Eduardo e Marina:vice será lançada em Brasilia

================================================================


Deu no Blog do Fernando Rodrigues/FOLHA

Poder e Política na semana – 14 a 20.abr.2014

Fernando Rodrigues

Nesta semana, Eduardo Campos confirma Marina Silva como vice na sua chapa e governo e oposição duelam no Congresso sobre a CPI da Petrobras.

A presidente Dilma Rousseff vai a Pernambuco nesta 2ª feira para inaugurar navio petroleiro, em cerimônia no Porto de Suape. A data foi escolhida a dedo. Também nesta 2ª feira, Eduardo Campos confirma Marina Silva como vice na sua chapa em evento em Brasília. O objetivo de Dilma é reduzir o espaço na mídia pernambucana para Eduardo.

Na mesma data, o tucano Aécio Neves viaja à Bahia para anúncio da pré-candidatura de Paulo Souto (DEM) ao governo estadual. O PMDB, da base do governo Dilma, apoiará o oposicionista Souto.

Na 3ª feira, Dilma vai ao Rio inaugurar fábrica de automóveis em Rezende e entregar unidades do “Minha Casa, Minha Vida” em São Gonçalo.

Na mesma data, o Congresso terá diversos lances na disputa pela criação da CPI da Petrobras: 1) a presidente da estatal, Graça Foster, fala no Senado sobre as suspeitas envolvendo a empresa; 2) o Senado delibera sobre a criação de uma CPI “x-tudo”, que investigue a Petrobras e as obras do metrô de São Paulo e do Complexo de Suape, em Pernambuco; 3) sessão conjunta do Congresso pode deliberar sobre a criação de mais duas CPIs mistas (compostas por deputados e senadores): uma exclusiva sobre a Petrobras e outra mais ampla. Além disso, na 4ª feira, Nestor Cerveró, ex-diretor internacional da Petrobras, fala na Câmara sobre a compra da refinaria de Pasadena, nos EUA.

Mas o desfecho sobre a CPI da Petrobras deve ser conhecido somente na semana que vem, quando a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, decidirá se o escopo de uma possível comissão deve ser restrito à Petrobras ou pode incluir outros temas.

A demora deve-se à “gazeta” que os ministros dos tribunais superiores concederam a si mesmos. Na 4ª feira, o Supremo, o Superior Tribunal de Justiça e o Tribunal Superior Eleitoral fecham suas portas para emendar o feriado e só retomam as atividades na 3ª feira da próxima semana.

O Congresso também antecipou o feriado em um dia e estará fechado na 5ª feira. Para os políticos e autoridades, a semana é realmente “santa”.

Eis, a seguir, o drive político da semana. Se tiver algum reparo a fazer ou evento a sugerir, escreva para frpolitica@gmail.com.

2ª feira (14.abr.2014)
Dilma em Pernambuco – presidente Dilma Rousseff participa da inauguração do navio petroleiro Dragão do Mar, com capacidade para transportar 1 milhão de barris de petróleo, no Porto de Suape, em Pernambuco. Às 15h, inaugura adutora em Serra Talhada.

Eduardo e Marina – Eduardo Campos lança a chapa de sua pré-candidatura à Presidência da República, confirmando Marina Silva na vice. Após, respondem a perguntas enviadas por redes sociais. Às 14h, no Hotel Nacional, em Brasília.

Aécio em Salvador e Rio – Aécio Neves, pré-candidato tucano à Presidência da República, vai à Bahia para anúncio da pré-candidatura de Paulo Souto (DEM) ao governo estadual, às 10h. O PMDB, da base do governo Dilma Rousseff, apoiará Souto. À tarde, Aécio apresenta palestra na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, no Rio.

Padilha em NY – Câmara de Comércio Brasil-EUA promove evento em NY sobre oportunidades de negócios no Brasil. Participam Alexandre Padilha, pré-candidato do PT ao governo de SP, Antonio Patriota, representante do Brasil na ONU, e Murilo Portugal, presidente da Febraban.

Vargas se explica – deputado licenciado André Vargas (PT-PR) presta depoimento à comissão designada por sua legenda para ouvi-lo sobre suas relações com o doleiro Alberto Youssef.

Trabalhadores da Petrobras – Federação Única dos Petroleiros e seus sindicatos promovem ato em defesa de uma Petrobras “pública” contra “ataques” que tentam “desmoralizar a gestão estatal” da empresa. Às 11h, em frente à sede da empresa, no Rio.

Randolfe no Rio – senador Randolfe Rodrigues, pré-candidato do PSOL à Presidência da República, comanda seminário para elaboração de programa de governo sobre segurança pública e direitos humanos. Com os deputados federais Chico Alencar e Jean Wyllys e o deputado estadual Marcelo Freixo. Às 18h30, no salão nobre do IFCS, na UFRJ.

Lindbergh e Temporão – senador Lindbergh Farias e o ex-ministro da Saúde José Gomes Temporão participam de debate sobre “Poder e Governos Locais”. Às 20h, no Teatro Casa Grande.

Lista de filiados – prazo limite para que os partidos encaminhem ao Tribunal Superior Eleitoral a relação atualizada de seus filiados aptos a concorrerem nas eleições de outubro.

PSD e maconha – legenda promove debate sobre descriminalização da maconha com o secretário nacional de políticas sobre Drogas, Vitore Maximiano, Alda Marco Antonio, ex-vice-prefeita da cidade de SP, e Januário Montone, ex-secretário municipal de Saúde de SP na gestão de Gilberto Kassab. Às 19h, com transmissão ao vivo e aberto a perguntas enviadas pela internet.

Jornalismo de dados – Associação Nacional de Jornais e Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, com o apoio do Google, promovem curso online “Introdução à Visualização de Dados e Infografia”. As aulas terminam em 12.mai.2014.

Inflação – FGV divulga resultados do IGP-10

3ª feira (15.abr.2014)
Dilma no Rio – presidente Dilma Rousseff inaugura fábrica da Nissan em Resende, às 10h. Depois, participa de formatura de alunos do Pronatec e entrega unidades do “Minha Casa, Minha Vida” em São Gonçalo.

Foster no Senado – Graça Foster, presidente da Petrobras, fala em audiência conjunta no Senado sobre as suspeitas envolvendo a gestão da estatal. Seu depoimento tem o objetivo de esfriar a pressão pela criação da CPI da Petrobras.

CPI da Petrobras – plenário do Senado delibera sobre a criação de uma CPI na Casa que investigue as suspeitas contra a Petrobras e outros temas como as obras do metrô de São Paulo e do Complexo de Suape, em Pernambuco, apelidada de CPI “x-tudo”. A Comissão de Constituição e Justiça do Senado já aprovou parecer favorável nesse sentido.

Também devem ser lidos, em sessão conjunta do Congresso às 19h, os requerimentos pela criação de mais duas CPIs, dessa vez mistas (compostas por deputados e senadores): uma exclusiva sobre a Petrobras e outra mais ampla. O governo trabalha para que nenhuma CPI seja criada, ou apenas a CPI “x-tudo”, e conta com o apoio do presidente do Congresso, Renan Calheiros.

O desfecho da tentativa de criar a CPI da Petrobras deve ser conhecido somente na semana que vem. A ministra do STF Rosa Weber, provocada por dois mandados de segurança, um de congressistas da oposição e outro de governistas, decide após a Páscoa se o escopo de uma possível CPI deve ser restrito à Petrobras ou pode incluir outros temas. Renan Calheiros terá 2 dias para responder ao Supremo sobre o tema, contados após sua notificação, que pode ocorrer nesta 2ª feira (14.abr.2014), mas o Tribunal estará fechado após 3ª feira (15.abr).

Leia cluna na íntegra na Folha.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Abril 2014
    S T Q Q S S D
    « mar   maio »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930