DEU NO UOL/ Com Agência Brasil, em Brasília

A Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Distrito Federal descontou nesta quarta-feira (30) 34 dias da pena do ex-deputado José Genoino (PT-SP), condenado no processo do mensalão, em virtude de cursos de introdução à informática e de direito constitucional, feitos dentro do Presídio da Papuda, no Distrito Federal.

Com a decisão, Genoino já tem direito a cumprir pena em regime aberto desde o dia 20 deste mês. No entanto, a autorização será do ministro Luís Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), responsável pela execução das penas dos condenados.

A data prevista para a concessão do benefício é 24 de agosto, quando ele completa um sexto da pena de quatro anos e oito meses de prisão no regime semiaberto, requisito para a mudança para o aberto. À Justiça do Distrito Federal, os advogados de Genoino alegaram que o cumprimento da pena no atual regime expirou devido aos 34 dias que o condenado tem de crédito, por ter trabalhado dentro do presídio.

Genoino teve prisão decretada no dia 15 de novembro do ano passado e chegou a ser levado para o Presídio da Papuda, no Distrito Federal. Mas, por determinação do presidente do STF, Joaquim Barbosa, ganhou o direito de cumprir prisão domiciliar temporária, uma semana após a decretação da prisão. Em abril, o ex-parlamentar voltou a cumprir pena de quatro anos e oito meses no presídio.

De acordo com o Código Penal, o regime aberto deve ser cumprido em nas chamadas casas do albergado, para onde os presos voltam somente para dormir. Em muitos casos, diante da inexistência do estabelecimento nos sistemas prisionais estaduais, os juízes determinam que o preso fique em casa e cumpra algumas regras, como horário para chegar ao domicílio, não sair da cidade sem autorização da Justiça e manter endereço


Último corpo boiou no local da tragédia no São Francisco

=============================================================

DEU NO PORTAL A TARDE

O corpo do adolescente Rogério Pereira Machado, 15 anos foi encontrado na manhã desta quarta-feira, 30, boiando nas águas do Rio São Francisco. Ele foi a última vítima do afogamento ocorrido no domingo, 27, no Povoado de Passos no município de Serra do Ramalho (a 824 km de Salvador). O corpo foi localizado no mesmo local onde houve o acidente, o que levanta a hipótese dele ter ficado preso em pedras ou restos de redes que estavam no fundo do rio.

“O corpo emergiu por volta das 08h30, quando já íamos começar os trabalhos de busca. Os pescadores avistaram e nos comunicaram”, informou um bombeiro que participava das buscas pelo jovem.

Além de Rogério, morreram no acidente os irmãos Derilton de Castro Lima, 20 anos e Ramon de Castro Lima, 15, Dieison Andrade Silva, 16, César Augusto Souza Prado, 20 e José Eudes Barbosa da Silva, 15.

Os jovens congregavam na Igreja Adventista do Sétimo Dia e participavam de um retiro. Eles jogavam futebol as margens do rio, quando a bola caiu na água e um deles ao tentar buscar o brinquedo, se afogou. Os outros cinco tentaram tirar o colega e foram levados pela correnteza.

O corpo de Rogério Pereira foi levado para o hospital municipal e sepultado no final da manhã no Cemitério da Agrovila 21.

Um inquérito foi instaurado na delegacia local sob a responsabilidade do coordenador da 24ª Coorpin, Leonardo Souza Soares para investigar as causas do acidente.

=====================================================

Postado no Youtube por Samuel Machado Filho, há 2 anos:

“Poucos conhecem a fase bossanovista de Geraldo Vandré, mais lembrado por “Disparada” e “Caminhando”. Eis aqui um exemplar dessa primeira fase de Vandré, composto em parceria com Baden Powell, e originalmente lançado por Lucienne Franco, em 1962. Quatro anos mais tarde, Vandré fez este seu registro, em compacto simples do selo Som Maior”.

===============================================

Pura Maravilha. Confira.

Boa Tarde!!

(Vitor Hugo Soares)


Rielson:prefeito morto em praça pública

==============================================================

DEU NO CORREIO DA BAHIA

O prefeito da cidade de Itagimirim, que fica a 606 quilômetros de Salvador, foi morto a tiros na noite deste terça-feira (29). O crime aconteceu por volta das 18h30, em frente a um bar na praça Castro Alves, no centro da cidade. Rielson Santos Lima (PMDB) chegou a passar por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Rielson estava na companhia de um primo quando foi abordado por um dos criminosos. Segundo a delegacia do município, testemunhas que estavam no local contaram que dois homens em uma moto estacionaram na frente do estabelecimento onde o prefeito estava. O carona teria disparado diversas vezes na direção do prefeito, que foi atingido por quatro tiros.

Rielson foi socorrido em estado grave por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital Regional de Eunápolis. Ele passou por cirurgia para estancar uma hemorragia e retirar a bala, mas acabou sofrendo uma queda de pressão e morreu por volta das 23h30.

DEU NO CORREIO DA BAHIA

O prefeito da cidade de Itagimirim, que fica a 606 quilômetros de Salvador, foi morto a tiros na noite deste terça-feira (29). O crime aconteceu por volta das 18h30, em frente a um bar na praça Castro Alves, no centro da cidade. Rielson Santos Lima (PMDB) chegou a passar por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Rielson estava na companhia de um primo quando foi abordado por um dos criminosos. Segundo a delegacia do município, testemunhas que estavam no local contaram que dois homens em uma moto estacionaram na frente do estabelecimento onde o prefeito estava. O carona teria disparado diversas vezes na direção do prefeito, que foi atingido por quatro tiros.

Rielson foi socorrido em estado grave por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital Regional de Eunápolis. Ele passou por cirurgia para estancar uma hemorragia e retirar a bala, mas acabou sofrendo uma queda de pressão e morreu por volta das 23h30.

“A autoria e a motivação do crime ainda estão sendo investigadas”, contou ao Correio24horas um funcionário da delegacia, que não quis se identificar. Policiais Militares chegaram a fazer diligências para localizar os suspeitos, mas ninguém foi preso. O caso está sendo apurado pela 23ª Coordenadoria de Polícia no Interior (Coorpin/Eunápolis).

Rielson, que havia sido reeleito na última eleiçõa, deixa esposa e dois filhos. O corpo está sendo velado na Catedral de Itagimirim durante todo o dia e o enterro está marcado para acontecer às 16h, no cemitério da cidade.

jul
30
Posted on 30-07-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 30-07-2014



Amorim, hoje, no site de humor AmorimCartoons


Um recente estudo da ONG Humans Rights Watch identificou 64 casos de agressões cometidas por forças de segurança no Brasil. O levantamento analisou ocorrências de prisões nos últimos quatro anos. Conforme a pesquisa da ONG, em 40 destes casos, há convincentes evidências de que o abuso subiu para o nível de tortura cometida por policiais ou agentes penitenciários contra pessoas que estavam sob sua custódia.

A investigação da HRW identificou 150 culpados pelas agressões em cinco Estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Espírito Santo e Paraná. Os abusos ocorreram nas ruas, dentro de viaturas policiais, em casas particulares, em delegacias de polícia e em penitenciárias. As vítimas, que eram supostos criminosos presos em flagrante, foram espancadas, ameaçadas física ou sexualmente, submetidas a a choques elétricos ou a sufocamento com sacos plásticos. As agressões foram cometidas para obter falsas confissões ou para entregar algum outro suposto criminoso.

Em um informe divulgado à imprensa, a ONG destacou que muitos dos presos levam meses para terem acesso a um juiz e relatar que foi torturado ou agredido, quando o correto, segundo a legislação, seria apresentá-lo ao juízo em até 24 horas. Nesta semana, a HRW enviou uma carta ao Congresso Nacional alertando para a gravidade da questão e cobrando um posicionamento das autoridades brasileiras.

=====================================================

BOM DIA!!!

===========================================================


A Arquidiocese de São Salvador da Bahia e a Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) na Bahia apresentaram hoje (29), na Casa dos Sete Candeeiros, o projeto de restauração do edifício do Palácio Arquiepiscopal de Salvador para implantação de um Centro de Referência da História da Igreja Católica do Brasil. A obra está orçada em 18 milhões de reais e será executado com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) e Banco Itaú.

“A restauração do Palácio Arquiepiscopal vira realidade e ilustra o olhar atento que uma série de pessoas têm sobre este precioso patrimônio que não é só da Bahia, mas do Brasil”, disse o arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger. Ele destacou que a deterioração do imóvel pesou na hora da escolha. “O Palácio merecia prioridade na realização das obras, porque do jeito que estava não teríamos mais condições de restaurá-lo”, completou.

Dom Murilo informou que a conclusão dos trabalhos está prevista para um prazo de 24 meses. “Será um centro de estudo que irá proporcionar as pessoas fazerem um passeio pela história da Igreja Católica no Brasil”, ressaltou. Para que o edifício retome as características originais, serão executados serviços como a reestruturação de alguns pilares localizados ao fundo do prédio, das grades e gradis, das cercaduras de pedra, da escada monumental, da porta principal em pedras, demolição da edícula situada na face oeste, ligação com a Praça da Sé, instalações elétricas, hidráulicas e drenagem, elevador para oito pessoas, climatização, ambientação dos espaços, projeto educativo, aquisição e instalação de equipamentos dos laboratórios e para a área de pesquisa.

Para o superintendente do IPHAN na Bahia, Carlos Amorim, a restauração do Palácio para implantação de um Centro de Referência da História da Igreja Católica do Brasil é um projeto grandioso, que cria um fluxo muito interessante de atividades e de produção do conhecimento, e se integra a um programa de recuperação que o Centro Histórico de Salvador começa a viver. A ordem de serviço será assinada na primeira semana de setembro, dando ínicio a execução das obras.

Preservação da memória

O centro terá uma área total de 1950 m2 . O proponente do projeto cultural perante o Ministério da Cultura, o Instituto para o Desenvolvimento Humano – IDH, destacou na apresentação que o processo de restauração do palácio deverá trabalhá-lo de forma a valorizar todas as fantásticas características arquitetônicas, tratando o próprio edifício como um dos principais elementos dos momentos expositivos.

O Centro será destinado para preservação da memória com a instalação e operação de laboratórios de restauro; portal do conhecimento com espaço de estudo e pesquisa; área para exposição com espaço de mostra e de educação histórico-patrimonial; e um espaço de acolhimento e atendimento da arquidiocese.

No pavimento térreo terá seis laboratórios de restauros, todos dotados dos equipamentos e máquinas necessário, com paredes de vidro possibilitando que a visitação perceba os trabalhos de restauros que serão executados; no primeiro pavimento serão instalados centros de documentação e um banco de dados que será lincado com os principais centros de documentação da Igreja Católica no mundo; o segundo pavimento será destinado ao atendimento da arquidiocese, com sala de reunião, auditório, sala do arcebispo, recepção, secretária, varanda.

O objetivo do Laboratório de Preservação da Memória é dar visibilidade à importância do ensino técnico na preservação da memória e restauração documental. Há poucos técnicos especializados nesse trabalho no Brasil e que, de um modo geral, tiveram uma formação profissional empírica. O projeto irá se associar, num sistema de parceria, aos Centros de Restauração histórica espalhados pelo país, ligados ao IPHAN e a outros órgãos de preservação histórica no âmbito estadual e municipal, às universidades e escolas técnicas ou outras organizações correlatas no Brasil ou no exterior.

O laboratório servirá de modelo e funcionará como uma espécie “vitrine” para dar visibilidade ao trabalho de restauro dos profissionais. Técnicos de diversas áreas afins serão convidados a trabalhar em esquema de revezamento e in loco como numa espécie de aula técnica a ser ministrada durante o período de visitação do Centro de Referência. Painéis e vídeos trarão todas as informações necessárias a compreensão do trabalho que está sendo realizado, como também poderão fazer perguntas e se informar sobre cursos técnicos disponíveis no Brasil e no exterior.

O Portal Digital pretende ser uma fonte de informação e de pesquisa inovadora no país. Será um ambiente e veículo de comunicação permanente entre a igreja e a comunidade católica no Brasil e no mundo, com salas de pesquisas especificamente preparadas e equipadas com os mais modernos sistemas de comunicação e dados. O Centro terá também espaço para exposição de conteúdos permanente, com acervo próprio, e temporários.

Mais informações com Rosilane Barbosa
Assessora de Comunicação – IPHAN-BA
comunicacao.iphan.ba@gmail.com
(71) 3321-0256 – 9964.4630

  • Arquivos