Egberto Gismonti – Trenzinho do Caipira

Villa Lobos, por Egberto Gismonti, para a última semana de Maio 2014 transcorrer em paz.

BOA TARDE!!!

(Vitor Hugo Soares)

============================================

DEU EM A TARDE

PATRÍCIA FRANÇA

Às 18 horas desta segunda-feira, 26, quando encerrar o prazo para inscrição dos candidatos que vão disputar as três vagas de conselheiro nos tribunais de contas do estado e do município, o governador Jaques Wagner (PT) estará de prontidão no gabinete do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo (PDT).

É da sala que fica no primeiro andar do prédio da Assembleia, no CAB, que Wagner vai receber, um a um, os deputados da sua base. Vai com a missão de apagar o foco de incêndio que aliados insatisfeitos ameaçam alastrar e, com isso, afastar o risco de não emplacar, na eleição secreta marcada para a quarta-feira, os nomes dos seus indicados: os deputados federais Mário Negromonte (PP), para o TCM, e Zezéu Ribeiro (PT), para o TCE. O outro indicado para o TCE é o deputado João Bonfim (PDT).

Negromonte foi designado para o Tribunal de Contas dos Municípios num acordo do governador com o pepista para compensar a retirada do seu nome como vice na chapa ao governo encabeçada por Rui Costa (PT). Amigo de longa data de Wagner, Zezéu abriu mão da secretaria de Planejamento para José Sérgio Gabrielli e, agora, estaria sendo premiado com vaga no Tribunal de Contas do Estado.

O cenário é de incertezas para o governante petista. “A hora de mostrar insatisfação e não criar briga é no voto secreto”, lembrou um governista, que preferiu o anonimato.

Wagner vai precisar de dois terços do plenário para não ser derrotado, ou seja, 42 votos pela aprovação das suas indicações – quase a totalidade da sua base, atualmente representada por 44 deputados.

Nos bastidores, o que se comenta é que o governador, em ano eleitoral, vai tentar dobrar os insatisfeitos com obras para os municípios e agilizar a liberação de convênios, já que a legislação eleitoral restringe o prazo desses repasses.

O líder da maioria, deputado Zé Neto (PT), garante que não há revolta na base. “O governador vai conversar sobre questões corriqueiras do estado, de interesse da Assembleia”, minimizou, informando não haver qualquer temor quanto a eleição dos futuros conselheiros.

No discurso a versão é outra e se fala em “revolta” e até “constrangimento”. O deputado Pastor Isidório (PSC) acha que os tribunais de contas deveriam ser ocupados por técnicos e não por políticos, para haver isenção. “O conselheiro não fiscaliza as contas? A mulher de Negromonte (Ena Vilma) é prefeita de Glória e o filho é deputado estadual (Mário Júnior.)”, assinala o parlamentar.

O deputado Capitão Tadeu (PSB) também disse ser contra a indicação política para cargo público. “Exemplo maior é o STF em que os ministros são indicados pelo presidente da República e alguns deles votaram não pela técnica jurídica, mas pela técnica política momentânea”, disse, referindo-se ao caso do mensalão.

maio
26
Posted on 26-05-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 26-05-2014


===========================================
Sid, hoje, no portal de humor A Charge Online

DEU NA TRIBUNA DA bAHIA

Lilian Machado

A queda de braço entre o empresariado do transporte público e os motoristas, que oficializaram o anúncio de uma greve a partir de terça-feira será refletida na esfera política de Brasília.

A iminência da paralisação vai determinar a ida do prefeito ACM Neto (DEM) à capital federal, esta segunda-feira para um encontro com o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB).

A pauta da audiência é o pedido para que seja acelerada a tramitação do projeto, que visa acabar com a atual folga fracionada, que não satisfaz a categoria e automaticamente aumenta em uma hora a jornada de trabalho dos rodoviários.

Pela lei em vigor, a carga horária é de oito horas diárias mais duas horas extras, o motorista precisa fazer uma parada de pelo menos meia hora a cada quatro de direção e o intervalo entre as jornadas é de 11 horas. O período de descanso semanal é de 36 horas.

O prefeito quer mudança na lei do motorista, como forma de inibir a tendência das paralisações. Em nota enviada a imprensa, apesar de reconhecer que tal iniciativa poderá não evitar a greve dos condutores de ônibus coletivos, principais transporte público da capital baiana, o objetivo é tentar manter a frota em funcionamento.

“Vou fazer um apelo ao senador Renan Calheiros no sentido de acelerar a votação do Projeto de Lei que reduz a jornada de trabalho dos rodoviários e continuar dialogando e trabalhando muito nos próximos dias para evitar a greve. Mais uma vez, apelo aos empresários e trabalhadores para que cheguem a um consenso e evitem a paralisação que é muito prejudicial à cidade”.

Categoria oficializa greve na terça-feira

Entretanto, apesar da tentativa de articulação do prefeito que chegou a conversar com a categoria, os rodoviários publicaram um comunicado à população, onde destacam “que diante da intransigência patronal, a Assembleia Geral Extraordinária da categoria profissional realizada na quinta-feira, decidiu pela deflagração de greve geral por tempo indeterminado”. Segundo o presidente do Sindicato, Hélio Ferreira, na terça-feira (27/05), a cidade já vai amanhecer sem o serviço. O prazo de inicio obedece às 72 horas exigidas por lei para que a população seja avisada.

O protesto é motivado pela ausência de contraproposta do sindicato patronal para as reivindicações de redução da jornada de trabalho de oito para seis horas diárias, 15% de aumento salarial, tíquete alimentação de R$ 20, além da admissão de mais mulheres na profissão e fim da atribuição de dois cargos para motoristas e cobradores.

Conforme o dirigente da entidade, são mais de 50 dias tentando negociar, diante da resistência das empresas que sinalizaram apenas a discussão do salário. O Ministério Público do Trabalho (MPT) também informou que tentou mediar a negociação entre as partes, junto com a Superintendência Regional de Trabalho e Emprego (SRTE). Contudo, conforme o MPT, não houve proposta por parte das empresas.

Mas, ontem, os empresários anunciaram que ainda vão tentar impedir que os rodoviários cruzem os braços a partir de uma conversa programada para segunda-feira, às 8 h. Eles prometeram discutir alguns pontos para tentarem negociar com os trabalhadores. Após essa conversa, eles tentarão firmar o acordo na Superintendência Regional do Trabalho.

A possibilidade de que um diálogo com ajustes a serem feitos possa reduzir a chance de o movimento ser concretizado foi sinalizado pelo diretor do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador (Setps), Jorge Castro.

http://youtu.be/8RlStiERUNA

=================================

BOM DIA!!!

maio
26


Washington e Assis: dupla de ouro do Flu anos 80

========================================

O ex-atacante Washington foi encontrado morto em sua casa em Curitiba na manhã deste domingo. Ele formou, com Assis, o “casal 20” do Fluminense na década de 1980.

Há quase cinco anos, ele lutava contra uma doença degenerativa, um tipo de esclerose, e vivia sob os cuidados de um enfermeiro. Washington já não falava mais e chamava o cuidador apertando um botão que ficava ao lado de sua cama. Quando foi encontrado, este botão de auxílio estava em sua mão, acionado.

Washington César Santos foi ídolo de várias torcidas. Pelo Internacional, esteve no grupo campeão gaúcho de 1981. No ano seguinte, foi campeão paranaense pelo Atlético-PR, venceu o campeonato carioca pelo Botafogo em 1990, o capixaba em 1992 pela Desportiva Ferroviária e o campeonato pernambucano pelo Santa Cruz em 1993.

Mas foi jogando pelo Fluminense que ficou conhecido em todo o Brasil. Foram três títulos estaduais, em 1983, 1984 e 1985, e um título brasileiro em 1984.

No final de 2009, Washington recebeu uma homenagem. O jogo entre Fluminense e Atlético-PR pelo Campeonato Brasileiro da Série A, realizado no Maracanã, foi chamado de “Washington Day” e foram arrecadadas contribuições destinadas ao pagamento de seu tratamento.

O atacante Fred também participou da campanha.Ele chegou a fazer um leilão de camisa autografada com renda revertida para o tratamento do ex-ídolo tricolor. A vitória por 2 a 1, Fred também dedicou ao ex-atacante.

Washington também teve passagem pelas seleções brasileiras principal e olímpica.

O corpo de Washington já foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Curitiba e o laudo sobre a causa da morte é esperado ainda para a tarde deste domingo. Até por conta dos procedimentos legais e da espera pela liberação do corpo, a família ainda não confirmou quando e onde deve acontecer enterro de Washington.

Tanto o Fluminense quanto o Atlético-PR emitiram notas de pesar pela morte do jogador.

============================================

“Estrela”: a luminosa poesia e linda melodia de Gil vão para Letícia e Claudio, “o mais novo casal da praça”, como assinalou o juiz Alberto, na singela e tocante celebração do casamento civil dos dois queridos amigos do BP, realizado bem no alto do bairro boêmio, poético e histórico do Rio Vermelho, quando os derradeiros raios de sol da tarde de sábado, 24 de Maio ,caiam deslumbrantes sobre o mar da Baia de Todos os Santos.

Uma data e uma celebração dignas do casal Let-Claudio.

“Incrível, 24 de maio é dia de Nossa Senhora Auxiliadora, a poderosa santa salesiana”, lembrou Margarida. Que ela proteja o casal e que os dois se amem com a mesma chama de ontem e sejam felizes sempre..

(Hugo e Margarida)

DEU NA FOLHA DE S. PAULO.EDIÇÃO IMPRESSA DE DOMINGO, 24 DE MAIO.

Campo de batalha

ELIANE CANTANHÊDE

BRASÍLIA – As oposições parecem não perceber ou não dar bola, mas o governo e o PT estão ganhando a batalha mais importante a esta altura da eleição: são eles que determinam como vai ser a guerra.

As pesquisas têm um peso enorme no ânimo do eleitorado e na definição de apoios e coligações, mas, neste momento, o fundamental é definir as armas, arregimentar as tropas, delimitar o campo, atrair o inimigo para o terreno que você domina. Depois, não tem como sair.

Aécio e Eduardo Campos vinham bem quando o debate (ou o “terreno”) era Petrobras, crise ética, crescimento baixo, inflação alta, o preço do tomate. Mas Dilma, que patinava, deu uma guinada e puxou tucanos e pessebistas para o campo social. Este é o forte do PT e de Lula e a única área que salva o discurso de Dilma.

Com a CPI da Petrobras no Senado enterrada e a CPI mista natimorta, lá se foram vários cartuchos da oposição. E os novos anúncios do governo –aumento do Bolsa Família, correção da tabela do IR, investimentos em saneamento básico– reforçaram a munição de Dilma. O anúncio do medo e dos fantasmas fez a liga.

É verdade que as pessoas votam pensando em se dar bem, mas os interesses meramente pessoais não anulam o imaginário coletivo. Explico: as menores faixas de renda querem Bolsas; as classes médias querem emprego, renda e status; as mais remuneradas querem privilégios; as ricas querem ficar mais ricas. E todas querem segurança etc. Mas há mensagens que perpassam todas elas.

Exemplo? A fofoca de que os tucanos privatizariam a Petrobras. Isso não atingia diretamente o interesse de quase nenhum eleitor e de nenhuma faixa de renda e de escolaridade, mas fez um corte transversal por todas.

A campanha de Dilma planta agora o medo da “volta ao passado” e a “inclusão social versus medidas impopulares e elitistas”, para colher depois nos programas, nos debates e, claro, nos votos.

maio
25
Posted on 25-05-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 25-05-2014


===========================================
Aroeira, hoje, no jornal Brasil Econômico

Viva Real. Viva Madri.VIVA ESPANHA!!!

Y VAMOS A LA FIESTA MADRILLEÑA

BOM DOMINGO!!!

(Vitor Hugo Soares)

Pages: 1 2 3 4 5 6 7 ... 23 24

  • Arquivos