao falar sobre mudanças que ele considera necessárias para o sistema institucional do país. O ex-ministro afirmou ainda que o período das campanhas deveria ser reduzido pela metade e que elas não levam informação aos eleitores. “Não acho que haja informação ao eleitor nesse sistema. Isso é um engodo”.

Barbosa também defendeu a adoção do voto distrital. Segundo ele esse mecanismo “mudaria muita coisa no Brasil e pelo menos conseguiríamos eleger um número razoável de pessoas qualificadas e com relação direta com os distritos”.

O ex-magistrado criticou o fato de o país ter mais de trinta partidos políticos em seu sistema eleitoral. “É absolutamente irracional o país ter 32, 33 partidos. Havia um mecanismo que iria reduzir sensivelmente o número de partidos no país, a cláusula de barreira. Por meio da cláusula de barreira os partidos só teriam viabilidade funcional se atingissem um certo percentual dos votos válidos. Ela iria entrar em vigor em 2010, mas uma decisão infeliz do Supremo Tribunal Federal impossibilitou a aplicação da cláusula de barreira.”

O ex-presidente do STF deve proferir outras quatro palestras na sequência, em Santa Catarina, agendadas pela ATA Palestras. Além de ministrar palestras, o ex-magistrado pretende, no futuro, trabalhar na área jurídica, elaborando pareceres.

==================================================================

DEU NO UOL/FOLHA

MARINA DIAS

DE SÃO PAULO

A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, reconheceu nesta terça-feira (16) o que chamou de “sucesso” do PT mas disse que o partido da presidente Dilma Rousseff “repete a fórmula”, o que o torna “conservador”.

“Na década de 80, o PT tinha a palavra nova, produziu um processo de atualização. Alguém consegue imaginar a estrutura sindical no mesmo padrão getulista? Consegue imaginar a política sendo exercida pelos mesmos grupos? Não. Houve um atualização. O problema é que quando você tem sucesso a tendência é repetir a fórmula e, ao repetir a fórmula, você se torna um conservador e não consegue perceber a palavra nova, mas ela virá de alguma forma. Ninguém consegue reter”, disse a candidata durante encontro com empreendedores em São Paulo.

Desde que disparou nas pesquisas e se tornou a única via capaz de vencer Dilma no segundo turno, Marina está sob ataques do PT, partido do qual foi filiada por 24 anos. A candidata se diz vítima de “uma indústria de boatos e mentiras”, mas tem respondido publicamente aos petistas.

“Fiquei ouvindo que tudo o que sou hoje devo ao meu partido de origem. É engraçado que essa lógica também é válida para a sociedade. Você estuda, se esforça para comprar uma casinha, e nada disso tem a ver com seu esforço. Foi o Estado que lhe deu e você tem que ser grato para o resto da vida. Nunca mais você pode pensar em votar em outra pessoa ou partido, porque senão isso vai ser tirado de você”, afirmou.

Marina voltou a usar metáforas para falar sobre o momento político que está vivendo, comparando seus adversários à figura do “carrasco”. Desde a morte de Eduardo Campos, em 13 de agosto, a pessebista tem adotado discurso mais objetivo do que costumava fazer durante sua campanha em 2010, quando era candidata pelo PV ao Planalto.

“A palavra nova é vista pelo carrasco como uma heresia. Ele tem a palavra velha, que impede a mudança, que interdita a mudança. Então ele te acusa de heresia e corta seu pescoço, para que a palavra nova não circule. Eu vejo isso acontecendo no Brasil”.
Campanha Marina Silva
1 de 54
Luiz Carlos Murauskas/Folhapress
Anterior Próxima

AnteriorPróxima

REFORMA TRIBUTÁRIA

Marina reafirmou seu compromisso de enviar uma proposta de reforma tributária ao Congresso Nacional já no primeiro mês de seu governo, caso seja eleita em outubro. Entre os pontos, estão “a justiça tributária, a transparência e a simplificação”.

Em julho, quando era o cabeça de chapa, Campos se comprometeu a divulgar ainda em agosto a proposta de emenda constitucional com mudanças nos impostos do país que prometia apresentar no início de seu mandato, como antecipou a Folha.

