MAIO, MADURO MAIO

Música de José Afonso gravada por Nara Leão.

Maio maduro Maio
Quem te pintou
Quem te quebrou o encanto
Nunca te amou
Raiava o Sol já no Sul
E uma falua vinha
Lá de Istambul

Sempre depois da sesta
Chamando as flores
Era o dia da festa
Maio de amores
Era o dia de cantar
E uma falua andava
Ao longe a varar

Maio com meu amigo
Quem dera já
Sempre depois do trigo
Se cantará
Qu’importa a fúria do mar
Que a voz não te esmoreça
Vamos lutar

Numa rua comprida
El-rei pastor
Vende o soro da vida
Que mata a dor
Venham ver, Maio nasceu
Que a voz não te esmoreça
A turba rompeu

SAUDADES DE NARA E DE ZECA AFONSO, QUE PARTIRAM NA FRENTE.

SAUDADES DO ARQUITETO JOÃO FILGUEIRAS, LELÉ, QUE ACABA DE NOS DEIXAR.

TRISTE MAIO. TRISTE SALVADOR.

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos