Área do desastre na Ucrânia
================================================

DEU NO JORNAL PORTUGUÊS DIÁRIO DE NOTÍCIAS

Um avião de passageiros da Malaysia Airlines com 295 pessoas a bordo caiu na Ucrânia, confirmou a empresa malaia. Este é o segundo acidente com uma aeronave desta companhia no espaço de poucos meses.O Presidente ucraniano, Petro Poroshenko, não exclui que o Boeing-777 tenha sido “abatido”.

A Malaysia Airlines emitiu um comunicado onde explica que recebeu uma notificação da Autoridade Aérea da Ucrânia dizendo que “tinha perdido contacto com o voo MH17 às 14:15 GMT (15:15 em Lisboa) a 30 km do ponto de navegação de Tamak, a 50 km da fronteira entre a Ucrânia e a Rússia)”.

Segundo o mesmo documento da companhia aérea malaia, “o voo MH17, operado por um Boeing 777, partiu de Amesterdão às 12:15 (hora local) e estava prevista a sua chegada ao Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur às 06:10 (hora local) do dia seguinte”. A bordo seguiam 280 passageiros e 15 tripulantes.

Um responsável do Ministério da Emergência ucraniano referiu à Reuters que existem partes de corpos espalhadas numa área de 15 km em volta do local da queda e que já foram avistados pelo menos 100 cadáveres.

“É o terceiro caso trágico nos últimos dias, depois dos aviões An-26 e Su-25 das forças armadas ucranianas terem sido abatidos”, disse Poroshenko num comunicado da presidência.

“Não excluímos que este avião (malaio) tenha sido abatido e sublinhamos que as forças armadas ucranianas não efetuaram disparos susceptíveis de atingir um alvo aéreo”, adianta o comunicado do Presidente da Ucrânia.

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontana on 17 julho, 2014 at 15:02 #

Viva o Brics, ou seria, viva a nossa política externa?

Somos gerente de cabaré no Mercosul, e porteiros de boate no Brics, Putin se diverte, a China fatura, “nosostros” fingimos ser influentes.

Afinal o que somos e o que queremos neste mundão que já foi de Deus?

Neste caso, longe de interpelarmos Putin, e seu delírio na Ucrânia, fingiremos estar assistindo novela e não o noticiário.

Rebu que segue.


luiz alfredo motta fontana on 17 julho, 2014 at 15:32 #

Enquanto corrijo o “nosotros”, grafado no comentário como “nosostros”, deixo aqui consignado o meu estarrecimento.

Aviões comerciais não podem ser abatidos, mas este foi.

Enquanto istop brincamos de banco imobiliário no Brics, sim brincamos como fica claro ao percebemos a dimensão ridícula dos números elencados como metas.

Somos mesmo porteiros de boate, embora esta, a boate, seja apenas um botequim de estrada.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos