=================================================================

ARTIGO/OPINIÃO

DANKE (OBRIGADO)

Maria Aparecida Torneros

O milagre da transmissão ao vivo me dá a alegria de assistir na manhã de terça à bela e alegre recepção que o povo alemão oferece aos seus jogadores vitoriosos na World Cup no Brasil.

A palavra Dunkie ( obrigado) se reproduz em milhares de cartazes empunhados pela multidão que se concentra em Berlin enquanto os jovens atletas que tem em media vinte e poucos anos, cantam, dançam, jogam bolas para o povo, fazem pequenos discursos e refletem a superação da historia de seu país que no seculo XX viveu as dores de duas grandes guerras.

Emblemática é também sua postura dedicada ao trabalho em busca da conquista de sua quarta Copa que na verdade é a primeira na vida da Alemnha unificada.

Berlin de muro derrubada está dando adeus aos cruéis estigmas que marcaram as geraçoes dos avós e pais desses jovens campeões treinados para lutar e vencer no esporte e na convivencia solidaria como provaram ao trocar experiencias inesqueciveis com os indios pataxós em Baía Cabralia. Ali eles deixaram um rastro desimpatia e grande aprendizado. No Rio de Janeiro as imagens da sua vitoria mostram o quanto o povo carioca os abraçou e torceu por sua conquista da taça 2014. Quanto ao 7 a 1, sua himildade e dignidade não feriram os brasileiros pois ficou claro que a guerrinha entre Alemanha e Brasil está alimentada pelo tiro certeiro da paixão pelo futebol e a batalha travada e honrada no gramado do Maraca. Um templo que agora é tão nosso quanto do time germanico. Aliás, nós também dizemos Dunkie pela lição e esperamos sermos aprovados em 2018 na Russia, com louvor depois do necessario exame de consciencia e da volta por cima! Parabens aos alemães e força renovada aos brasileiros!

Cida Torneros, jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro, onde edita o Blog da Mulher Necessária.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos