Bachellet recebe faixa da presidente do Senado
Isabel Allende: emoção à flor da pele

===========================================================

DEU NO YAHOO NOTÍCIAS

SANTIAGO – Depois de um longo e apertado abraço, a nova presidente chilena, Michelle Bachelet, recebeu nesta terça-feira a faixa presidencial de outra mulher, a senadora socialista Isabel Allende, filha do presidente deposto presidente Salvador Allende, e eleita para presidir o Senado do país. A cerimônia contou ainda com a presença dos principais chefes de Estado da região, que aproveitaram o evento para participar de uma reunião da União de Nações Sul-americanas (Unasul), convocada para discutir a crise venezuelana.

Mais cedo, a senadora socialista assumiu nesta terça-feira como a primeira mulher a presidir o Senado chileno.

– É uma grande honra assumir hoje o desafio de ser a primeira mulher presidente do Senado na história do Chile e entregar a faixa presidencial a outra mulher, Michelle Bachelet – declarou visivelmente emocionada, após assumir posse do cargo. – A imagem histórica de duas mulheres ocupando simultaneamente os dois cargos mais importantes do Estado percorrerá o mundo.

Antes da cerimônia, a aparição de Evo Morales, presidente boliviano, e do peruano Ollanta Humala, causaram comoção no público presente. Alguns gritaram “Fora!” para os presidentes. Também estiveram presentes a brasileira Dilma Rousseff, o uruguaio José Mujica, muito solicitado para fazer fotos com parlamentares. O ex-presidente Sebastián Piñera foi aplaudido.

A grande ausência foi do venezuelano Nicolás Maduro que, após um longo dia de confrontos, suspendeu sua viagem para assistir à posse da socialista. A chegada do chefe de Estado era esperada com expectativa, num momento em que seu país sofre uma onda de manifestações que já deixaram 23 mortos, um deles uma chilena que faleceu ao ser baleada em um protesto.

Durante a campanha de 2013, a nova presidente chilena, eleita no segundo turno de dezembro passado com mais de 60% dos votos, prometeu enviar ao Parlamento um ambicioso projeto de reforma educacional, que inclua a gratuidade, principal bandeira dos estudantes chilenos. Em seu primeiro mandato, entre 2006 e 2010, Bachelet enfrentou a chamada rebelião dos pinguins, quando milhares de estudantes participaram de protestos em todo o país para exigir livre acesso à educação. A reforma não tornou-se realidade por falta de apoio no Parlamento e hoje representa o maior desafio da nova presidente do Chile.

Be Sociable, Share!

Comentários

Cida Torneros on 11 Março, 2014 at 18:24 #

Foto linda, simbólica, forte, resgate e vitória! Salve elas e viva o Chile!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos