ago
22

============================================================

DEU NO BLOG DO JOSIAS / FOLHA DE S. PAULO

Josias de Souza

Líder do PSB na Câmara e candidato a vice-presidente da República na chapa encabeçada por Marina Silva, o deputado Beto Albuquerque deve assumir a coordenação-geral da campanha. Planeja permanecer no posto temporariamente, até que seu partido escolha um substituto para Carlos Siqueira, que rompeu com Marina, criticou-a duramente e abandonou a coordenação nesta quinta-feira.

“Estou pretendendo assumir provisoriamente a coordenação da campanha”, disse o próprio Beto ao blog. “Quero me apresentar ao presidente do nosso partido, Roberto Amaral, para ser o coordenador e fazer a travessia nesse período de estresse que estamos vivendo. Serenados os ânimos, faremos a escolha de um coordenador definitivo.”

Beto já consultou Marina, que concordou. Conversou também com o deputado Walter Feldmann, indicado pela candidata para representar a Rede no núcleo de coordenação da campanha. Só falta bater o martelo com Roberto Amaral.

Afinal, a coordenação-geral será exercida pelo PSB ou pela Rede?, quis saber o repórter. E Beto: “Isso está entendido desde ontem. Não tem dúvida. Marina deixou claro que o PSB permaneceria na coordenação. Carlinhos era o coordenador. O Feldmann ficaria como adjunto.”

Carlos Siqueira exagerou ao dizer que Marina foi grosseira com ele? “Respeito muito o Siqueira”, disse Beto. “Ele sempre foi e vai continuar sendo um pilar da estrutura do nosso partido. Mas eu estava na reunião. Posso dizer que não houve grosseria. Não é do feitio da Marina. O que houve foi uma incompreensão do que foi dito. Algo que atribuo ao estresse que todos vivemos nos últimos dias.”

Nas palavras de Beto Albuquerque, o que houve na conversa que resultou no desentendimento foi o seguinte: “A Marina quis dizer que a coordenação deveria permanecer com o PSB. Elogiou o Carlinhos. E disse que, nessa nova fase, caberia ao PSB decidir quem seria o coordenador. O Carlinhos se ofendeu. Achou que ela estava demitindo ele. Não é verdade. Estamos todos estressados, mas não vamos transformar isso numa crise. É desproporcional.”

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos