jul
16

======================================================

DEU NO UOL/FOLHA

O TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio) mandou soltar, no início da noite desta terça-feira (15) 13 das 19 pessoas presas no último sábado (12) sob a acusação de formação de quadrilha. A decisão foi emitida pelo desembargador Siro Darlan. Seis pessoas continuam presas, entre elas a ativista Elisa Quadros Sanzi, a Sininho, e outras nove estão foragidas.

No último final de semana, o juiz Flávio Itabaiana de Oliveira Nicolau, da 27ª Vara Criminal do Rio, emitiu 26 mandados de prisão contra pessoas que, segundo a investigação policial, articularam a prática de atos violentos que seriam praticados no dia seguinte, o domingo da final da Copa. A polícia conseguiu cumprir 17 dessas ordens de prisão. Outras duas pessoas foram presas em flagrante –uma por porte de drogas e outra pela posse de uma arma sem autorização.

Darlan alegou que, ao decretar as 26 prisões, o juiz não apresentou elementos que comprovem a necessidade de que essas pessoas permanecessem presas. Por isso ele concedeu os habeas-corpus. “Concedi todos os habeas-corpus que foram apresentados. As outras pessoas (presas) não fizeram o pedido”, afirmou.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos