abr
09

DEU NO IG Comentários

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados instaurou nesta quarta-feira (9) processo por quebra de decoro contra o 1º vice-presidente da Casa, deputado André Vargas (PT-PR). O parlamentar está licenciado do mandato por 60 dias desde segunda-feira (7) após ser alvo de denúncias por ligação com o doleiro Alberto Youssef, preso em operação da Polícia Federal contra lavagem de dinheiro.

A representação é de autoria dos partidos de oposição: PSDB, DEM e PPS. O relator do processo, escolhido pelo presidente do Conselho, deputado Ricardo Izar (PSD-SP), será o deputado Júlio Delgado (PSB-MG), responsável por elaborar um relatório preliminar para avaliar a admissibilidade do caso. A escolha de Izar foi feita após sorteio de lista tríplice que tinha, além do nome de Delgado, Renzo Braz (PP-MG) e Roberto Teixeira (PP-PE).

A partir da instalação do processo contra Vargas, Delgado terá 90 dias para apresentar o relatório final. Izar pretende apressar esse prazo para evitar que a deliberação fique para depois do recesso parlamentar

Entenda o caso
Alan Sampaio / iG Brasília
André Vargas (PT-PR) é alvo de denúncias por relação com doleiro preso pela PF
Com Agência Câmara

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Abril 2014
    S T Q Q S S D
    « mar   maio »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930