Messi festeja golaço no Maracanã

=========================================================

DEU NO PÚBLICO, DE PORTUGAL

A Argentina estreou no Mundial 2014, com um triunfo por 2-1 sobre a Bósnia-Herzegovina, num jogo que ficou marcado pelo gol contra mais rápido da história das Copas e pelo reencontro de Messi com o gol, após ter ficado em branco no África do Sul 2010.

O Maracanã voltou a receber um jogo de um Mundial de futebol, 64 anos depois do famoso “Maracanaço”, em que o Uruguai ganhou o título perante 200 mil torcedores brasileiros.

E logo no terceiro minuto de jogo, o estádio do Rio de Janeiro voltou a ser palco de um momento histórico, em menor dimensão, claro: o bósnio Kolasinac teve a infelicidade de cabeçear a bola na própria rede bósnia, marcando assim o gol contra mais rápido da história dos Mundiais (144 segundos).

Com o Garay e Rojo na equipe titular, a Argentina entrava no jogo da melhor forma. Os minutos seguintes, no entanto, mostraram que o esquema de cinco defesas montado pelo tecnico Alejandro Sabella estava longe de funcionar.

O ataque argentino ressentiu-se da falta de atacantes e médios e a defesa não funcionou particularmente bem. O goleiro Romero teve de aplicar em várias ocasiões, especialmente para defender uma cabeçada de Lulic aos 41’.

No intervalo, Sabella trocou Campagnaro e Maxi Rodríguez por Fernando Gago e Higuaín, regressando ao esquema habitual.

A Argentina passou a atacar melhor e a prova disso foi o 2-0, com gol marcado por Messi, após uma grande jogada de troca de passes com Higuaín (65’). O atacantedo Barcelona, que tinha marcado no Mundial 2006 e ficado em branco em 2010, quebrou o jejum.

Já na parte final, Ibisevic reduziu para Bósnia, na sequência de uma boa jogada. (84’). Mas já era tarde de mais para os bósnios, que estiveram quase a sofrer o 3-1 no tempo de compensações.

A Argentina lidera o Grupo F, com três pontos, ficando à espera do Irã-Nigéria desta segunda-feira.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos