http://youtu.be/oXHSq-giJ7w

Desesperar jamais, cutucou por baixo
o de cima cai.

Versos a conferir logo mais no estádio Mané Garrincha, de Brasília – DF.

A inspiração para a seleção brasileira e o bom futebol, no entanto, não poderia ser melhor.

BOA TARDE

(Vitor Hugo Soares)

jun
23
Posted on 23-06-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 23-06-2014


DEU NO PORTAL A TARDE

Os médicos vão suspender atendimento pelo Bradesco Saúde na Bahia, a partir de 25 de junho. De acordo com o Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed-BA) a decisão foi tomada após a empresa negar negociar um reajuste com os profissionais baianos.

Ainda segundo o Sindimed-BA, ficam assegurados os atendimentos de urgência e emergência. Eles recomendam que as consultas e demais procedimentos eletivos ainda podem ser feitos, desde que o segurado utilize a modalidade de reembolso, pagando diretamente aos profissionais e cobrando do plano o ressarcimento.

Para o sindicato a situação do achatamento progressivo da remuneração atingiu níveis insustentáveis. Os radiologistas receberiam R$ 5 por um laudo de raio-X de tórax e R$15 por uma ultrassonografia obstétrica, exames de alta complexidade.

A paralisação já foi comunicada aos órgãos competentes: Procon, Ministério Público (Ceacon), Ministério Público Federal e à ANS. Desta forma, segundo o Sindimed, o próprio plano compeliu os médicos a adotarem essa medida extrema de paralisação dos atendimentos por tempo indeterminado.

Em nota, o Bradesco Saúde não se pronunciou sobre a paralisação do médicos, mas informou que reajusta anualmente os valores de consultas e honorários médicos, na maioria das vezes acima dos índices gerais de preços e dos índices de reajuste editados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Confira na íntegra a nota do Bradesco Saúde:

A Bradesco Saúde informa reajustar anualmente os valores de consultas e honorários médicos, na maioria das vezes acima dos índices gerais de preços e dos índices de reajuste editados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A Seguradora está entre as operadoras de saúde com melhor remuneração aos médicos referenciados.

Os segurados da Bradesco Saúde podem obter reembolso de procedimentos médico-hospitalares realizados fora de sua rede referenciada, que seguem os valores estabelecidos contratualmente.

A Bradesco Saúde oferece Central de Atendimento ininterrupta (4004-2700 – capitais – e 0800 701 2700 – demais localidades) para que seus


Mourinho: Faltou experiência aos EUA
====================================================

O técnico português José Mourinho (treinador do Chelsea da Inglaterra) considerou que os EUA mereciam ter ganho a Portugal no jogo de ontem, em Manaus, válido para a classificação para a segunda etapa do Grupo G do Mundial 2014, e que terminou em empate (2-2).

Em declarações feitas através da Yahoo Sports, onde tem um espaço de opinião durante o Mundial, o técnico do Chelsea afirmou que os EUA foram prejudicados por alguma falta de experiência na hora de administrarr os minutos finais da partida.

“As equipes com mais experiência e outra cultura fariam de maneira diferente. Parar o jogo, com a simulação de uma lesão para os médicos entrarem em campo… Há muitas coisas que se podem fazer, são coisas negativas, mas que por vezes são cruciais. Os EUA podiam e deviam ter seis pontos e estar já qualificados, mas ainda há espaço para Portugal se classificar com resultados loucos nos últimos jogos, ou até para Gana se qualificar, se baterem Portugal e os EUA perderem com a Alemanha. Parabéns aos EUA, que conseguiram controlar uma importante seleção europeia como Portugal e mereciam ter ganho o jogo”, frisou Mourinho.

Num outro vídeo da Yahoo, mais direcionado para o comportamento da seleção norte-americana e com pouca análise à exibição da seleção portuguesa, Mourinho deixou vários elogios a vários jogadores americanos e a Jurgen Klismann, o treinador dos EUA: “Não entendo, por exemplo, por que é que o Michael Bradley não joga numa equipe europeia de topo. É um jogador fantástico e ainda com uma idade boa. Beckerman e Jones também foram importantes no meio-campo. O lateral-direito, Johnson, destruiu o equilíbrio tático de Portugal. Jurgen Klinsmann é um bom treinador de seleção, um bom motivador, sabe organizar uma equipe para um torneio destes. E a experiência de jogadores como Howard ou Cameron também foi importante.”

jun
23
Posted on 23-06-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 23-06-2014


Mario Alberto, hoje, no LanceNet

BOM DIA!!!

==================================================================

ARTIGO/SELEÇÃO

O nó

Gilson Nogueira

Ah, essa coisa chamada Comunicação, quantos nós dá na cabeça de quem busca decifrá-la, hoje, mais que antes, com o extraordinário avanço dos meios de Comunicação! É uma viagem!

Procuro desatar um dos nós, quando penso ser ela, exatamente agora, o problema maior da Seleção, na Concentração. Ou seja, muita comunicação, que prejudica a concentração. Ou não?

É muita comunicação a atrapalhar o que o grupo (argh!), ou melhor, o time, o time do Brasil !!!,precisa. Ou seja, mais concentração e menos comunicação, como o fato de ter o escrete que ficar ligado no que vai ter que dizer ao mundo exterior, como, por exemplo, com que pé determinado jogador marcou o gol no treino, o que fulano está pensando no instante em que um microfone intercepta seus passos, a caminho do chuveiro.

Fora o contaminante desejo de acompanhar, em tempo integral, o que estão dizendo do escrete, os convocados que foram para a cama com seus celulares que só faltam calçar-lhes as chuteiras, perdem, com isso, a concentração. E haja massagem no ego de cada um. A imagem tomar o lugar da bola.

Você ficou bem na foto, Felipão?.

E você, Marcelo, e você Neymar Jr, e …?

Os meus sentidos de torcedor apontam que, por conta dessa coisa chamada Comunicação, um simples chute errado de um determinado integrante da equipe titular do Brasil, ao saber que está sendo filmado, poderá fazer com que ele, por conta disso, arquitete gesto que não encenaria caso sozinho estivesse, ele, com seus companheiros de equipe e sua comissão técnica.

É muita comunicação e vontade de aparecer, no momento em que o recolhimento e o silêncio devidos seriam grandes conselheiros, diriam craques do passado e do presente.

Muito barulho, muito movimento, muito endomarketing, muita tecnologia, muita promoção, do café da manhã ao momento de ir dormir, atrapalham a preparação. Pesam na hora do vamos ver. Interface tecnológica, demais, propaganda demais, em um momento como esse, agora, em que o selecionado canarinho precisa se entender mais e melhor, por música, atrapalha, desvia o foco da rapaziada na granja da CBF.

Se longe da sua torcida estivesse, talvez, o Brasil transmitisse mais fortemente a idéia de conjunto, de que tem tudo para chegar ao Hexa. O isolamento necessário é fundamental, para a afinação da equipe titular e de seus reservas. Está na hora de mudar!

A continuar esse show de entrevistas, resenhas e muitos torpedos cibernéticos, o Brasil corre o risco de chorar, de novo, em casa.

Gilson Nogueira, jornalista, é colaborador de raiz do Bahia em Pauta

http://youtu.be/boVaez6rVNA

Um imortal ? Horace Silver. Aqui jazz !!!

(Gilson Nogueira)

======================================================

DEU NO G1

O pianista e compositor de jazz Horace Silver, pioneiro do ‘hard bop’ na década de 1950, morreu nesta quarta-feira (18), aos 85 anos, nos Estados Unidos, anunciou a “NPR”, a Rádio Nacional Pública americana, em sua página on-line, citando o filho do músico.

A publicação “Jazz Times” também noticiou a morte do músico, informando que Silver teve uma parada cardíaca em New Rochelle, no estado de Nova York, onde morava..

Nascido em Connecticut (nordeste dos EUA), Horace Ward Martine Tavares Silva era de uma família originária do Cabo Verde, e, desde a infância, foi influenciado pela ‘folk music’ das ilhas da costa do Senegal.

Horace Silver começou tocando sax tenor e, em seguida, passou para o piano, acompanhando o saxofonista Stan Getz em sua turnê. Depois, instalou-se em Nova York, onde trabalhou por 25 anos para o selo Blue Note.

  • Arquivos