=============================================================

DEU NO UOL/FOLHA

Com buscas na sede da Petrobras, no Rio de Janeiro, a Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (11) a segunda fase da Operação Lava Jato, que investiga um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões, com ramificações políticas e na petroleira estatal.

As buscas na sede da Petrobras começaram às 10h. A PF também entregou intimações no local. Além da própria Petrobras, é alvo dessa nova etapa da operação a empresa Ecoglobal Ambiental, de Macaé (RJ), e sua filial nos Estados Unidos, a EcoGlobal Overseas.

Por meio de convite, ambas assinaram em 2013 um contrato com a Petrobras no valor de R$ 443,8 milhões, segundo a PF. Na mesma época da assinatura do contrato, a empresa negociava a venda de 75% de suas ações para uma empresa controlada pelo doleiro Alberto Youssef e pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa. A documentação aponta que o doleiro e o ex-diretor da Petrobras eram sócios em alguns negócios.

A compra estava condicionada “à efetivação do contrato da EcoGlobal com a Petrobras”, segundo mandado expedido pela Justiça Federal do Paraná. A proposta de compra por R$ 18 milhões está registrada numa carta-proposta confidencial assinada por Youssef, Paulo Roberto e uma terceira empresa, a Tino Real Participações.

A Tino estaria ligada a “crimes relacionados a fundos de pensão”, segundo despacho da Justiça, na qual o juiz manifesta sua “estranheza” que uma empresa que obteve contrato de R$ 443,8 milhões tenha 75% de suas cotas negociadas por apenas R$ 18 milhões.

Youssef e Paulo Roberto foram presos na primeira fase da Operação Lava Jato, por manter relações suspeitas com políticos do PT, PMDB, PP.

A empresa investigada no Rio de Janeiro teve pelo menos dois contratos no valor total de R$ 14,31 milhões com a Petrobras entre 2009 e 2011 para prestar serviços de tratamento de água e recuperação de rios. Com sede em Macaé (RJ), a empresa é fornecedora antiga da Petrobras.

Uma das suspeitas apuradas é que a Ecoglobal teria participado da distribuição de propina em contratos da Petrobras, num esquema coordenado por Paulo Roberto da Costa. Ele foi preso no dia 20 de março, sob acusação de tentar destruir provas buscadas pela PF. O ex-diretor da Petrobras recebeu um jipe Land Rover Evoque de Youssef, no valor de R$ 250 mil.

Costa alega que o Land Rover Evoque foi pagamento por consultorias prestadas, mas a PF tem dúvidas sobre essa alegação.

Até as 12h, a PF havia prendido em São Paulo um doleiro ligado à doleira Nelma Kodama. Ela foi presa no dia 14 de março quando tentava deixar o país com 200 mil euros escondidos na calcinha. Kodama e Youssef já tiveram negócios associados, mas tudo indica que operam em redes separadas atualmente.

Ao todo, os policiais cumprem 24 mandados, sendo dois de prisões temporárias, seis conduções coercitivas -quando o investigado é procurado e obrigado a depor- e 16 de buscas em São Paulo, Campinas, Macaé, Niterói e Rio de Janeiro. Originalmente, eram 24 mandados, mas houve duas conduções coercitivas e uma busca a mais.

“O material arrecadado hoje contribuirá para os relatórios finais dos inquéritos em andamento”, informou a PF.

Até a publicação da reportagem, a Folha não havia localizado ninguém da Petrobras e da Ecoglobal para falar sobre a operação.Com colaboração de FERNANDA ODILLA, de Brasília, e OSNI ALVES, do Ri

=================================================================

DEU NA TRIBUNA DA BAHIA

Ontem pela manhã, durante entrevista no Show do Marão da Rádio Excelsior da Bahia, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo (PDT), foi categórico ao afirmar que a sua vontade pessoal é a de apoiar o ex-chefe da Casa Civil do governo Wagner na corrida da linha sucessória pelo Palácio de Ondina. É a primeira vez, após o imbróglio, que Nilo se manifesta desta forma a respeito da chapa governista. Ele abrandou o discurso, após ter perdido a vaga de vice na coligação petista para João Leão (PP).

“Olha, eu trabalhei para ser candidato a governador e depois para vice, mas o governador preferiu fazer uma chapa com Rui candidato e Leão vice. O governador fez a escolha partidária. Eu diria que isso são águas passadas. Não estou magoado com Wagner. Acabou que foi um acidente de percurso de dois bons amigos. Contudo, minha opinião pessoal é para o apoio junto a ele”, esclareceu.

Nilo também informou que o PDT se reúne na próxima semana para oficializar o seu apoio no pleito deste ano. “Meu partido, nos próximos dias, tomará a decisão para campanha deste ano. O presidente deputado Félix Mendonça Jr. já convocou uma reunião para a próxima segunda”, lembrou.

Outro assunto abordado pelo apresentador Mário Freitas na conversa com Nilo foi o da chapa da oposição. Com destaque a Joaci Góes, o pedetista preferiu se esquivar do fato.

“Cedo eu recebi um telefone de Joaci Góes e ele me informou que havia essa discussão de ser candidato a vice. Desejei sucesso. Não gostaria de falar de chapa, pois ainda meu partido não tomou uma decisão oficial, mas não posso deixar de reconhecer que Joaci é meu amigo pessoal, meu conselheiro. Muitas vezes o procurei. Ele é um grande acadêmico, pensador e jornalista, gosto muito dele, mas não posso avaliar a chapa feita pelo prefeito ACM Neto (DEM)”, desconversou.

Por fim, Nilo falou sobre a contenda que envolve o presidente da Assembleia e o radialista Mário Kertész a respeito da lista de funcionários, cujas opiniões do comunicador, segundo o presidente da Assembleia, ultrapassaram os “limites do bom senso”.

“Não tenho nada pessoal contra Mário Kertész, radialista inteligente e polêmico. Ele, na minha visão, ultrapassou os limites quando ofendeu o Poder Legislativo baiano. Mário disse que existem 63 sacanas e que tem um esquema de corrupção montado por eles. Óbvio que ele não me deu nenhuma alternativa a não ser processá-lo. Reuni todos os deputados em meu gabinete e os 62 decidiram levar para a Justiça. Não sei por que ele faz essa campanha pessoal, em especial ao deputado Marcelo Nilo”, finalizou.

abr
11
Posted on 11-04-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 11-04-2014


==============================================================
Sid, hoje, no portal A Charge Online


Hillary tenta enxergar atiradora de sapato

=========================================

DEU NO UOL/FOLHA

DA AFP

A ex-secretária americana de Estado Hillary Clinton foi alvo nesta quinta-feira de um sapato lançado por uma mulher durante uma conferência em Las Vegas, informou a imprensa local.

Clinton teve uma reação tardia ao ataque com o sapato, que passou a poucos centímetros de sua cabeça, quando pronunciava um discurso na convenção do Instituto das Indústrias de Rejeitos Recicláveis (ISRI), no hotel-cassino Mandalay Bay.

“Sorte que ela não joga softball tão bem como eu”, brincou Clinton sobre a mulher, provocando risadas entre o público. A TV local KTNV registrou a ação.

“Não pensava que a gestão de rejeitos fosse algo tão polêmico”, acrescentou a ex-chefe da diplomacia americana, 66 anos, possível candidata às eleições presidenciais de 2016 pelo Partido Democrata.

O assessor de comunicação do ISRI, Mark Carpenter, confirmou em um e-mail enviado à AFP que o objeto lançado foi um sapato e que a mulher não estava credenciada para participar do evento.

“Nosso pessoal proibiu sua entrada, mas ela enganou a segurança mais tarde”.

Um membro do ISRI encontrou a mulher em outro local e a entregou à polícia.


Argentina, Buenos Aires, el puerto de Santa Maria del Buen Aiire.

BOM DIA !!!!

(Vitor Hugo Soares)

abr
11
Posted on 11-04-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 11-04-2014

DEU NO PORTAL EUROPEU TSF

Segundo as Nações Unidas, em 2012, registaram-se cerca de 440 mil homicídios no mundo, 50 mil dos quais no Brasil.

O Brasil registou mais de dez por cento do total dos homicídios em todo o mundo em 2012, indicou um relatório da ONU.

De acordo com este documento, em 2012, registaram-se cerca de 440 mil homicídios no mundo, 50 mil dos quais no Brasil.

Os números dos homicídios no Brasil são apenas comparáveis aos da Nigéria e no Congo, muito embora, a América Latina tenha tradicionalmente níveis muito mais elevados de violência do que os registados no resto do mundo.

  • Arquivos

  • Abril 2014
    S T Q Q S S D
    « mar   maio »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930