Giesson, 17 anos, sequestrado e morto
===========================================================

DEU NO CORREIO DA BAHIA

Da Redação

Os familiares do jovem Ivo Rangel Brito da Silva, um dos três rapazes que desapareceram na tarde da quinta-feira (31), dizem que ele foi levado por quatro homens encapuzados. O rapaz, que tinha 19 anos, foi encontrado morto em Simões Filho na manhã desta sexta-feira (1º). Ele e o adolescente Giesson Viera, de 17 anos, foram sequestrados por homens encapuzados no mesmo dia – Ivo no bairro de Fazenda Coutos, enquanto Giesson foi levada no bairro de Periperi.

De acordo com uma prima da vítima, que preferiu não se identificar, Ivo estava na porta de casa quando quatro homens encapuzados pararam em um Fiat Palio prata. Ao testemunhar a ação, o padrasto do jovem questionou para onde ele estava sendo levado pelo grupo.

“Eles disseram que estavam levando Ivo para uma delegacia, mas não estavam. Ele só foi encontrado hoje [sexta-feira], morto. Soubemos que o corpo dele estava no IML, e ao chegarmos encontramos ele e mais dois jovens mortos, todos algemados”, relata a prima do rapaz.

Ivo, que trabalhava como cobrador de vans do transporte alternativo da região, morava com a mãe, o padrasto e os irmãos em Fazenda Coutos. No início da tarde desta sexta (1º), familiares e amigos dele realizaram uma manifestação em Paripe, também no Subúrbio, contra a morte do rapaz.

“Ele era trabalhador e pai de família. Nunca teve envolvimento com drogas, com crime. A gente não sabe porque eles fizeram isso”, lamenta a prima. Ivo tinha um filho de 3 anos que morava com a mãe, e segundo a família, era presente na criação do garoto.

Ivo teria levado um tiro na cabeça com uma arma de calibre 12. A assessoria da Polícia Civil não confirmou a morte de Ivo, mas o Departamento de Polícia Técnica (DPT) disse que o corpo dele, assim como o de Giesson, estão passando por perícia.

Um terceiro jovem que teria sido sequestrado com os dois foi socorrido para o Hospital do Subúrbio, onde foi atendido e teve alta ainda ontem. Para preservá-lo, a assessoria da unidade preferiu não divulgar o nome da vítima.

A expectativa da família é de que o corpo de Ivo seja liberado do DPT, e sepultado no sábado (2). O corpo do jovem foi localizado nesta manhã na CIA-Aeroporto, com as mãos amarradas com plástico. Já o corpo de Giesson foi encontrado às 6h30 em um lixão na Estrada Velha de Periperi, com as mãos amarradas e amordaçado. Ele será sepultado na manhã deste sábado no cemitério de Plataforma.

Em nota, a PM disse que “a tentativa de correlacionar fatos distintos não possui elementos para fundamentá-los. Investigações ficam a cargo do DHPP da Polícia Civil e devem ser aguardadas”.

Be Sociable, Share!

Comentários

rosane Santana on 2 agosto, 2014 at 11:42 #

Desde quinta-feira, produzindo textos na casa de uma amiga, cujas secretarias residem na Fazenda Coutos, assiti uma delas profetizar assassinatos da Polícia Militar no local e, inclusive, telefonar para familiares pedindo que fechassem as portas, e não saíssem de casa, depois de saber que um policial tinha sido baleado no bairro. Ontem pela manhã, tão logo me viu, falou: Ro’, como amigos me chamam, você lembra do que eu disse?


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos