==============================================================

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS, DE LISBOA

Robin Williams, ator de Hollywood de êxitos como ‘Bom Dia Vietnam’, ‘Mrs. Doubtfire’, ‘Sociedade dos Poetas Mortos’ entre outros, foi encontrado morto esta segunda-feira, 11/8, em sua casa. Tinha 63 anos.

A morte foi confirmada pela polícia do condado de Marin, na Califórnia.

Os agentes encontraram Williams em casa, em Tiburon, no norte daquele estado norte-americano, aparentemente já sem vida. Segundo o gabinete do delegado, foi feita uma chamada de emergência ao meio-dia relatando que Robin Williams estava inconsciente e não respirava.

Segundo a agência Reuters, as autoridades suspeitam que o ator se tenha suicidado por asfixia, mas as causas de morte ainda estão sob investigação.

Segundo o site TMZ, Robin Williams tinha entrado para uma clínica de reabilitação no mês passado, lutando com problemas de alcoolismo.

“Esta manhã, perdi o meu marido e o meu melhor amigo, enquanto o mundo perdeu um dos seus mais amados artistas e um bonito ser humano. Estou profundamente de coração partido”, disse a mulher do ator, Susan Schneider, citada pelo TMZ.

======================================================


DEU NO BLOG POR ESCRITO, EDITADO PELO JORNALISTA LUÍS AUGUSTO GOMES

Choremos por um Brasil curvado ao poder

Citemos o governador baiano, desta vez, não por específica crítica pessoal, como tantas que lhe temos dirigido, mas apenas porque é o exemplo disponível. A prática é genérica, todo mundo faz e todo mundo aceita como normal.

Mas é constrangedor constatar, na efervescência de uma campanha eleitoral, o mais alto magistrado do Estado caminhando numa cidadezinha à frente de uma pequena multidão para “entregar” uma viatura policial, uma ambulância e uma máquina agrícola.

O constrangimento, aliás, está exposto também na cara do governador, na foto publicada na imprensa, havendo dúvida se apenas pelo fato em si ou por uma preocupação que eventualmente esteja tendo com o desenrolar da campanha.

E, de fato, é inimaginável à alma republicana assimilar uma evidente proposta de troca da dignidade da cidadania compreendida no voto por uma migalha que em breve será sucata, sem prejuízo do uso indevido que poderá ter em sua breve vida útil.

Sabe-se disso há muito tempo, o que prova que a informação – preciosidade que nos tempos atuais estaria democratizada pela amplitude e imediatismo dos meios de comunicação e exponencializada com o advento da internet – pouco transformará se não encontrar terreno intelectualmente fértil na massa.

É difícil crer que as gerações atuais ainda venham ter a oportunidade de ver neste gigantesco país o bem público ser meta sagrada para seus governantes, a população não precisar curvar-se na busca de direitos elementares da vida, pagos com seu dinheiro, fruto de trabalho, sacrifício e exploração.

Mais provável é que aquelas pessoas retratadas no séquito governamental em Bom Jesus da Serra estejam agradecendo a Deus porque, pelo menos nos próximos meses, terão uma ambulância para largar seus doentes na porta dos hospitais da capital ou a viatura para a tosca ronda que dará a todos a sensação de um pouco de segurança.

O que mais virá, meu Deus?

Leia mais informações políticas e opinião no blog Por Escrito.
http://www.porescrito.com.br


Francis Hime e Vinícius de Moraes, um dia, “Sem Mais Adeus”, de repente, ela, Leila!

BOA TARDE!!!

(Gilson Nogueira)

================================================================

OPINIÃO

Zumbis no Oriente Médio

JC Teixeira Gomes

Israel recolheu seus tanques, após arruinar
Gaza. O mundo saiu diminuído e envergonhado de mais essa escalada
de destruição, que transformou famílias de palestinos em zumbis. Eis o que disse à
revista “IstoÉ” o cidadão Ayman Nimer,morador do centro de Gaza com mulher e três
filhas: “Sob as bombas, sem sono, vivo como um zumbi”.

Nesse novo episódio da crueldade humana, tivemos, de um lado, um dos mais
bem equipados exércitos de um estado moderno, Israel, governado por radicais, e, de
outro, um grupo de ativistas, o Hamas, que recorre ao terror porque o mundo não reconhece sua nacionalidade como pátria. A Palestina não é um estado, em intolerável
descumprimento à resolução da ONU que criou também o estado de Israel em 1947,
com o generoso apoio do Brasil.

A imprensa ocidental e Israel caracterizam os árabes como uma facção de degenerados.
Vou tentar recompor as memórias, lembrando coisas incômodas: o terrorismo
é o recurso universal dos desesperados. Não apenas de árabes. Há dias,
separatistas russos derrubaram um jato da Malásia. Bascos e irlandeses afirmam sua
nacionalidade usando o terror contra Espanha e Inglaterra. Grupos terroristas atuaram
na década de 70 na Alemanha (Baader-Meinhof), na Itália (Brigadas Vermelhas,
caso Aldo Moro), no Peru (Sendero Luminoso), no Uruguai (Tupamaros). Bem
antes, no pós-guerra, os próprios judeus recorreram ao terrorismo para apressar a
criação de Israel. Entre várias ações, Menachem Begin, que acabaria premiê, comandou
a explosão do hotel Rei David, em Jerusalém, matando militares britânicos e
civis. Em outra espantosa operação, foi um jovem judeu fanático que assassinou o
grande líder Yitzhak Rabin, para impedir, a mando da direita ultrarradical que domina
o país, a consolidação do acordo de Oslo, assinado com Arafat. O crime inviabilizou
o acordo.

Mas não pretendo fazer a história do terrorismo. O preâmbulo acima é apenas
para lembrar que, quando Netanyahu, o premiê ultradireitista de Israel, enfatiza a
periculosidade do Hamas, omite que esse grupo está reagindo contra uma série de
fatos que inviabilizam a paz no Oriente Médio. Exemplos: a expansão dos assentamentos
judeus na Palestina, a construção do muro da vergonha na Cisjordânia, a lembrança
de carnificinas como as de Sabra e Shatila, com a cobertura militar de Ariel
Sharon, a prolongada ocupação militar israelense, a miserável condição dos refugiados,
a resistência do governo judaico à criação do estado palestino. Os foguetes do
Hamas, provocação perigosa e condenável, mas sem eficácia militar, não podem ser
respondidos com o massacre e a destruição de Gaza, cidade que é quase um gueto. Leio,
espantado, que cerca de 400 crianças foram assassinadas pelos bombardeios judeus.

Foto recente publicada por O Globo mostrava soldados israelenses, com metralhadoras,
obrigando numerosos jovens palestinos a ficarem acocorados no chão, de cuecas.
Pensei comigo: um desses jovens será amanhã o homem-bomba que destruirá
um mercado em Tel-Aviv. Pois o ódio adubado pela humilhação mergulha suas raízes
no inferno.

JC Teixeira Gomes, Jornalista, membro da Academia de Letras da Bahia. Texto publicado originalmente na ágins de Opinião do jornal A Tarde.
jcteixeiragomes@hotmail.com

ago
11


Klose:recorde mundial na goleada de 7 a 1 no Brasil
==================================================================


DEU NA VEJA ONLINE

Miroslav Klose anunciou nesta segunda-feira a sua aposentadoria da seleção da Alemanha, pela qual se tornou campeão mundial no mês passado e alcançou o posto de maior artilheiro das Copas, com 16 gols. O atacante de 36 anos, que marcou dois gols no Mundial do Brasil e ultrapassou o recorde que pertencia a Ronaldo, confirmou sua despedida da seleção tetracampeã por meio de comunicado divulgado pela Federação Alemã de Futebol (DFB, na sigla em alemão).

“Com o título no Brasil eu cumpri o meu sonho de infância. Estou orgulhoso e feliz de ter podido participar deste grande êxito para o futebol alemão”, afirmou Klose. Autor de um dos gols da Alemanha na goleada por 7 a 1 sobre o Brasil na semifinal da Copa, Klose também é o maior artilheiro da história da seleção alemã, com 71 gols em 137 partidas disputadas. Ele estreou com a camisa do país em março de 2001, marcando um gol diante da Albânia.

Klose disputou quatro edições da Copa do Mundo pela Alemanha: foi vice em 2002, terceiro colocado em 2006 e 2010 e finalmente ficou com o título em 2014. “Desfrutei de um tempo único e maravilhoso na seleção nacional, com muitos momentos inesquecíveis. Para mim não pode haver um momento mais belo para encerrar meu capítulo com a seleção”.

O atacante da Lazio não quis se vangloriar do recorde de gols em Copas do Mundo e disse apenas ter cumprido com sua função. “Sou atacante e a tarefa de um atacante é marcar gols. Para mim nunca se tratou de recordes, mas de dar o melhor de mim para o time. Como atacante dependo dos meus companheiros. Por isso quero agradecer aos meus colegas de seleção”. Rapidamente, o atacante recebeu homenagens de companheiros como Mesut Özil e Lukas Podolski nas redes sociais. um

ago
11
Posted on 11-08-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 11-08-2014


====================================================================
Sid, hoje, no portal de humor A Charge Online

DEU NO CORREIO DA BAHIA

Da Redação

Um dos suspeitos de participar do crime que matou seis pessoas e deixou mais dois feridos no bairro de Periperi foi liberado pela justiça pouco antes do caso. Conhecido como ‘Gominho’, foi concedido a ele o indulto de Dia dos Pais neste final de semana, segundo o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)

O direito de saída temporária é concedido apenas a alguns presos do sistema penitenciário e prevê o retorno da pessoa nos dias seguintes ao feriado. Ainda de acordo com informações do DHPP, ‘Gominho’ e pelo menos mais uma pessoa participaram do caso na rua do Guiné, por volta de 20h deste sábado (9).

Os homens invadiram uma festa de aniversário e assassinaram a tiros Amanda Reis dos Anjos, 21 anos; Alessandro Reis dos Anjos, 29; Marcos Antônio Silva Santos, 32; Ricardo de Carvalho Silva, 31; Edmilson Sanros dos Anjos, 52; e Adoniran Reis dos Santos, que não teve a idade identificada pelos policiais.


BOM DIA!!!

  • Arquivos