Ao ser questionada nesta terça sobre o documento, a candidata afirmou desconhecer o compromisso do ex-aliado. Auxiliares da candidata, no entanto, garantem que serão divulgados textos para o segundo turno com a explicação de algumas propostas-chave, entre elas, a reforma tributária.

Som na caixa, maestro.

Dá-lhe, Gil.

BOA TARDE

(Vitor Hugo Soares)


Dom Orani com o Papa Francisco…


…E com Marina Silva, no Rio de Janeiro

============================================================

DEU NO JORNAL DIÁRIO DE NOTÍCIAS, DE LISBOA

O cardeal Dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro, foi assaltado na noite de segunda-feira, 15, madrugada de hoje(16) em Portugal. O religioso acabara de celebrar uma missa e dirigia-se para uma rádio da cidade para participar de um debate, quando se deu o assalto. Assaltantes levaram tudo, mas pediram desculpa ao prelado.

Uma nota divulgada nas redes sociais, entre as quais a página do Facebook do cardeal Tempesta, revela que o veículo em que este seguia foi bloqueado por um automóvel em que se encontravam três homens armados, que obrigaram o prelado, o motorista, um seminarista e um fotógrafo que também se encontravam no veículo, a entregar tudo o que tinham consigo aos assaltantes. De acordo com uma reportagem da TV Globo, foram roubados a cruz e o anel cardinalício. E até a batina do seminarista foi levada pelos assaltantes. Possivelmente para ser usada como disfarce em futuros ataques.

Um assessor da arquidiocese do Rio afirmou mais tarde aos jornalistas que os assaltantes reconheceram o cardeal e lhe pediram desculpas, mas não desistiram de levar tudo o que conseguiram, ainda que deixando depois alguns objetos roubados num ponto não muito distante daquele onde se realizou o assalto. Inicialmente, teriam até intenção de furtarem o veículo do cardeal.

Segundo os jornais brasileiros, o local onde se deu o assalto, o bairro de Santa Teresa, tem sido palco de frequentes ações deste tipo, atendendo às suas características, com ruas de curvas acentuadas, o que dificulta a visibilidade, e a existência de algumas escadarias, o que facilita a fuga quando os assaltos são realizados por delinquentes que não utilizam veículos automóveis.

set
16

===============================================================

DICA CULTURAL DA JORNALISTA MARIA SOARES PARA O BAHIA EM PAUTA

O Sarau do João volta hoje, dia 16 de Setembro, às 21 horas, na sala principal do Teatro Castro Alves – TCA, reeditando a parceria com a ATCA – Amigos do Teatro Castro Alves, associação criada há pouco mais de um ano para apoiar os projetos da principal casa de espetáculo da Bahia.

No palco, o cantor Saulo Fernandes e o ator e apresentador Jackson Costa, além dos 16 talentosos intérpretes do Sarau do João: Carlos Eládio, Cinho Damatta, Celo Costa, Duo Âmbar, Joatan Nascimento, Luíza Britto, Grupo Mandaia, Maviael Melo, Priscila Magalhães, Jana Vasconcellos, Rita Tavarez, Salete Souza e Tom Tavares.

SERVIÇO

Sarau do João – O Grande Encontro de Artistas Baianos
Dia 16/09/2014, 21hr.
Local: Teatro Castro Alves – Foyer e Sala Principal
Endereço: Praça Dois de Julho, s/n, Campo Grande
Telefone: (71) 3535-0600

Ingresso: R$40,00 (inteira)

set
16
Posted on 16-09-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 16-09-2014


Sponhols, hoje, no jornal da Manhã (PR)

set
16
Posted on 16-09-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 16-09-2014


Marina no debate em SP para a área cultural

=============================================

DEU NO PORTAL IG

Em um de seus discursos mais longos e inflamados nesta campanha, a candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, falou grosso contra a candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) e seu padrinho político, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta segunda-feira (15) em São Paulo.

Marina Silva participou de evento em São Paulo que debateu propostas para a área cultural

Questionada sobre nova crítica do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que disse que a neosocialista pode perder seu programa de governo em razão de sua suposta instabilidade, Marina respondeu provocando:

“Estou fazendo debate com Dilma e Aécio. Não vou fazer embate nem com ele, nem com seus auxiliares”, disparou num encontro com artistas.

No mesmo ato, Marina defendeu sua fé, mas disse que a eleição generaliza evangélicos ao assegurar que prefere fazer campanha para um candidato ateu a um evangélico em quem não acredita.

Veja o perfil de Marina Silva

Em um discurso de 40 minutos, a candidata do PSB voltou se dizer vítima de “acusações infundadas” de seus adversários, que estariam fazendo dela uma verdadeira “exterminadora do futuro” ao insinuar que, ganhando a campanha, ela acabaria com o Bolsa Família, o pré-sal e o Minha Casa Minha Vida, programas federais de sucesso.

Para uma plateia de simpatizantes, se comparou aos pacifistas Martin Luther King, Mahatma Gandhi e Nelson Mandela ao dizer que não vai fazer com Dilma o que estaria recendo do PT. “A senhora [Dilma] não terá de mim o que estou recebendo de você”, afirmou antes de dizer que a presidente obedece a marqueteiros quando decide criticá-la. “Podem vir com mil marqueteiros que eu não vou atacar nem ela, nem Aécio.”

Estado laico

Para uma plateia composta por artistas, a pessebista tentou se descolar de candidatos evangélicos tradicionais, ao defender o Estado laico e dizer que a campanha eleitoral está misturando os perfis de evangélicos. “Pelo fato de eu ser evangélica, as pessoas pegam os excessos de alguns para generalizar”, disse. “O Estado é laico para proteger o meu direito de não negar a minha fé e o de você não ter fé.”

Para exemplificar, disse que, em 2010, trabalhou para eleger o ateu Fernando Gabeira prefeito do Rio de Janeiro. “Eu estava elegendo um prefeito laico porque ele era o melhor, embora tivessem candidatos evangélicos.”

Sempre haverá Paris, sim, como no diálogo de despedida dos amantes de “Casablanca”.

E sempre haverá o Quartier Latin em Paris, evidentemente.

Para todos os amantes.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares )

set
16

==================================================================

DEU NO PORTAL TERRA

Chico Buarque finalmente apareceu! O nome do músico, que é conhecido por suas fortes convicções políticas e ainda não havia se manifestado sobre as eleições de 2014, está presente no manifesto de apoio à reeleição de Dilma Rousseff (PT), lançado nesta semana pela equipe de campanha da presidente. Assim como ele, diversos outros artistas assinaram o texto, como Alcione, Angela Vieira, Beth Carvalho, Chico César, Chico Diaz, Leci Brandão, Leonardo Boff, Matheus Nachtergaele, Nelson Sargento, Paulo Betti, Tuca Moraes e Zezé Motta.
Saiba Mais

Ronaldo posta foto com Aécio no Instagram: “em família”

Artistas entram na briga e reforçam campanhas políticas

Educação: conheça as propostas de Aécio, Dilma e Marina

Lembra? Veja quem os artistas apoiaram em eleições passadas

“Nós consideramos que nunca o Brasil havia vivido um processo tão profundo e prolongado de mudança e de justiça social, reconhecendo e assegurando os direitos daqueles que sempre foram abandonados. Consideramos que é essencial assegurar as transformações que ocorreram e ocorrem no país, e que devem ser consolidadas e aprofundadas. Só assim o Brasil será de verdade um país internacionalmente soberano, menos injusto, menos desigual, mais solidário”, diz o manifesto, alegando ainda que “abandonar esse caminho para retomar fórmulas econômicas que protegem os privilegiados de sempre seria um enorme retrocesso”.

“O Brasil precisa, sim, de mudanças, como as próprias manifestações de rua do ano passado revelaram (…). O Brasil precisa urgentemente de uma reforma política. Mas precisa mudar avançando e não recuando. Necessita fortalecer e não enfraquecer o combate às desigualdades. O caminho iniciado por Lula e continuado por Dilma é o da primavera de todos os brasileiros. Por isso apoiamos Dilma Rousseff”, conclui.

Pages: 1 2

  • Arquivos

  • setembro 2014
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    2930