http://youtu.be/NcjwwGcpYiM

Calma, para não apertar sem querer, o botão dos misseis!Basta o avião desaparecido!

Escutem Becauod e relaxem a tensão!

BOA TARDE!!!

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

luiz alfredo motta fontaa on 17 Março, 2014 at 15:34 #

O clima “esquenta” na Praça Vermelha?

Já na Venezuela o sangue escorre nas praças, e atendemos ao comando do Planalto e fingimos não perceber. Afinal no ano da “Copa das Copas”, o que importa é financiar e salva rto Maduro. Seremos todos bolivarianos?

Prestemos atenção na Ucrânia, na Venezuela é pecado.


luiz alfredo motta fontana on 17 Março, 2014 at 15:35 #

O clima “esquenta” na Praça Vermelha?

Já na Venezuela o sangue escorre nas praças, e atendemos ao comando do Planalto e fingimos não perceber. Afinal no ano da “Copa das Copas”, o que importa é financiar e salva rto Maduro. Seremos todos bolivarianos?

Prestemos atenção na Ucrânia, na Venezuela é pecado.


Graça Azevedo on 17 Março, 2014 at 19:33 #

Só é bolivariano quem fica de longe sem saber o que é a Venezuela real. Corrupção endêmica, inflação de quase 60% (oficial) e desabastecimento. O resto é discurso. E o de Maduro é ruim demais.


luiz alfredo motta fontana on 17 Março, 2014 at 20:28 #

Cara Graça

Estamos chegando lá, a barbárie sofrida pela mulher baleada e arrastada pela “viatura” policial no rio é cena exemplar. Enquanto isto o nosso governo decreta fechamento de espaço aéreo durante a Copa. Blatter corre risco com a polícia na rua.

Dona Dilma entrará para a história, e não será epla porta da frente de grandes eventos. Esperemos, se possível numa distância razoável das tais arenas.


luiz alfredo motta fontana on 17 Março, 2014 at 20:59 #

Complementando…

A morte desta mulher no Rio, caso passe como notícia secundária, apenas prova que estamos entregues aos bandos, mesmo que o STF relute em reconhecer quadrilhas.

Causará ânsias se este caso chegar um dia a ser traduzido em laudas prolixas e sem vida produzidas por nossos tribunais. Espero, mesmo que em vão, que ela repercuta no boca à boca, nos bares, nas praias, nos quiosques, e cause a repulsa necessária para, quem sabe, mudarmos essa sina.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos