maio
02
Posted on 02-05-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 02-05-2014

Argentinoa na Plaza de Mayo, em frente ao palácio presidencial da Casa Rosada, Buenos Aires.


=================================================================

=========================================================
ARTIGO

“Alternativa”: Da UFRB para o mundo

Luiz Nova

­­­
Se a grande mídia se apresenta com o discurso de pretensa imparcialidade, a revista afirmativa define bem o seu lugar de fala e, já no slogan, brada “Somos nós, falando de nós, para todo o mundo”. Mesmo com o fenômeno da convergência digital produzindo o fenômeno de crescimento das publicações eletrônicas, a equipe afirmativa aposta na versão impressa. Se de um lado coloca-se uma receita padrão de produção do texto jornalístico, nela se experimentam linguagens novas. Assim caminha esta produção editorial de estudantes de jornalismo da UFRB e seus parceiros.

Na revista não há pirâmides ou enquadramentos padrões. Se uma forma geométrica definisse o veículo, essa forma seria circular: estudantes cotistas do curso de jornalismo da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) inovam no periódico que conta a história de luta das políticas afirmativas no Brasil. Esses jovens, em sua maioria, oriundos de escolas públicas, ao se reunirem para discutir a criação de um material jornalístico, perceberam que boa parte dos cotistas desconheciam a luta do processo de implantação das políticas afirmativas. Observou-se, então, a necessidade de criação de uma publicação que contasse a história e perspectivas das Políticas de Reparação no Brasil. Nasceu assim a primeira Edição da Revista afirmativa.

Em vinte páginas, o periódico, distribuído gratuitamente, abre espaço para aqueles que historicamente foram/são silenciados pela grande mídia. “É o jornalismo sem padrão, feito para a juventude que não cabe nos padrões”. Assim se define a proposta editorial, que parte das Políticas Afirmativas, mas não se restringe a elas. Temas relacionados à equidade sócio-racial, de gênero, sexualidade, cultura negra, periférica compõem a miscelânea editorial da revista.

A coluna de Sueli Carneiro, militante do movimento social negro, vandaliza ao falar nos jovens que não cabem nos programas de equidade social promovidos pelo governo nos últimos anos. A matéria de capa “Cotas na pós-graduação” traz a tona um debate, a luta não acabou. Também sobre as cotas, a matéria “Dia D para a reparação” disserta sobre o processo pioneiro de implantação das cotas na Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

A publicação destaca também a importância da participação dos núcleos negros estudantis na pauta do debate racial na academia. A nova demografia racial na Universidade não garante a quebra do eurocentrismo acadêmico. A matéria “Nome de Guerra” aborda a crueldade da homofobia no Brasil, país que ocupa o primeiro lugar no ranking de assassinatos homofóbicos, com 44% das execuções de todo o planeta, e questiona o papel que a universidade tem desempenhado para reversão deste cenário.
A reportagem final “Esperança não é a última nem a primeira a morrer” marca o flerte da editoria com o jornalismo literário, contando a história da escrava Esperança, uma criança negra brutalmente assassinada por sua “sinhá” em meados do século XIX.

O projeto gráfico, moderno e arrojado, proporciona uma experiência estética onde texto e ilustrações se harmonizam. A linguagem verbo-visual da capa se utiliza de um dos elementos da cultura hip hop, o grafite.

A revista conta com imagens exclusivas do Zumvi Arquivo Fotográfico, organização que registrou nos últimos 23 anos o cotidiano dos afrodescendentes em contextos políticos, artísticos e culturais. A primeira edição foi impressa com o apoio UFRB, onde editoras e repórteres cursam ou já concluíram o curso de comunicação social com habilitação em jornalismo.

Afirmativa, que se pretende trimestral, foi lançada oficialmente em 19 de março durante o I Encontro de Estudantes Negras, Negros, Indígenas, Cotistas e Quilombolas (Enicq) da UFRB, em Cruz das Almas. A equipe, que já trabalha na segunda edição prevista para ser publicada em junho, recebeu convites para lançar o material em outras cidades e se prepara, agora, para organizar os lançamentos nas cidades de Cachoeira (BA), Amargosa (Ba), Salvador, Aracaju (SE) e na Argentina.

A afirmativa se destaca de outras revistas voltadas para a mesma área. As outras, publicações mais críticas, têm uma produção voltada para ensaios e textos sociológicos. Estes textos, embora discorram sobre as questões das minorias sociais, não conseguem ter um numero expressivo do público desejado como leitor. A proposta da afirmativa parte disso e quer extravasar os muros da universidade, quer dar opinião e ser canal de opinião, dos silenciados pela grande mídia, a tradicional, a hegemônica. É, portanto, um horizonte afirmativo, para o jornalismo da diversidade e do direito a informação.

Luiz Nova , Professor de Comunicação/Jornalismo – CAHL
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

BOM DIA!!!


Cinco mititantes petistas em frente
à Papuda no retorno de Genoino.

========================================================


DEU NO UOL/FOLHA

O ex-presidente do PT José Genoino voltou nesta quinta-feira (1°), no feriado do Dia do Trabalho, para o presídio da Papuda, em Brasília. A informação foi confirmada à imprensa pela Secretaria de Segurança do Distrito Federal.

Condenado a 4 anos e 8 meses no processo do mensalão pelo crime de corrupção, Genoino está desde o ano passado em prisão domiciliar por ter passado mal nos primeiros dias de detenção devido a problemas cardíacos e a uma cirurgia que fez para implantar uma prótese na aorta. Com isso, o petista cumprirá sua pena em regime semiaberto.

A decisão de mandar Genoino para a cadeia novamente foi tomada ontem pelo presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, após uma junta médica da UNB (Universidade de Brasília) atestar em laudo que, embora seja portador de cardiopatia, Genoino está com seu quadro de saúde estabilizado.

Para os médicos, ele tem um “aparente ótimo estado geral” e não seria imprescindível sua permanência em casa para a manutenção de seu tratamento. Além do laudo da Unb, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já havia enviado parecer a Barbosa dizendo que, caso os exames médicos apresentassem resultados satisfatórios, ele entendia que Genoino deveria voltar para a Papuda.

À época, ele ficou preso uma semana na Papuda antes de passar mal e deixar o presídio para fazer exames. Genoino realizou uma cirurgia para implantar uma prótese na aorta. Ontem, o advogado Luiz Fernando Pacheco, que defende Genoino, definiu como “acinte” o fato de Barbosa determinar a volta à prisão do ex-presidente do PT no Dia do Trabalho.

Os primeiros mandados de prisão do mensalão aconteceram ano passado, no dia 15 de novembro, proclamação da República. O deputado José Guimarães (PT-CE), irmão de Genoino, se encontrou hoje com ele antes dele se entregar na Papuda.

RETORNO

O Advogado de Genoino, Claudio Alencar, acompanhou o retorno dele à Papuda e criticou a decisão do STF. “Vamos recorrer ao plenário para tentar reverter novamente para prisão domiciliar, que é o mais adequado no caso dele”, disse.

Segundo Alencar, hoje não tem médico no sistema penitenciário do Distrito Federal. “Nos feriados e finais de semana não tem médico na Papuda. E a informação que obtivemos é que o único médico do complexo está de férias. O sistema penitenciário tinha que prover isso. É temerária a decisão do STF. Estamos preocupados”, afirmou.

O cardiologista de Genoino, Geniberto Paiva Campos, também presente na apresentação do ex-presidente do PT à Papuda, acredita que a situação médica de Genoino é catastrófica. “Do ponto de vista médico é uma cardiopatia gravíssima e uma situação catastrófica. A cada 10 pessoas que tem essa doença, 8 morrem” disse.

Campos admitiu que o atual quadro clínico é muito bom. Segundo ele, porque “esse tempo todo ficou assistido pela família e por médicos”. “Ele está bem psicologicamente e clinicamente. Mas não é o lugar ideal para ele estar. Ele é, sem dúvida, um paciente de risco para se colocar no sistema penitenciário”.

O cardiologista também comentou o laudo médico da UNB, que disse que o quadro atual era bom. “O laudo não recomenda que ele volte para o sistema prisional. Diz que ele está bem no momento e eu também digo isso. Mas ele tem um problema de saúde grave que precisa ser acompanhado”, completou.

Cinco militantes do PT estavam presentes em frente à Papuda quando Genoino retornou ao presídio. Eles manifestaram apoio ao político do partido.

DEU NO PORTAL A TARDE

O corpo de Antônia Rodrigues dos Santos, 54 anos, foi encontrado na manhã desta quinta-feira, 1º, pelas equipes que trabalham nas buscas dos desaparecidos no naufrágio ocorrido na noite de terça-feira, 29, no lago de Sobradinho, rio São Francisco. O acidente aconteceu quando a embarcação fazia a travessia com 40 passageiros entre as cidades de Remanso e Sento Sé, 691 km de Salvador.

Equipes formadas por pescadores, bombeiros e prepostos da Marinha do Brasil recomeçaram nesta manhã as buscas, que continuam durante o dia para localizar as quatro pessoas que ainda estão desaparecidas, sendo um garoto de 11 anos e três adultos.

Esta foi a segunda morte confirmada depois do acidente, já que logo após o desastre populares resgataram das águas o corpo do menino Wedson de Carvalho Granja Ribeiro de Oliveira, de 4 anos, que estava na barca ‘Travessia do Mar Vermelho’ com a mãe, que conseguiu se salvar.

Segundo a Marinha, o comandante Evandro dos Santos Nascimento, possui habilitação para dirigir embarcações deste porte. Um Inquérito foi instaurado pela Policia Civil de Sento Sé, sob a presidência do delegado Raimundo Guerra, para apurar as circunstâncias do naufrágio. A Marinha também abriu um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN), que deve ser concluído em três meses.

maio
01

===========================================================

DEU NO CORREIO DA BAHIA

O Solidariedade, partido do deputado federal Luiz Argôlo, não pretende punir o parlamentar pelo envolvimento com o doleiro Alberto Youssef. Segundo a Veja, o advogado da agremiação, Tiago Cedraz, já está “debruçado” sobre o caso para fazer a defesa do baiano.

Argôlo, que inicialmente negou a proximidade com o doleiro, mudou o discurso e, ainda segundo a publicação, admitiu ter feito negócios com Youssef.

Em mensagem interceptada pela Polícia Federal no dia 28 de fevereiro deste ano, o deputado baiano e o doleiro aparecem em uma afetuosa troca de mensagens, o que comprovaria mais ainda o envolvimento dos dois. As informações fazem parte do relatória da Operação Lava Jato.

Argôlo: Bom dia.
Youssef: Bom dia.
Argôlo: Você sabe que tenho um carinho por vc e é muito especial.
Youssef: Eu idem.
Argôlo: Queria ter falado isso ontem. Acabei não falando. Te amo.
Youssef: Eu amo você também. Muitoooooooooo
Argôlo: Sinto isso. E aí já melhorou?? Melhorou???
Argôlo: Por favor me diga uma coia.

Dá-lhe, Paulinho!

Som na caixa, maestro!!!

(Vitor Hugo soares, no batente do BP)

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS, DE LISBOA

As autoridades australianas, que coordenam a busca do avião desaparecido da Malaysia Airlines, deram hoje concluídas oficialmente as missões aéreas no oceano Índico para encontrar os restos do aparelho.

“Os navios e aeronaves que trabalhavam no mapeamento da superfície marinha vão regressar às respetivas tarefas nacionais nos próximos dias”, indica um comunicado do Centro de Coordenação de Agências Conjuntas. Aviões da Austrália, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, Japão, Malásia, Nova Zelândia e Reino Unido efetuaram buscas desde o passado dia 18 de março numa grande região do oceano Índico pelo avião desaparecido da Malaysia Airlines.

O primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, anunciou na segunda-feira que a busca do avião entra “numa nova fase” na qual será intensificada a busca submarina ao considerar “altamente improvável” encontrar destroços na superfície do oceano quase dois meses depois do desaparecimento do avião.

O submarino Bluefin-21, que viaja a bordo do navio australiano Ocean Vessel, continuará as suas missões no fundo do mar “nas próximas semanas” depois de completar 17 missões e mapear 314 quilómetros quadrados próximo da zona onde alegadamente foi captado um sinal acústico procedente de uma das caixas negras. As autoridades que coordenam a busca disseram que iniciaram contatos com empresas privadas especializadas em buscas submarinas para aumentar o alcance das missões.

O avião da Malaysia Airlines desapareceu a 08 de março quando fazia a ligação Kuala Lumpur – Pequim com 239 pessoas a bordo, um terço das quais de nacionalidade chinesa. O avião desapareceu dos ecrãs de controlo do radar 40 minutos depois de estar no ar e mudou de rumo, numa “ação deliberada”, de acordo com as autoridades malaias, para atravessar o estreito de Malaca, em direção contrária ao trajeto inicial.

maio
01
Posted on 01-05-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 01-05-2014


Sid, hoje, no portal de humor A Charge Online

DEU NA TRIBUNA DA BAHIA

Em entrevista nesta quarta-feira (30/4) às rádios Metrópole e Tudo FM, de Salvador, a presidente Dilma Rousseff considerou “normal” o manifesto “Volta Lula”, anunciado na segunda-feira (28) pelo líder do PR na Câmara, deputado Bernardo Vasconcellos (MG). Para Dilma, em ano eleitoral é possível ocorrer fatos “concebíveis” e “até os inconcebíveis”.

“[O volta Lula] é uma situação normal. Gostaria que, quando eu for candidata, eu tenha o apoio da minha própria base. Mas não havendo esse apoio, vamos tocar em frente. Sempre por trás das coisas existe outras explicações. Daqui até o final do ano, tenho uma atividade importantíssima para fazer, que não posso me desligar”, explicou a presidente.

Na última segunda-feira, o líder do PR, leu um manifesto, assinado por 20 dos 32 deputados da bancada, em que pedem que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja candidato à Presidência da República. De acordo com o líder do PR, Lula é o único capaz de conduzir o país “neste momento de crise econômica”.

Em resposta ao radialista Mário Kertész, da rádio Metrópole, Dilma ressaltou que gosta de sua função. “Eu gosto [de ser presidente], sabe por quê? Porque vamos fechar este ano com mais 750 mil cisternas construídas no semiárido. Com as cisternas construídas no governo do ex-presidente Lula e no meu, vamos chegar a 1,1 milhão de unidades. Isso me faz gostar muito de ser presidente”, destacou. Dilma citou também números do Pronatec e do Programa Minha Casa, Minha Vida para justificar o gosto de ser presidente.

César Borges

Dilma Rousseff destacou, também, a atuação do ex-governador da Bahia e ex-senador César Borges, do PR, à frente de uma das mais importantes pastas de seu governo, o Ministério dos Transportes. “O melhor ministro dos Transportes”, disse.

Um dos principais líderes do PR é Waldemar da Costa Neto, que está na Penitenciária da Papuda, condenado no processo do Mensalão.

Racismo

A presidente voltou a elogiar atitude do jogador brasileiro Daniel Alves, vítima de racismo durante uma partida pelo Barcelona. Alves se preparava para uma jogada, quando a torcida atirou uma banana no campo. O jogador descascou e comeu a fruta.

“Não podemos deixar de afirmar esse valor, que é o valor do sangue afro-descendente, indígena e branco em um país diverso, multidiverso, como é o Brasil. A força contra o racismo vai ser muito presente na Copa”, frisou. O papa Francisco irá mandar uma mensagem contra o racismo para a abertura da Copa.

Pages: 1 2 ... 17 18 19 20 21 22 23 24

  • Arquivos