DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS, DE PORTUGAL

O Brasil impediu a entrada ou deportou 79 estrangeiros que tentaram entrar no país até o início do Mundial, principalmente por falta de visto ou de documentos, incluindo dois portugueses, segundo dados da Polícia Federal brasileira.

Os norte-americanos lideram a lista, com 24 pessoas impedidas de entrar no país, seguidos dos nigerianos (18) e argentinos (15).

Os motivos mais comuns que justificaram o impedimento foram problemas com a validade dos passaportes, falta de visto ou documentos falsificados. Um norte-americano acusado de pedofilia também integra a lista das pessoas impedidas de entrar no Brasil.

Entre os argentinos, foram impedidos torcedores violentes que constam em uma lista conhecida como “barra brava”, de pessoas que estão proibidas de entrar em estádios, mesmo na Argentina.

Houve ainda o caso de prisão de um traficante de droga procurado pela Interpol, identificado no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro quando tentava embarcar rumo a Fortaleza para assistir ao jogo da seleção mexicana contra o Brasil.

Entre os estrangeiros constam ainda um angolano, um espanhol e um inglês.

Na quarta-feira, 85 torcedores chilenos foram detidos após invadirem a zona de segurança e forçarem a entrada no estádio pela sala da imprensa. O governo brasileiro deu 72 horas a estes turistas para deixaram o país.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos