Rilza: a prefeita era portadora de anemia falsiforme

==============================================================

DEU NO CORREIO DA BAHIA

Da Redação

A prefeita de São Francisco do Conde, Rilza Valentim (PT), morreu na noite desta quinta-feira (24). Segundo informações, ela estava internada no Hospital Aliança e faleceu na unidade. O vice-prefeito da cidade, Evandro Almeida (PP), deve assumir o comando do município.

Segundo informações do PT, a prefeita sofria de anemia falciforme e passou mal durante a semana, morrendo na noite de hoje. Ainda não há informações sobre o sepultamento.

No último dia 17, ela participou com outros prefeitos e com o governador Jaques Wagner da primeira reunião do Colegiado da Entidade Metropolitana da RMS.

A prefeita foi reeleita em 2012 e ainda tinha mais 2 anos do segundo mandato pela frente.

Rilza, que era natural de São Francisco do Conde, tinha 52 anos. Ela deixa três filhos.

Rilza foi professora de Química e começou sua carreira na vida pública ao assumir a Secretaria Municipal de Educação de São Francisco do Conde. Depois ela foi eleita vereadora para dois mandatos e em 2008 foi eleita prefeita, depois de também ser vice-prefeita na gestão de Antonio Calmon.

A prefeitura de São Francisco do Conde mantinha um programa de assistência aos portadores de anemia ou traço falciforme desde o início da sua gestão. A anemia falciforme é uma doença genética e hereditária, predominante em negros, mas que pode manifestar-se também nos brancos. Os glóbulos vermelhos sofrem uma alteração, perdendo a forma arredondada e elástica, adquirindo o aspecto de foice e endurecendo, o que dificulta a passagem do sangue pelos vasos de pequeno calibre e a oxigenação dos tecidos.

Filho preso

O filho de Rilza, Rodrigo Valentim, foi preso este ano depois de atropelar e matar uma idosa na avenida Paulo VI. O inquérito da Polícia Civil segue normalmente, com Rodrigo em liberdade. “A investigação segue e nós vamos apresentar a defesa, todos os fatos, as razões”, disse na época o advogado do jovem. “Ele está muito abalado, muito sentido, sobretudo pela família da vítima”, acrescenta, dizendo que Rodrigo está com a família no momento.

Pelas imagens divulgadas pela polícia, o estudante, que dirigia um Hyundai i30, fugiu do local sem socorrer Cleonice – que havia saído para caminhar, na Avenida Paulo VI, na Pituba, quando foi atingida. O veículo seguia em alta velocidade, na contramão.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos