ago
29

===============================================================

——————————————————————————-

CRÔNICA

Conspiração dos Astros

Maria Aparecida Torneros

Pois é.
Os astros conspiram. Ontem, almoçamos juntas e falamos da nossa ida a Capri, em 2011, naquela bela e inesquecivel viagem à Itália. Você, repentinamente , está cursando e aprendendo a língua no instituto italiano de Cultura. Eu adoro o Peppino, de Capri, e hoje vi no site de um amigo, o registro do concerto dos seus 50 anos de carreira.Sabe Katia, sempre achei que nada acontece por acaso. Aquele lugar é mágico.

Fomos de barco, que pegamos em Nápoles, e retornamos à noite. Nosso dia foi repleto de atividades com o grupo. As paisagens nos inundavam de beleza, o mar oscilando de verde a azul, a famosa gruta de Capri que conseguimos atravessar com maré baixa e os sorvetes que devoramos durante a tarde, depois de um ponposo almoço. Clima de turismo em verão que começava.

Na barca, tanto na ida quanto na volta, gente do mundo inteiro. Pepino é a expressão romantica de um lugar privilegiado pela natureza. Capri é Capri. Oásis para ricos há decadas e ponto de encontro para turistas que vão em busca de alegria, beleza, italianidade, história.
Quando assisti o filme Tudo começou em Capri, com Sofia Lorem, há muito tempo atrás, me encantei com as imagens do lugar e jamais oensei que ali desembarcaria algum dia.

Katinha, estude mais o italiano, isso mesmo. E quem sabe, quando voltar àquela terra linda, exercite a língua, cante suas canções, lembre que Pepino nos honra com sua arte e está nos nossos corações. Pelo menos no meu, que nos velhos anos 60, cantarolava Roberta, ajudada pela colega de ginásio, Luzia Shamarella, que era filha de italianos e que perdi de vista, nesses 50 anos de muitas idas e vindas, viagens e coincidências próprias da vida que se embala e adentra pelo destino que nos surpreende sempre. Restar brindar e cantar Chanpagne para brindar cada novo encontro, cada novo lugar.
Boas viagens, amiga, a Tailandia, Bali e Las Vegas.

Mas não deixe de voltar naquela Itália que nos recebeu 3 anos atrás com muita pizza, sorvete, vinho e a cada cidade, foram muitas, uma surpresa, naquelas duas semanas de descobertas e muito “prego”, a palavrinha que eles não cansavam de repetir.

Cida Torneros, jornalista e escritora, editora do Blog da Mulher Necessária, mora no Rio de Janeiro

Be Sociable, Share!

Comentários

ermelinda rita on 29 agosto, 2014 at 6:11 #

Cida Torneros lembrou as belas coisas da Itália.Como falar de desse povo tão trabalhador ,alegre e que transborda calor humano sem lembrar de Pepino Di Capri.Que bela voz ,que lindas interpretações.Parabéns Cida pelo texto e por nos levar a sonhar com essa terra dos meus avós .


vangelis.a on 29 agosto, 2014 at 10:59 #

Nous n’irons plus jamais, Capri c’est fini…

https://www.youtube.com/watch?v=qTo1q5mk9io


Cida Torneros on 29 agosto, 2014 at 12:40 #

Grazie querida Ermê e grazie Vangelis. Amei!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos