ago
14
Posted on 14-08-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 14-08-2014

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS, DE LISBOA

Dois dias após o seu pai ter posto termo à vida, a jovem Zelda Williams, de 25 anos, cancelou a sua conta no Twitter após receber várias mensagens ofensivas alusivas à morte do ator.

“Desculpem. Deveria passar por cima disto. Vou eliminar este perfil por muito tempo, talvez para sempre. Só o tempo o dirá. Adeus”. Foi este o desabafo que Zelda Williams publicou, quarta-feira, 13, na sua conta do Twitter. Será, talvez, o último que a filha do famoso ator Robin William irá partilhar com os seus seguidores naquele site, depois de ter recebido mensagens ofensivas, nos últimos dias.

Segundo a imprensa norte-americana, a jovem foi abordada por dois usuários do Twitter que garantiam ter em sua posse fotografias do protagonista de A Sociedade dos Poetas Mortos, sem vida. Em pânico, Zelda pediu ajuda ao seus seguidores para reportarem o abuso. Mas os incidentes não ficaram por aí.

De acordo com o Express, a filha de Robin Williams foi confrontada com a quantidade de fotografias que publicava com o pai na rede social. “Tenho aqui umas duas fotos com ele, mas os momentos privados que passei com ele eram preciosos e não cheios de fotos e selfies”, escreveu Zelda, antes de eliminar a conta. “Partilhei-o com um mundo em que estavam, constantemente, a tirar-lhe fotografias. Mas eu tive a sorte de poder ter momentos com ele, longe das câmaras”, acrescentou.

Magníficos Tom e Edu!!!

BOA TARDE!!!

(Vitor Hugo Soares)

==============================================================

DEU NO UOL/FOLHA

Da Redação, com Rádio Bandeirantes noticias@band.com.br

O Corpo de Bombeiros de Santos, no litoral de São Paulo, concluiu os trabalhos de buscas no local onde se formou uma cratera após a queda do jato que levava o candidato do PSB à presidência, Eduardo Campos. O acidente matou o político e mais seis pessoas nesta quarta-feira. A perícia continua no local com a corporação e a Polícia Federal.

Os últimos vestígios dos corpos já foram recolhidos e estão sendo encaminhados para o IML central de São Paulo, onde deve ser feito o DNA para reconhecimento das vítimas.

De acordo com o perito criminal Antônio Nogueira, apesar das dificuldades, todos os sete corpos serão identificados. No entanto, ele não soube precisar quanto tempo será necessário para esse trabalho.

O acidente

O candidato do PSB à presidência, Eduardo Campos, de 49 anos, estava a bordo da aeronave que partiu do Rio de Janeiro e tinha como destino a cidade paulista para a realização de um compromisso de campanha.

Segundo testemunhas, a aeronave se desintegrou totalmente ao cair em Santos. O candidato estava acompanhado do assessor Carlos Percol e de equipes de filmagem.

ago
14
Posted on 14-08-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 14-08-2014


Duke, hoje, no jornal O Tempo (MG)


Eduardo Campos no Pelourinho/Foto:Rosane Santana

=======================================================


Última visita:Eduardo Campos na biblioteca de
Aninha Franco, no Pelô. Foto:Rosane Santana

=====================================================

ARTIGO/ RODA VIVA

Com Eduardo Campos no Pelourinho

Rosane Santana
(Especial para o Bahia em Pauta)

A poeta, escritora e dramaturga Aninha Franco costuma repetir que o Centro Histórico de Salvador, especialmente o Pelourinho, “é a cidade com alma”. Faz sentido. Frequentadora assídua de sua biblioteca, na Rua das Laranjeiras, Nº 38 , que não é aberta ao público, circulo sempre naquela área, toda semana. O Pelourinho transpira identidade, tem sons e cheiro de Bahia por toda parte, muito além dos tambores do Olodum, nos tipos humanos que frequentam suas ruas, nos tesouros escondidos em suas belas igrejas, como a Catedral da Sé e São Francisco , e no imponente prédio da antiga Faculdade de Medicina, que hoje abriga o Museu de Antropologia. Ali e em arredores, – Sé, Carmo, Santo Antônio e Baixa dos Sapateiros espalham-se séculos de história, memória e cultura baianas, cenários de filmes e personagens da literatura.

Provavelmente por isso, os coordenadores da campanha de Eduardo Campos na Bahia escolheram o local para um corpo a corpo do candidato, na quinta-feira passada, dia 07.08. Na biblioteca de Aninha Franco desde a manhã, logo depois do almoço fui informada pela secretaria dela, que o candidato à presidência da Republica, pelo PSB, estava no Cruzeiro de São Francisco. Não resisti. Deixei um texto pela metade, e fui até a esquina da Agência dos Correios e Telégrafos, em frente à Igreja de São Francisco, para ver o movimento. Como, dali,não avistei nada, além de bandeiras e balões de publicidade político eleitoral, voltei ao estudo.

Cerca de três horas mais tarde, depois de observar pela janela da biblioteca um intenso movimento de pessoas vindo da Baixa dos Sapateiros em direção à Rua das Laranjeiras, a secretária de Aninha Franco avisou-me que Eduardo Campos estava a caminho. Corri para a porta, e pude observar sua figura, vestido de branco, aproximava-se cumprimentando a todos com um aperto de mão. Depois de desviar-se de mesas do restaurante L’ Arcangelo, onde falou com os garçons, veio em minha direção, repetindo o tradicional gesto de candidatos em campanha.

Expliquei a ele que naquela casa funcionava a biblioteca de uma destacada intelectual baiana e convidei-o a entrar, ao tempo em que chamei por Aninha Franco, que deixava a sua sala em direção ao corredor, onde o neto de Arraes foi ao seu encontro, pouco antes de a casa ser invadida por fotógrafos e cinegrafistas. Acompanhou-o, logo em seguida, a candidata ao senado pelo PSB na Bahia, Eliana Calmon, e a candidata à governadora Lidice da Mata, além da vereadora Fabiola Mansur, que disputa um mandato de deputado estadual. Ainda tive tempo de tirar umas fotos, com o iPad, e ouvir uma rápida conversa de Aninha com o candidato. Um homem jovem, cordial e, aparentemente, muito determinado na sua ambição política de chegar à presidência da Republica. “Mas eis que chega a roda viva, e carrega o destino pra lá, como na canção de Chico, lembrada hoje (13/8) por Regina Soares, la da Califórnia, ligada no Brasil.

Rosane Santana é jornalista, mestre em História Social, doutoranda em Comunicação e Cultura Contemporâneas e membro do Centro de Estudos Avançados em Democracia Digital da UFBA.

=====================================================

De Ivan Lins e Abel Silva, Acaso, com Jane Monheit. Ouça e medite. Boa quinta!!!

(Gilson Nogueira )

ago
14

============================================================

DEU NO BLOG DE GERSON CAMAROTTI – G1

Ainda não é possível fazer uma previsão sobre os desdobramentos da morte de Eduardo Campos na corrida presidencial. Mas, com segurança, podemos afirmar que a tragédia causará uma reviravolta na disputa pelo Palácio do Planalto.

Os adversários diretos de Campos – Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) – interromperam suas respectivas campanhas. A perplexidade também tomou conta tanto de petistas e tucanos, que reconhecem que a morte do presidenciável socialista pode causar um reflexo imprevisível na eleição.

E apesar de Marina Silva ser apontada internamente como o nome natural para assumir a candidatura presidencial, o PSB vai respeitar o luto para só depois iniciar um debate interno sobre o assunto.

Em terceiro lugar nas pesquisas, Eduardo Campos e Marina Silva apostavam no discurso da nova política para quebrar a polarização da disputa presidencial entre PT e PSDB.

Mas a morte precoce de uma liderança política emergente já causa um sentimento de consternação coletiva no país. Por isso mesmo, ainda é cedo para saber como o principal ator político dessa campanha vai reagir: o eleitor.

Será preciso aguardar esse momento de luto para decantar um pouco mais o cenário político. E só então avaliar como o eleitorado vai se posicionar depois dessa tragédia. Mas uma coisa é certa: a morte inesperada de Eduardo Campos muda o rumo da sucessão presidencial.

Gerson Camarotti, pernambucano, é repórter político da Globo News

  • Arquivos