jun
21
Postado em 21-06-2014
Arquivado em (Artigos) por vitor em 21-06-2014 11:44

========================================================

===================================================

MULHERES DE CHICO, O SETENTINHA

Maria Aparecida Torneros

A cada primavera do Chico imagino que ele incorpore uma nova mulher. Ao completar setentinha como um artista tao querido e tao talentoso, ele se destaca por muitos predicados mas um sobressai e me intriga. Suas abordagens femininas são um sucesso de sensibilidade e fazem crer no alto grau do seu talento ao personificar as mazelas emocionais da mulherada.

Olhos nos Olhos na interpretação de Maria Bethania foi um Marco desta personificação emblemática.

Outra genialidade do compositor carioca mangueirense e amante do futebol está na cancão imortalizada por Gal Costa quando canta Se acaso me quiseres sou dessas mulheres Que só dizem sim.

O charmoso Chico chega aos 70 com jeito de meninão, Já nos proporcionou um sem numero de emoções inesquecíveis. Elis sussurrando a dor da mulher abandonada em Atras da porta é antológica.

Cantando Chico cada uma de nós se sente compreendida, representada e até vingada. Homem cuja poesia musical nos conforta e nos dá a sensação de bem amadas.

Um brasileiro integrado a sua geração que nos orgulha. Chico faz parte do nosso patrimonio cultural em termos de musica, literatura, ideologia, brasilidade e muito mais. Entretanto, seu pungente lado feminino talvez seja mesmo o segredo maior de sua magia. Vida longa a Chico Buarque do Brasil !

Cida Torneros, jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro, é editora do Blog da Mulher Necessária

Be Sociable, Share!

Comentários

Cida Torneros on 21 junho, 2014 at 13:31 #

viva Chico Buarque do Brasil!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos