==================================================================

DEU NO G1

em São Paulo

Pesquisa Datafolha sobre a corrida presidencial, divulgada nesta sexta-feira (29), indica uma situação de empate entre a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e a ex-senadora Marina Silva, candidata do PSB. Cada uma aparece com 34% das intenções de voto. A seguir, vem o senador Aécio Neves (PSDB), com 15%. Na pesquisa anterior do Datafolha, divulgada no último dia 18, Dilma tinha 36%, Marina, 21% e Aécio, 20%.

Na simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a ex-senadora alcançou 50% contra 40% da presidente. Na pesquisa anterior, Marina tinha 47% e Dilma, 43%.

ELEIÇÕES 2014

No levantamento desta sexta, Pastor Everaldo (PSC) obteve 2%. Os outros sete candidatos somados têm 1%. Segundo o levantamento, os que disseram votar branco ou nulo são 7%, mesmo percentual dos que não sabem em quem votar.

Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada (em que uma cartela com a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado):

– Dilma Rousseff (PT): 34%
– Marina Silva (PSB): 34%
– Aécio Neves (PSDB): 15%
– Pastor Everaldo (PSC): 2%
– José Maria (PSTU): 0% *
– Eduardo Jorge (PV): 0% *
– Luciana Genro (PSOL): 0% *
– Rui Costa Pimenta (PCO): 0% *
– Eymael (PSDC): 0% *
– Levy Fidelix (PRTB): 0% *
– Mauro Iasi (PCB): 0% *
– Brancos/nulos/nenhum: 8%
– Não sabe: 9%

(*) Os candidatos indicados com 0% são os que não atingiram 1% das intenções de voto; somados, os sete têm 1%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”. O Datafolha fez 2.874 entrevistas em 178 municípios nestas quinta (28) e sexta (29). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista.

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00438/2014

http://youtu.be/H5rTRnmDRMs

BOA NOITE!!!

ago
29
Posted on 29-08-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 29-08-2014


==========================================================
Jorge Braga, hoje, no jornal O Popular (GO)


=========================================================

DEU NO PORTAL DO JORNAL A TARDE

Biaggio Talento

O primeiro debate televisivo entre os postulantes ao governo da Bahia na noite de quinta-feira, 28, na TV Band Bahia, refletiu o tom de agressividade da campanha. A candidata Lídice da Mata (PSB) partiu para “cima” de Rui Costa (PT) acusando-o entre outras coisas de ser o “inimigo número 1” dos servidores do Estado. Paulo Souto (DEM) foi criticado por Rui Costa (PT), Rogério Da Luz (PRTB) e Marcos Mendes (PSOL) e respondeu no mesmo tom.

No primeiro bloco os candidatos responderam a uma pergunta da produção do debate: que medidas efetivas pretendem adotar para combater a violência no Estado. Mendes disse que o PSOl tem três viés para enfrentar a questão, políticas públicas para as populações carentes, a descentralização do poder que seria levado para o interior com objetivo de diminuir a densidade populacional da capital e desmilitarização da PM.

Rui pretende implantar pelotões especiais da PM e Grupamento aéreo para combater o crime no interior. Falou também em oferecer cultura e lazer para os jovens evitando que sejam capturados pelo tráfico. Lídice quer trazer para a Bahia o Pacto pela Vida, com que, segundo ela, o falecido governador Eduardo Campos reduziu os índices de criminalidade em Pernambuco.

Souto disse que apesar de serem importantes políticas sociais é necessário repressão e para tanto pretende aumentar o contingente.

Rogério Da Luz criticou os candidatos por formularem propostas que já fizeram e não cumpriram quando tiveram oportunidade.

No bloco em que os candidatos faziam pergunta entre si, o candidato do PT descobriu como será duro ter Lídice da Mata como adversária. Sorteada para perguntar ao petista, partiu para o ataque. Alegou que a propaganda do PT mostra que Rui é o responsável por tudo que se fez na Bahia. “Parece até que não tem governador e presidente da República”, bradou, alegando que a responsabilidade de Rui seria a das greves promovidas pelo funcionalismo. O petista disse que só negociou com servidores no primeiro mandato de Jaques Wagner. Alegou que tem iniciativa, e por isso o governador o convidou para tocar as grandes obras.

Da Luz perguntou a Souto se ele dormia tranquilo por, segundo ele, ser responsável por grande parte dos problemas nas áreas de saúde segurança pública. Irritado, o candidato do DEM rebateu as críticas. Disse que tem a consciência tranquila e que seus governos foram caracterizados por inovações como o SAC.

Souto questionou Mendes sobre a situação da saúde. Recebeu uma ataque violento do candidato do PSOL que o responsabilizou pela precarização do sistema de saúde do Estado e o chamou de mentiroso por declarar que construiu o Hospital Dantas Bião, de Alagoinhas.

Os únicos que se trataram cordialmente foram Mendes e Da Luz. O primeiro perguntou ao segundo qual a proposta para o funcionalismo público. Da Luz disse que vai reduzir as 32 secretarias estaduais para dez e cortar os cargos de comissão. Dai, segundo ele, haveria mais “espaço” para melhorar a situação do servidor.

Chamado de mentiroso, Souto pediu e ganhou direito de resposta. Disse que o Dantas Bião estava destruído e foi reconstruído.

==================================================================

DEU NO UOL/FOLHA

Os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) aprovaram na tarde desta quinta-feira (28) uma proposta de aumento dos próprios salários. O subsídio passará dos atuais R$ 29,4 mil para R$ 35,9 mil – o que representa um incremento de 22%.

O aumento será enviado ao Congresso na forma de um projeto de lei, que terá de ser votado pelos deputados e senadores. Uma mensagem também será encaminhada à presidente Dilma Rousseff para que ela adicione o novo valor à proposta orçamentária de 2015.

Se o projeto for aprovado pelo Congresso e sancionado pela presidente Dilma, os ministros passarão a receber o novo salário a partir janeiro do ano que vem.

O aumento produzirá um efeito cascata no Judiciário, uma vez que o salário dos ministros do Supremo é base para o subsídios de ministros de outros tribunais superiores, juízes e desembargadores, além de membros de tribunais de contas.

De acordo com o STF, o impacto no âmbito do poder Judiciário será de R$ 646 milhões ao ano. O valor, no entanto, deve ser maior, uma vez que o cálculo usado levou em conta não a diferença entre o salário de R$ 29,4 mil para o de R$ 35,9 mil, mas sim um de R$ 30,9 mil – que já estava previsto para 2014 – para o de R$ 35,9 mil.

Além disso, há também uma série de servidores, em todos os poderes da República, que receberiam valores acima do teto constitucional devido ao acumulo de benefícios ou gratificações. Mas, na prática, um dispositivo conhecido como “abate teto” impede que isso aconteça.

Com um novo valor, servidores nestas condições, mesmo sendo do Executivo ou do Legislativo, também verão seu salário ser aumentado, o que ampliará o impacto que o novo subsídio trará aos cofres públicos.

A decisão do STF de aumentar os próprios salários foi tomada numa sessão administrativa que ocorreu logo após a sessão ordinária. Normalmente, este tipo de sessão não é televisionada.

No último dia 7, entretanto, uma sessão deste tipo, por ter acontecido no plenário, acabou sendo transmitida pela TV Justiça. A desta quinta, que também foi realizada no pleno, não foi televisionada.

De acordo com o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, o incremento não representa um aumento real nos salários dos ministros. Significa, somente, a reposição de perdas inflacionárias de 2009 até 2014.

Em 2012, os ministros tinham um salário de R$ 26,7 mil. Naquele ano, um projeto de lei foi aprovado pelo Congresso , fixando os salários que seriam pagos até 2015.

Devido a este projeto, os ministros receberam R$ 28 mil em 2013, passaram para um salário de R$ 29,4 mil em 2014 e, em 2015, receberiam R$ 30,9 mil.

De acordo com a assessoria de imprensa do Supremo, foi preciso se enviar um novo projeto de lei ao Congresso uma vez que as projeções inflacionárias da lei de 2012 ficaram abaixo da efetivamente registrada nos últimos anos.

PEC DA MAGISTRATURA

Lewandowski também faz a defesa da PEC 63/2013 –conhecida como PEC da Magistratura–, que tramita no Senado Federal e preocupa o governo. A proposta tem o potencial de implodir o teto constitucional de remuneração do serviço público.

A medida dá a juízes e integrantes do Ministério Público uma gratificação mensal por tempo de serviço que não está sujeita à limitação do teto constitucional. A gratificação poderia ainda ser incorporada na aposentadoria e estendida a pensionistas.

O Planalto teme que, caso aprovada, a PEC abra caminho para que outras carreiras passem a lutar pelo mesmo benefício

===============================================================

——————————————————————————-

CRÔNICA

Conspiração dos Astros

Maria Aparecida Torneros

Pois é.
Os astros conspiram. Ontem, almoçamos juntas e falamos da nossa ida a Capri, em 2011, naquela bela e inesquecivel viagem à Itália. Você, repentinamente , está cursando e aprendendo a língua no instituto italiano de Cultura. Eu adoro o Peppino, de Capri, e hoje vi no site de um amigo, o registro do concerto dos seus 50 anos de carreira.Sabe Katia, sempre achei que nada acontece por acaso. Aquele lugar é mágico.

Fomos de barco, que pegamos em Nápoles, e retornamos à noite. Nosso dia foi repleto de atividades com o grupo. As paisagens nos inundavam de beleza, o mar oscilando de verde a azul, a famosa gruta de Capri que conseguimos atravessar com maré baixa e os sorvetes que devoramos durante a tarde, depois de um ponposo almoço. Clima de turismo em verão que começava.

Na barca, tanto na ida quanto na volta, gente do mundo inteiro. Pepino é a expressão romantica de um lugar privilegiado pela natureza. Capri é Capri. Oásis para ricos há decadas e ponto de encontro para turistas que vão em busca de alegria, beleza, italianidade, história.
Quando assisti o filme Tudo começou em Capri, com Sofia Lorem, há muito tempo atrás, me encantei com as imagens do lugar e jamais oensei que ali desembarcaria algum dia.

Katinha, estude mais o italiano, isso mesmo. E quem sabe, quando voltar àquela terra linda, exercite a língua, cante suas canções, lembre que Pepino nos honra com sua arte e está nos nossos corações. Pelo menos no meu, que nos velhos anos 60, cantarolava Roberta, ajudada pela colega de ginásio, Luzia Shamarella, que era filha de italianos e que perdi de vista, nesses 50 anos de muitas idas e vindas, viagens e coincidências próprias da vida que se embala e adentra pelo destino que nos surpreende sempre. Restar brindar e cantar Chanpagne para brindar cada novo encontro, cada novo lugar.
Boas viagens, amiga, a Tailandia, Bali e Las Vegas.

Mas não deixe de voltar naquela Itália que nos recebeu 3 anos atrás com muita pizza, sorvete, vinho e a cada cidade, foram muitas, uma surpresa, naquelas duas semanas de descobertas e muito “prego”, a palavrinha que eles não cansavam de repetir.

Cida Torneros, jornalista e escritora, editora do Blog da Mulher Necessária, mora no Rio de Janeiro

================================================

Filha única do ex-presidente Jânio Quadros, a ex-deputada federal Dirce Tutu Quadros morreu hoje, aos 70 anos, vítima de enfisema pulmonar, ao lado da filha Ana Laura. Jânio Quadros Neto e Ana Claudia, seus outros filhos, devem embarcar logo mais para Los Angeles, nos EUA, onde ela vivia. Tutu também deixa o caçula Michel. Ela estava em casa, no Vale do Urso, cercada por plantas e animais e morreu nos braços da filha. Deputada constituinte, trabalhou na comissão de fiscalização e controle da Câmara dos Deputados, foi fundadora do PSDB e teve entre os amigos tanto Fernando Henrique Cardoso, quanto Lula.


Janio, dona Eloá e Tutu Quadros

  • Arquivos