abr
22

 

Suassuna:hábito gera polemica

——————————————————————-

DEU NO UOL

O romancista, dramaturgo e poeta Ariano Suassuna, de 86 anos, provocou uma polêmica nesta terça-feira (22), nas redes sociais com a publicação, por um internauta, de uma foto sua deitado no aeroporto internacional de Brasília. Suassuna, que esteve em Brasília na terça-feira da semana passada para participar da 2ª Bienal do Livro e Leitura, foi flagrado deitado no chão da sala de embarque do aeroporto Juscelino Kubitschek, na manhã do dia seguinte, quarta-feira, enquanto aguardava o seu voo para Recife, que decolaria às 10h04.

O assessor pessoal de Suassuna, Alexandre Nóbrega, que também é seu genro e o acompanhava na viagem, afirmou que ele “faz isso sempre” e que “só estava descansando um pouco”. E emendou: “ele tem o hábito de deitar no chão do aeroporto. Já fez isso muitas vezes e faz em qualquer aeroporto”. Questionado se Suassuna já fez isso também no exterior, Nóbrega disse que não “porque nunca saiu daqui” do País. Ainda segundo o assessor, Suassuna afirmou que “ficou muito surpreso com a repercussão de sua foto deitado no chão do aeroporto de Brasília até porque uma outra foto dele deitado no aeroporto de São Paulo também já havia sido publicada e não teve essa divulgação toda”.

O assessor de Suassuna contou que o escritor alega que deita no chão porque “nunca tem lugar para sentar no aeroporto” e “as cadeiras são sempre muito desconfortáveis”. Ele não lembrava se naquele dia tinha cadeira vazia se ele quisesse se sentar. Alexandre Nóbrega informou ainda que “por acaso” o voo de quarta-feira da semana passada não estava atrasado e Suassuna resolveu deitar no chão da sala de embarque “para descansar um pouco e esperar a hora do voo”. E completou: “não importa por quanto tempo. Podem ser só dez minutinhos. Ele faz sempre e em qualquer lugar por isso ficou tão assustado com a repercussão”.

abr
22
Posted on 22-04-2014
Filed Under (Artigos) by Margarida on 22-04-2014

 

Sid, hoje, no portal de humor A Charge Online

 

 

DEU NO G1

A presidente Dilma Rousseff ficou extremamente contrariada com declarações do ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli. Em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”, publicada neste fim de semana, Gabrielli chegou a afirmar “que a presidente Dilma não pode fugir da responsabilidade” na compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, pela estatal brasileira.G1, apurou que na semana passada o Palácio do Planalto já estava monitorando o humor de José Sérgio Gabrielli. O ministro de Relações Institucionais, Ricardo Berzoini, teve um contato telefônico com o ex-presidente da Petrobras na quinta-feira.

De ontem para hoje, Dilma chegou a falar com alguns interlocutores por telefone. Nessas conversas, Dilma demonstrou profunda irritação com a postura de Gabrielli em tentar dividir com ela a responsabilidade pela compra de Pasadena. “Ela não gostou. Ficou irritada com Gabrielli”, revelou ao Blog um interlocutor da presidente.

Mesmo assim, a postura oficial do Palácio do Planalto foi a de tentar evitar um confronto público com Gabrielli. Mas, nos bastidores, o Planalto enviou emissários para monitorar o ex-presidente da Petrobras para colocar “panos quentes” na polêmica instalada com as divergências de versões sobre a compra de Pasadena.

“O Gabrielli está fazendo sua defesa. Ele não quer ser execrado em praça pública”, observou esse interlocutor, preocupado com a situação de confronto entre Dilma e Gabrielli.

A repórter Juliana Braga, do G1, apurou que na semana passada o Palácio do Planalto já estava monitorando o humor de José Sérgio Gabrielli. O ministro de Relações Institucionais, Ricardo Berzoini, teve um contato telefônico com o ex-presidente da Petrobras na quinta-feira.

  • Arquivos

  • Abril 2014
    S T Q Q S S D
    « mar   maio »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930