=================================================================

DEU NO IG

Assis, ídolo do Fluminense e do Atlético-PR, morreu na madrugada deste domingo em decorrência de problemas renais, aos 61 anos de idade. O ex-jogador estava internado em Curitiba há algumas semanas e não resistiu às complicações no órgão vital.

Ao lado de Washington, falecido no último mês de maio ,Assis se tornou ídolo tanto do clube carioca como do paranaense. No rubro-negro, o atleta foi campeão estadual em 1982 e se tornou grande ícone da torcida do Atlético, junto com seu parceiro, onde ficaram conhecidos como “Casal 20”, nome de um seriado de televisão de sucesso na época.

Assis se transferiu para o Fluminense em 1983 com o companheiro e, no clube carioca, também fizeram grandes partidas juntos. O enterro do ex-jogador será nexta segunda-feira, 7,no cemitério Agua Verde, em Curitiba, neste domingo.

Fluminense decreta luto de 7 dias

Após o falecimento do ex-jogador Assis, o Fluminense decretou luto oficial de sete dias. O jogador era camisa 10 na equipe e se tornou grande ídolo ao lado do também falecido Washington, com quem formou o famoso “Casal 20”. No Tricolor das Laranjeiras, a dupla conquistou o Campeonato Brasileiro de 1984 e o tricampeonato carioca nos anos de 1983, 1984 e 1985.

“É uma perda muito grande. Assis foi um dos maiores ídolos da história do Fluminense. Marcou uma geração. Um ídolo que tinha uma forte ligação com o clube desde sempre. Hoje é dia de reverenciá-lo por tudo que fez por nós tricolores”, declarou o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, ao site oficial do clube.

Assis morreu na madrugada deste domingo, às 5h30 (de Brasília), em Curitiba. por causa de uma insuficiência renal. O ex-jogador ficou conhecido como “carrasco do Flamengo” por decidir dois estaduais consecutivos em finais contra o principal rival do Tricolor das Laranjeiras.

“Uma dor imensa. Se foi a outra metade da melhor, mais charmosa e mais famosa dupla do futebol brasileiro. O que mais posso dizer? Assis, obrigado por ter me feito muito feliz”, disse o vice-presidente de futebol do Fluminense, Mário Bittencourt, também fazendo referência ao Washington.

==========================================

O canto do Olodum, inspirado em Dorival Caymmi, vai para Natassia Brito, que aniversaria neste luminoso domingo baiano, 6 de julho. Afilhada muito querida, filha amada e mãe amorosa (e coruja) de um casal de filhos. Merece muitos abraços, beijos, carinhos , votos de felicidades e todos os presente do mundo.

O presente maior, no entanto, de tê-la como afilhada e a amiga, sou eu quem agradece aos seus pais e amados amigos: Pedro Milton (com imensa saudade do amigo maior) e Sara.

Cantemos a Natassinha a canção que a surpreendeu quando ouviu o padrinho cantar pela primeira vez em um ano dourado, em sua casa acolhedora !!!

(Vitor Hugo, com afeto)


Encontro no TRE: sorrisos e farpas

DEU NO JORNAL A TARDE, EDIÇÃO IMPRESSA DESTE DOMINGO, 6.NAS BANCAS.

PATRÍCIA FRANÇA

Do mesmo time até o ano passado e agora em campos opostos na disputa pelo governo da Bahia, os candidatos Lídice da Mata (PSB) e Rui Costa (PT) se encontraram, na manhã deste sábado, 5, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), durante a entrega do registro de suas candidaturas.

Trocaram abraços, beijinhos e até posaram para fotos, junto com integrantes das respectivas chapas. O clima amistosos do “encontro casual”, no entanto, mudou quando o assunto entrou na propaganda e campanha eleitoral, que oficialmente começa neste domingo, 6.

Lídice, que declarou um gasto máximo de campanha de R$ 20 milhões e terá cerca de 2 minutos de propaganda na TV, disse que estuda medidas jurídicas contra o que definiu de “reforço exagerado” e “demonstração de força” da propaganda governamental, que acaba, a seu ver, favorecendo o candidato petista.

