Bruna na Granja Comary (Teresópolis)…
———————————————————

Acompanha treinamento de Neymar

=======================================

DEU NO CORREIO DA BAHIA E EM O GLOBO

Da Redação (redacao@correio24horas.com.br)

Durante o treino da Seleção Brasileira na manhã deste domingo (01), na Granja Comary, em Teresópolis, no Rio, uma presença ilustre na plateia chamou a atenção da imprensa. Mesmo tentando passar despercebida com um chapéu e óculos escuros, a atriz Bruna Marquezine foi clicada enquanto assistia ao treino do namorado, o jogador Neymar.

Acompanhada por cinco seguranças, a global ficou em um espaço reservado para os familiares dos jogadores e esteve boa parte do tempo no celular, até o momento que foi reconhecida e passou a ser abordada pelas pessoas. Além disso, outro fato que chamou a atenção foi a aliança que Bruna exibiu nas mãos.

A joia, que é de ouro 18 quilates, com seis milímetros de espessura e 45 diamantes de 0.007 quilates, foi presente Neymar e custou nada mais nada menos que R$ 5.635,50. O ‘mimo’, por sinal, tem sido o mais pedido na loja Reisman, de Higienópolis, em São Paulo, onde o jogador comprou.

==========================================

“Ama que tudo é só Amar/
Sonha que a vida é só sonhar/
Toma do Amor tudo que é bom/
Toma depressa enquanto é bom./
Que depois o Amor/
É só chorar/
Sim, depois o Amor/
É só chorar/”

BOA TARDE!!!

(Vitor Hugo Soares)


Caatiba, Bahia:atraso nacional e desastre na educação
========================================

DEU EM O GLOBO

Carolina Benevides

Mesmo com as transformações sociais e econômicas da última década, alguns municípios do Brasil ainda não chegaram ao século XXI. O dado é do Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM). De acordo com o estudo, os 500 municípios com menores IFDMs estavam, em 2011, 13 anos atrás dos 500 na liderança do ranking. O índice analisa três áreas — Educação, Saúde e Emprego e Renda — e varia entre 0 e 1. Quanto mais perto de 1, melhor.

Segundo o levantamento, em 2011, o IFDM do Brasil foi de 0,7320 pontos, 1,8% maior do que em 2010. Os indicadores de Saúde e Educação melhoraram em 65% e 81% das cidades, respectivamente. O indicador Emprego e Renda, no entanto, recuou: em 2011, a geração de empregos foi 23% menor do que no ano anterior.

Mas, ainda que o país tenha avançado, a desigualdade entre as regiões cai em ritmo lento. Sul e Sudeste concentravam as cidades com maiores índices de desenvolvimento — São Paulo ocupava as dez primeiras posições do ranking. Entre as capitais, o Rio aparecia em 9º lugar, tendo atingido status de alto desenvolvimento. O Centro-Oeste, pela primeira vez, não teve nenhuma cidade com baixo desenvolvimento. Mas Norte e Nordeste tinham apenas três cidades com alto desenvolvimento: Palmas, no Tocantins, e Euzébio e Sobral, no Ceará. Os últimos dez colocados no ranking geral eram dessas regiões.

Santa Rosa do Purus, no Acre, com pouco mais de quatro mil habitantes, segundo o Censo 2010, tinha a pontuação mais baixa do Brasil. De acordo com o estudo, por lá, a nota média do Ideb era 24,4% inferior à nota média nacional. Na Saúde, a taxa de óbito de menores de 5 anos por causas evitáveis foi quase quatro vezes maior que a média nacional. Além disso, entre 2008 e 2011, a geração de emprego formal no município foi nula.

— Mesmo com o país tendo avançado, são dois Brasis. Houve uma mudança significativa entre 2000 e 2010, mas o Brasil ainda tem desafios, quando comparado com o mundo e também com as regiões mais desenvolvidas do país — diz Guilherme Mercês, gerente de Estudos Econômicos da Firjan.

Médica e professora da UFRJ, Ligia Bahia acredita que, para diminuir a disparidade regional, é necessário que haja prioridade orçamentária e de recursos humanos:

— Sem planejamento, sem articulação entre o social e o crescimento econômico, essa desigualdade não acaba. Não adianta só repassar verba, não pode ficar mais achando que política social é melhorar renda e só. Se melhora a renda e não melhora, por exemplo, a qualidade da Saúde oferecida, em algumas cidades a pessoa vai continuar morrendo sem diagnóstico. Diminuir a disparidade é dar também mais chance de sobrevivência, de uma vida melhor.

jun
01
Posted on 01-06-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 01-06-2014


Erasmo, hoje, no Jornal de Piracicaba(SP)

jun
01

============================================

DEU NO PORTAL R7

O apresentador e narrador esportivo Mauricio Torres morreu neste sábado (31) em São Paulo. Internado desde o dia 1º de maio no hospital Sírio Libanês depois de passar mal durante um voo entre Rio de Janeiro e São Paulo, Torres teve complicações médicas e morreu no início da noite.

O velório do apresentador ocorre neste domingo, 1º, no Rio de Janeiro, no Cemitério São João Batista, em Botafogo.

O jornalista iniciou a carreira no sistema Globo de Rádio na década de 90, e em 1996 chegou à Rede Globo de Televisão, local no qual ficou até se transferir para a Rede Record

Torres chegou à Record em 2005 para as transmissões de futebol. No mesmo ano, participou dos programas Terceiro Tempo e D”.

O narrador também esteve na equipe olímpica da Record nos Jogos de Inverno de Vancouver (2010), nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara (2011), na Olimpíada de Londres (2012) e nos Jogos de Inverno de Sochi (2014).

Mauricio Torres também ganhou destaque na apresentação da programação esportiva da casa, tanto da Record quando da Record News (Esporte Fantástico e Esporte Record News). Atualmente apresentava o Esporte Fantástico ao lado de Mylena Ciribelli e Cláudia Reis.

==============================================

BOM DOMINGO JUNINO!!!

==================================================


O craque italiano Riccardo Montolivo foi afastado do Mundial 2014 , que começa 12 de junho no Brasil, depois de fraturar a tíbia no amistoso deste sábado, 31, com a Irlanda. A lesão afastará o jogador dos gramados durante alguns meses.

Após conhecer a gravidade da lesão do médio volante do AC Milan, logo aos dez minutos da partida, o treinadorr italiano sublinhou que Montolivo «é um jogador-chave» na equipa italiana.

«É um ponto de referência dentro e fora do campo com uma grande atitude. Não merecia isto e estamos todos chocados», acrescentou Cesare Prandelli.

Após um choque com Alex Pearce, Montolivo, de 29 anos, foi retirado do relvado em maca e levado para o hospital, onde um raio-X confirmou a fratura na tíbia.

Prandelli adiantou ainda que o médio, que fazia a sua 58º jogo pela seleção da Itália e que era o capitão da equipe nesta partida, será transportado num voo especial para Milão, onde será operado.

  • Arquivos