“O que tenho observado, principalmente nos últimos 15 dias, é um reforço exagerado da propaganda do governo. Basta ligar os rádios que, de dez em dez minutos, tem uma propaganda do governo. Na televisão idem, (o governo) comprando horário nobre no Jornal Nacional (Rede Globo) e nos blocos que antecipam as novelas”. Para a senadora, é claramente “uma demonstração de força”, que desequilibra o jogo eleitoral.

“Espero que o TRE esteja atento à isso, porque há abuso do poder durante o período da campanha. Se as regras já são ruins, quando você abusa, aí se transforma praticamente em crime eleitoral”, entende Lídice, defendendo uma reforma na legislação eleitoral para garantir a representação política da sociedade.

Legal

Rui Costa, que declarou ao TRE estimar um gasto máximo de campanha de R$ 65 milhões, refutou as críticas da candidata do PSB, quanto ao favorecimento da publicidade do governo do Estado em seu favor.

O petista, que terá cerca de 8 minutos e meio na TV, disse que isso não existe e que a legislação está sendo “respeitada e cumprida” pelo governador Jaques Wagner (PT), na medida em que as regras de propaganda eleitoral são definidas por lei. “A Legislação é clara a esse respeito e, portanto, toda publicidade governamental, federal ou estadual só pode ser feita até a última sexta-feira”, respondeu ele.

Em tom provocativo, disse ter certeza que outros estados como Pernambuco, governado pelo PSB e base política do candidato socialista à Presidência, Eduardo Campos, também estão cumprindo a legislação, da mesma forma que o governo da Bahia.

Depois de posar para foto ao lado do concorrente Otto Alencar (PSD), candidato ao Senado na chapa governista que estima gastar R$ 16 milhões na campanha, a ex-ministra no STJ e candidata a senadora pelo PSB, Eliana Calmon (prevê gastos de R$ 7 milhões) deu sua opinião.

Disse que o “defeito” está na legislação eleitoral e no próprio financiamento de campanha que, segundo ela, “também é uma mentira e uma falácia”, que favorecem os candidatos mais ricos, afastando da política os novatos, a juventude e quem não topa fazer o “toma lá dá cá”.

200 registros

Até as 13h30 deste sábado, último dia de registro de candidatura, a Coordenadoria de Gestão Documental, Informação e Memória do TRE-BA havia contabilizado mais de 200 requerimentos de registros, aí incluídos as candidaturas ao governo, a vice, ao Senado e a deputado estadual e federal.

O TRE montou um plantão para recebimento da documentação de partidos, coligações e candidatos que estava previsto para se estender até às 19 horas deste sábado.

Além dos registros das coligações de Rui Costa (PT) e Lídice da Mata (PSB), as alianças de Marcos Mendes (PSOL) e Renata Mallet (PSTU) já haviam registrado suas candidaturas durante a semana. Mendes declarou um gasto máximo de campanha de R$ 1,2 milhão e Renata Mallet, de R$ 200 mil.

O candidato ao governo do DEM, Paulo Souto, segundo sua assessoria, só iria formalizar seu registro de candidatura na parte da tarde. O democrata, que terá 6 minutos de propaganda eleitoral na TV, estima um gasto máximo de campanha de R$ 38 milhões.

Já o candidato ao Senado na sua chapa, o ex-ministro Geddel Vieira Lima, trabalha com expectativa de gatar até R$ 28 milhões. Da Luz, o candidato do PRTB, faria seu registro no final da tarde.

jul
06
Posted on 06-07-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 06-07-2014


Cau Gomes, no jornal A Tarde (BA)

jul
06

============================================================

DEU NO JORNAL ESPANHOL EL PAÍS (EDIÇÃO BRASILEIRA)

Visivelmente abatido, com olhos de quem chorou bastante desde que soube que ficaria fora da Copa do Mundo por uma lesão na vértebra, o atacante brasileiro Neymar apareceu em um vídeo gravado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em que diz que o sonho de ser campeão do mundo não acabou.

“Meu sonho ainda não acabou, foi interrompido por uma jogada, mas ele continua. Tenho certeza que meus companheiros vão fazer de tudo para que eu possa realizar o meu sonho, que é ser campeão”, disse o craque, retirado do campeonato por uma lesão causada por uma joelhada do colombiano Zúñiga nesta sexta-feira, quando a seleção do Brasil ganhou da Colômbia por 2 x1 e conquistou uma vaga para a semifinal contra a Alemanha. “Meu sonho era jogar uma final de Copa do Mundo, mas dessa vez não vai dar. Tenho certeza de que eles [a equipe] vão vencer essa e vão ser campeões. E eu vou ser junto, vou estar com eles”, seguiu o jogador, com os olhos mareados.

Imobilizado e com o colete que deve usar nas próximas duas semanas, aparentemente tranquilo, acompanhado pelos colegas e pela televisão brasileira até o momento da partida, Neymar deixou neste sábado a granja Comary a bordo de um helicóptero que havia pousado nos campos de treino da seleção. Em uma sequência filmada pela CBF, que planeja lançar um documentário se a seleção brasileira conquistar o campeonato, os jogadores emocionados se despediram do número 10, levado para casa no litoral de São Paulo. O jogador ficará em repouso, rodeado por seus parentes mais próximos, na casa da família no Guarujá. Ali começará sua recuperação da fratura na terceira vértebra lombar, que não requer cirurgia, mas vai mantê-lo longe do futebol por quatro a seis semanas.

O grupo recebeu mais um golpe com a morte do avô do lateral Marcelo, Pedro Vieira da Silva Filho, que desempenhou um papel preponderante na carreira futebolística do jogador do Real Madrid. Embora a Federação tenha autorizado sua ida ao enterro, Marcelo optou por ficar em Teresópolis – Foi o terceiro parente de membros do time que morre desde que a delegação brasileira chegou a esta localidade serrana: Scolari perdeu um cunhado e um sobrinho. Enquanto isso, a 90 quilômetros dali, no Rio de Janeiro, cresciam os rumores sobre uma forte sanção ao lateral colombiano Zuñiga, autor da joelhada que deixou o país anfitrião sem sua estrela. A FIFA só confirmou que sua Comissão Disciplinar abriu um processo para analisar a jogada “com todos os vídeos disponíveis”. Segundo a mídia local, a Confederação Brasileira de Futebol estaria pressionando a FIFA para punir o jogador do Nápoles, que recebeu ontem nas redes sociais inúmeras ofensas e até mesmo insultos racistas (“macaco”) de torcedores brasileiros. O ex-jogador Ronaldo, conselheiro do Comitê Organizador Local da Copa, acusou publicamente Zúñiga de ferir Neymar intencionalmente. “Não é uma jogada normal do futebol”, disse ele no estádio do Maracanã. “Não sei não sei foi planejado, mas foi muito violento.” Ao seu lado estava o o ex-jogador italiano e campeão mundial Fabio Cannavaro, que afirmou: “Não gostei daquele joelho tão alto. Acho que é uma falta com a intenção de prejudicar”.

Outro protagonista involuntário do Brasil x Colômbia foi o árbitro espanhol Carlos Velasco Carballo, acusado de ser complacente demais com o jogo duro em uma partida que alcançou altos níveis de tensão na segunda etapa. O técnico Luiz Felipe Scolari afirmou depois da partida: “Todo mundo sabe que o Neymar vai ser caçado no campo. Faz três partidas que estou avisando, e ninguém toma medidas. Hoje Thiago Silva foi advertido por passar na frente do goleiro, e na jogada em que lesionaram o Neymar não houve nem amarelo”, queixou-se Felipão, segundo o qual o árbitro “deveria ter parado o nosso jogo duro e o deles”.

A lesão do jogador, que recebeu múltiplas mensagens de apoio dentro e fora do seu país, uniu o futebol brasileiro. A presidenta Dilma Rousseff escreveu ontem uma carta pública ao jogador “com o coração partido, como o de todos os brasileiros”, e o qualificou como “grande guerreiro que interrompe brevemente seu avanço, tendo deixado já sua marca insuperável na batalha vitoriosa que trava a nossa seleção”.

A imagem de Neymar sedado e tranquilo no helicóptero, já sem esconder o rosto com o agasalho, como na dramática noite da sexta-feira, marca um ponto de inflexão na luta do Brasil pelo hexacampeonato e provavelmente permitirá à equipe se concentrar na difícil tarefa de encontrar substituições para ele mesmo e para o capitão Thiago Silva para o crucial duelo contra a Alemanha.

Se Messi não faz, deixa que Higuaim encaçapa la pelota.

BOM DOMINGO!!!

(Vitor Hugo Soares)

jul
06
Posted on 06-07-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 06-07-2014


Talisca:ídolo do Bahia vai para Portugal

=======================================================

DEU NO PORTAL EUROPEU TSF (DE PORTUGAL)

A equipe de futebol brasileira do Bahia anunciou ontem (5) a transferência do meia Anderson Talisca para o Benfica, referindo que o negócio foi efetuado a troco de quatro milhões de euros.

«A negociação, de quatro milhões de euros, é a maior da história do Bahia e foi solicitada pelo jogador no dia em que o plantel do tricolor baiano voltou da parada da Copa do Mundo, há pouco mais de duas semanas», refere o clube no seu site oficial.

O médio, de 20 anos, deve viajar hoje para Portugal e vai assinar um contrato de cinco temporadas, sublinha o clube brasileiro, que vai receber 50 por cento da transferência do jogador, com a restante percentagem do passe a cobrir divida.

«Sim, fui peça fundamental na decisão, porque sou eu que jogo. Se errar, erro eu. Se acertar, acerto eu. Foi tudo estudado», disse Talisca. O médio afirmou que pretende voltar ao clube brasileiro no futuro.

«Fica aquele sentimento de saudade, mas sei que um dia vou voltar. Agora é uma nova história, mas nunca vou deixar de ser Bahia nem nunca vou deixar de torcer, como sempre torci, e vou estar acompanhando todos os jogos», garantiu.

O presidente do clube brasileiro, Fernando Schmidt, afirmou que o médio vai deixar o clube porque essa foi a sua vontade. «Falamos para ele: Talisca, você só está saindo porque você quer. E vale lembrar que, desde o ano passado, já recebemos propostas pelo atleta. Mas também foi positivo para o clube», afirmou.

=========================================================

ARTIGO

Neymar e James: choro e exemplos

Maria Aparecida Torneros

No curso desta Copa do Mundo realizada no Brasil temos nos acostumado a ver nossos jogadores chorarem, geralmrnte, de emoção, o que provoca especulações psicologicas ou avaliações moralistas preconceituosas.No jogo entre Brasil e Colombia dois meninos de 22 anos choraram por dores emocionais e fisicas. James e Neymar sairsm do estadio do Castelao sentindo a destruição dos seus sonhos de chegar à final do Campeonato Mundial de Futebol.

Um homem tambem chora como diz a canção e no caso da frustração dos jovens atacantes artilheiros, todos choramos junto com eles. Meninos latino americanos crescidos em paises de muitas desigualdades sociais, James e Neymar apesar dos traumas inegáveis que estão enfrentando, tem a oportunidade de legar uma grande lição às novas gerações de meninos e meninas amantes do jogo de bola.

Quando James foi consolado pelo adversario Davi Luiz aquela era a imagem mais Linda de todo o evento do Futebol em 2014. Um menino chorava um lamento emocional mas o carinho humano oferecia o antidoto para a decepção. Ao mesmo tempo o outro jovem machucado vertia dolorosas lagrimas numa ambulancia a caminho do hospital onde seria enterrado seu sonho de vencer a Copa chutando a brazuca. Neymar de coluna fraturada e o Brasil inteiro rezando por ele a consolar e oferece abraço de irmão.

No iintenso jogo da vida, chorar é sinonimo de lutar. Pode ser assim, um pranto de moleque decepcionado, mas é tambem a certeza do crescimento humano. Uma vitória da superação diante da injustiça ou da impondetabilidade. Talvez seja a chance de goleada que a solidariede deva emplacar sobre o excesso de marketing e nossos meninos aprendam a distinguir entre a ilusão dos ganhos financeiros e a riqueza da fraternidade acima e além de disputas em arena. Os jovens James e Neymar vão superar seus choros e quando voltarem a sorrir saberão o valor do sentimento maior. Nao há dinheiro no Mundo que pague o imenso afeto despertado por eles em nossos corações!

Cida Torneros, jornalista e escritora, morra no Rio de Janeiro, onde edita o Blog da Mulher Necessária

  • Arquivos